conecte-se conosco


Carros

Yamaha NMax 160 ABS ganha série especial inspirada em Star Wars

Publicado

Carros


source
Yamaha NMax Império Galático
Divulgação

Yamaha NMax Império Galático: série limitada do scooter vem com uma lista de itens exclusivos em alusão a Star Wars


A scooter Yamaha NMax 160 ABS começa a ser oferecida no mercado brasileiro numa série especial inspirada no universo da saga Star Wars. Com preço de tabela de R$ 14.390, a edição limitada chega nas lojas nas variações “Aliança Rebelde” e “Império Galático”.


Cada uma das configurações da série Star Wars terá produção limitada a 340 unidades. A NMax Aliança Rebelde traz carenagem na cor branca, com gráficos simulando desgaste e visual inspirado no caça X-Wing.

Já a NMax Império Galático é inspirada no TIE-Fighter e a carenagem na cor preta. Entre outros atrativos, o scooter vem com faróis e lanternas de LED e painel de instrumentos com tela de LCD. 

Além do lançamento da edição limitada, a Yamaha irá realizar um concurso cultural, que irá presentear com uma unidade da moto. Para isso, será necessário enviar para a marca um vídeo de 60 segundos contando uma razão para ganhar a moto.


Veja Também  Conheça a nova Ducati Multistrada 950S

Será escolhido para receber o prêmio o trabalho considerado mais criativo. Outras informações sobre o concurso da NMax 160 ABS Star Wars podem ser consultadas no site da Yamaha .

O scooter da Yamanha vem equipado com motor motor monocilíndrico, de 160 cm³ que gera 15,1 cv a 8.000 rpm e 1,47 kgfm de torque máximo a 6.000 rpm, que funciona em conjunto com câmbio automático, do tipo CVT.

Além disso, o Yamaha NMax 160 vem com sistema ABS nas duas rodas, freios a disco de 230 mm, suspensão dianteira de grafo com curso de 100 m na traseira com amortecedores do tipo Double Shock. Para quem precisa levar pequenos objetos, o bagageiro sob o assento, tem 25 litros.


Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros

Projeto de lei quer tornar autoescola opcional para tirar a CNH

Avatar

Publicado


source
Simulador de direção em Auto Escola
Gabriel Jabur/AgBr

Simulador de direção em Auto Escola


Uma proposta que tramita na Câmara dos Deputados prevê tirar a obrigatoriedade de frequentar uma autoescola para poder tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Este é o ponto central do Projeto de Lei 4.474/2020, do deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP).


O deputado argumenta que a ideia de dispensar a autoescola é para tornar “menos burocrático e custoso” o processo da CNH. Atualmente, o candidato a motorista precisa cursar 45 horas de aulas teóricas em um CFC (Centro de Formação de Condutores) e ser aprovado em uma prova, para então seguir para as 25 aulas de direção em autoescola que precedem o exame prático.

Pela proposta, o candidato a motorista poderá optar por realizar a instrução teórica por conta própria, tendo apenas que ser aprovado no exame teórico — que deverá ser o mesmo dos condutores formados no CFCs — para ser autorizado para as lições práticas.

Veja Também  Farol baixo desligado vai seguir multando na maioria das rodovias

Já as aulas de direção poderiam ser dadas por quaisquer motoristas, desde que habilitados há pelo menos cinco anos e que não tenham sido penalizados nos últimos cinco anos com suspensão ou cassação da CNH, ou que tenham sido processados ou condenado por crimes de trânsito.

Ainda pelo projeto, esses instrutores independentes teriam que se cadastrar nos órgãos de trânsito e precisariam fornecer a instrução em veículos devidamente identificados para tal. Como acontece atualmente com os carros de autoescola.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Veja os novos caminhões eletrificados de Mercedes-Benz e Scania

Avatar

Publicado


source

A eletrificação da frota de veiculos comerciais é decisiva no continente europeu para atingir a meta do Acordo Climático de Paris. Por isso, as grandes montadoras da Europa estão apresentando seus caminhões eletrificados. Neste cenário a Daimler-Benz e Scania, dois dos maiores fabricantes do mundo, acabam de anunciar seus novos produtos para este mercado.

A Daimler Trucks, divisão de caminhões comerciais da Mercedes-Benz , revelou o eActros LongHaul, um novo caminhão elétrico de longo alcance. Este veiculo será incorporado à linha que já tem modelos como o eCascadia, caminhão semi-elétrico, e o eActros, caminhão elétrico urbano de curto e médio alcances.

eActros
Divulgação

A Daimler-Benz apresentou os protótipos de sua nova linha de seus caminhões elétricos e movido a hidrogênio

O novo eActros LongHaul terá uma autonomia de cerca de 500 km. A produção em série começa em 2024. Junto com o novo modelo elétrico a bateria, a Daimler também mostrou o Mercedes-Benz GenH2, um caminhão movido a hidrogênio composto por células de combustível, com um alcance de até 1.000 quilômetros.

Mercedes-Benz eActros Longhaul
Divulgação

Mercedes-Benz eActros Longhaul

O Mercedes-Benz eActros longHaul está previsto para 2024 no segmento de caminhões pesados

Veja Também  Honda WR-V 2021 estreia nova versão LX e retoques no visual

Segundo a empresa, os veículos comerciais elétricos da marca já registraram mundialmente mais de sete milhões de quilômetros em testes e em programas especiais rodagem com frotistas. Como parte de sua estratégia de eletrificação, a montadora planeja oferecer veículos elétricos em todas as principais regiões de vendas até 2022 com os modelos Mercedes-Benz eCanter e eActros nos segmentos leves e médios, além da sua marca norte-americana Freightiner com os caminhões eM2 e eCascadia nos segmentos de semi e pesados.

O modelo eActros elétrico já se encontra em testes reais para o lançamento em 2022

Scania Electric
Divulgação

Scania Electric

A Scania também apresentou sua nova linha de veículos comerciais elétrico e híbrido plug-in das séries L e P. O modelo totalmente elétrico destina-se a aplicações urbanas, como a distribuição varejista. A autonomia é de até 250 km com uma única carga.

O Scania 100% elétrico está equipado com com um motor de 230 kW, equivalente a 310 cv. Ele vem com a opção de cinco baterias para um total de 165 kWh ou de nove baterias para 300 kWh de capacidade instalada. O tempo de carregamento é de cerca de 55 minutos para a opção de cinco baterias e de 100 minutos para a opção de nove, considerando meia carga elétrica.

Scania Hybrid
Divulgação

Os caminhões Scania 100% elétrico destina-se a aplicações urbanas, com um alcance de 250 km com uma carga

O caminhão Scania híbrido plug-in é destinado para o uso em longas distâncias combinando o modo de motor a combustão e modo elétrico, este até uma distância de 60 km.O trem de força conjunto tem potência de 280 ou 360 cv, conforme as opções de bateria.

Veja Também  Farol baixo desligado vai seguir multando na maioria das rodovias

Ele é equipado com três baterias para uma capacidade instalada de 90 kWh para o motor elétrico de 115 kW. O tempo de carregamento de zero a 80 por cento é de aproximadamente 35 minutos, além de carregar por meio de energia de frenagem regenerativa com o veículo em movimento.

A Scania ressalta que continuará desenvolvendo veículos eletrificados para todas as aplicações de curta, média e longa distâncias e para o segmento da construção. “Sabemos que muitos motoristas serão atraídos para um sistema de transportes sustentáveis com esses caminhões do futuro”, diz a empresa.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana