conecte-se conosco


Carros

Honda WR-V 2021 estreia nova versão LX e retoques no visual

Publicado

Carros


source
Honda WR-V 2021
Divulgação

Honda WR-V 2021 passa a ter novos detalhes estéticos e controle eletrônico de estabilidade entre as principais novidades


A Honda apresenta o WR-V 2021. Lançado em 2017 no mercado brasileiro, o aventureiro derivado do monovolume Fit estreia os primeiros retoques no visual, além de uma versão de entrada LX. A nova linha estreia em outubro nas lojas, com preços a partir de R$ 83.400.


A reestilização realinhou o visual do WR-V 2021  com o do carro vendido na Ásia. Além de molduras redesenhadas para os faróis de neblina, o aventureiro  estreia grade frontal com aletas horizontais e área cromada mais estreita. Na traseira, a principal alteração é o novo para-choque, com 6,7 cm a mais no comprimento. Já as versões EX e EXL ganham ainda as lanternas, os faróis principais e os de neblina em LED.

Veja Também  Mini Cooper S 5 portas: mais prático e ainda irreverente

No interior, a Honda mexeu apenas em detalhes de acabamento, como a adoção de bancos com novo tecido (LX e EX) e couro agora com costuras na cor preta (versão EXL), além da troca de detalhes de acabamento em cinza por plásticos em preto brilhante e cromados.


A nova versão LX (R$ 83.400) chega para equipar o posto de mais acessível da linha, mantendo faróis e lanternas da linha 2020, além das rodas de 16″ sem o acabamento diamantado vistas nas versões mais caras.

Na comparação com a EX, a LX perde os airbags laterais, além de trocar o ar-concionado automático por um convencional e a central multimídia por um som convencional. Por outro lado, já incorpora os controles eletrônicos de tração e estabilidade, além do assistente de partida em rampas. Itens antes indisponíveis no WR-V.

Já a versão intermediária EX (R$ 90.300), que já trazia airbags laterais, ar-condicionado automático digital e a central multimídia com tela de 7″ na linha 2020, incorporou as aletas para trocas de marcha no volante, sensores de estacionamento traseiro e dois tweeters no sistema de som.

Veja Também  NASA mostra moto movida  pelo vento com turbinas nas rodas

Na topo de linha EXL (R$ 94.700), além dos equipamentos das versões anteriores, o WR-V mais caro conta com navegador GPS no sistema multimídia, bancos de couro, retrovisores externos com rebatimento elétrico e espelho interno eletrocrômico e sensores de estacionamento dianteiros.

A Honda não mexeu no conjunto mecânico. Todas as versões seguem equipadas com o motor 1.5 flex de 115/116 cv, sempre combinado a um câmbio automático CVT. Confira abaixo como ficou a tabela de preços do WR-V 2021 .

Honda WR-V LX: R$ 83.400
Honda WR-V EX: R$ 90.300
Honda WR-V EXL: R$ 94.700

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros

NASA mostra moto movida  pelo vento com turbinas nas rodas

Avatar

Publicado


source
moto da NASA
Divulgação

Moto da NASA vem com pás giratórias nas rodas no lugar dos raios convencionais para gerar energia elétrica

Se alguém aqui estiver vivo por volta de 2050 poderá ver funcionando algo do tipo que a NASA acaba de mostrar, projetada pelo engenheiro americano Simon Gytten. Trata-se de um veículo de duas rodas futurista que vamos chamar de moto. Pelas imagens, conclui-se que o estilo adotado se aproxima do que se convencionou a classificar como Café Racer.

Ainda se trata de um protótipo, mesmo assim, ainda parece estranho para os dias atuais, já que conta com tecnologias que não são comuns pelo menos na era em que vivemos hoje em dia. Logo de cara, nota-se que nessa moto da NASA não há pedais. E o motor é movido a vento. Isso mesmo. Nada de energia, solar, a hidrogênio ou elétrica.

Veja Também  Volkswagen Amarok V6 chega a 258 cv para ser a média mais potente do Brasil

O segredo está nas rodas. Dê uma olhada delas e verá que no lugar os raios convencionais existem pás girarórias, como as das turbinas de um avião . Por meio do sistema inventado por Gorlov, quando a moto está andando ou mesmo parada as pás de movem para gerar eletricidade, que é usada para fazê-la andar.

Uma moto de outro mundo

Mas, e se faltar vento? Então, imagine a cena de um piloto rodando na superfície de Marte. Será que haverá ar em movimento o suficiente por lá? De qualquer forma, o projetista pensou em uma seguda fonte de energia, tornando possível plugar a moto em uma estação de recarga. E mesmo que as baterias estejam 100% carregadas as rodas girando como turbinas vão continuar gerando energia.

Sim, porque o a ideia é também transformar essa moto em uma espécie de gerador de energia em Marte, onde encontrar um gerador vai ser difícil, pelo menos no início da colonização…Brincadeiras à parte, esse tipo de moto da NASA é importante para inspirar as futuras gerações. Dificilmente veremos algo do tipo rodando por aí no planeta Terra.

Veja Também  Bugatti mostra carro de 1.850 cv para ultrapassar os 500 km/h
Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Veja cinco dicas para limpar corretamente os vidros do carro

Avatar

Publicado


source
vidro
Divulgação

A borracha do limpador do para-brisa pode grudar no vidro se esquecer de retirá-lo antes de deixar seu carro parado.


Mais do que apenas uma questão estética. O uso de produtos e técnicas corretos para a limpeza dos vidros do carro ajuda a evitar danos e também garante a visibilidade mesmo nas piores situações climáticas possíveis.


Por esse motivo, confira abaixo cinco dicas da Rodabrill, empresa fabricante de produtos de higiene automotiva, para a correta manutenção do para-brisa e dos outros vidros do veículo.

1 – De olho na química

Antes de comprar ou usar um produto de limpeza nos vidros do carros, leia a sua composição química e fuja daqueles que trazem amônia. O mesmo vale para soluções caseiras.

A explicação para isso é que a amônia é um produto muito alcalino. Nos carros equipados com película nos vidros, o efeito de longo prazo é o ressecamento e a necessidade de troca do insulfilm.

Veja Também  NASA mostra moto movida  pelo vento com turbinas nas rodas

2 – Pano correto

Não basta escolher um pedaço de pano qualquer. Utilize na limpeza dos vidros apenas panos de microfibra ou papel toalha.

A razão para isso é que outros tipos de tecidos ou materiais podem provocar riscos na superfície do vidro ou na película.

3 – Insulfilm

Para evitar danos na película dos vidros, o ideal nesses casos é sempre borrifar o produto de limpeza no pano ou papel toalha.

Feita a limpeza, é importante também secar a área. Sempre utilizando um outro pano macio, que esteja limpo e seco 

4 – Fim da gordura

Nos casos em que o vidro do carro estiver muito engordurado, é possível recorrer a uma folha de papel jornal amassada e úmida.

Após esse procedimento e ainda com o vidro úmido, use uma folha de jornal seca para dar o acabamento final.

5 – Embaçamento

Para ajudar a evitar o embaçamento dos vidros, use produtos como limpa-vidros e anti-embaçantes.

Eles funcionam quebrando a tensão superficial da água e diminuindo as gotículas que se acumulam nos vidros .

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana