conecte-se conosco


Mato Grosso

Três reservas garimpeiras poderão ser reativadas em Mato Grosso

Publicado

Mato Grosso


.

A Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat) realizou nesta semana uma expedição a três reservas garimpeiras fechadas na região Norte do Estado. Em parceria com a Agência Nacional de Mineração (ANM), o objetivo é mapear os locais e formalizar a extração mineral na região de Alta Floresta (a 792km de Cuiabá).

Durante três dias, foram visitados os garimpos de Zé Vermelho, em Paranaíta, Pista do Cabeça, em Alta Floresta, e Novo Astro, em Nova Bandeirantes extintos em 2011. De acordo com o presidente da Metamat, Juliano Jorge Boraczynski, o trabalho técnico da empresa estatal auxiliará a região.

“Com a formalização do trabalho de extração mineral por meio de cooperativas e também a ajuda técnica conseguiremos dar condições de trabalho para mais de mil famílias que efetivamente estão no local”, frisa.

O secretário nacional de Resolução de Conflitos da ANM, Caio Mario Trivelatto Seabra Filho, explica que será aberto um processo para mapeamento, estudos e análises. Após este trabalho, os garimpeiros organizados poderão requerer a extração com assistência técnica da Metamat e todas as licenças ambientais solicitadas para a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

Veja Também  "O Programa Mais MT vai gerar 52 mil novos empregos em todo o Estado", afirma governador

“Desta forma, damos condições para estes garimpeiros trabalharem, tirando da ilegalidade e promovendo a região de forma muito eficaz. A resolução de conflitos dá agilidade aos processos e a organização em forma de cooperativa faz tudo ser resolvido de forma mais prática”, diz o gerente da ANM em Mato Grosso, Roberto Vargas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Sema suspende atividades do Parque Mãe Bonifácia

Avatar

Publicado


A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) suspende temporariamente, a partir desta sexta-feira (30.10), as atividades do Parque Estadual Mãe Bonifácia. 

O fechamento ocorre devido a morte de sete macacos saguis e atende os protocolos de segurança biológica. As atividades estarão suspensas até que os laudos da necropsia dos animais estejam concluídos e haja garantia de segurança da saúde da população e dos animais. 

Os laudos serão divulgados pela Unidade de Vigilância em Zoonoses da Prefeitura de Cuiabá que está analisando amostras coletadas. 

As equipes da Sema e do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental estão realizando varreduras sanitárias em todo perímetro do Parque.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Também  Quinta-feira (29): Mato Grosso registra 143.047 casos e 3.841 óbitos por Covid-19
Continue lendo

Mato Grosso

Município de Ribeirãozinho está com risco moderado de contaminação de Covid-19 em Mato Grosso

Avatar

Publicado


Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (29.10) mais uma atualização do panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O Boletim Informativo n° 235 mostra (a partir da página 12) que o município de Ribeirãozinho configura na classificação com risco “moderado” para contaminação do novo coronavírus.

Os demais 140 municípios estão na classificação de risco “baixo”, indicado pela cor verde e não apresentam grandes riscos de contaminação. Nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco “muito alto”, indicado pela cor vermelha que representa alerta máximo de contaminação.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Veja Também  Batalhão Ambiental identifica desmatamento em propriedade particular em Ribeirão Cascalheira

Veja a tabela de classificação de risco por município

 

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana