conecte-se conosco


EM TODO PAÍS

Agências do INSS retomam atendimento presencial a partir desta segunda-feira

Publicado

Geral

As agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retomam as atividades presenciais a partir de hoje (14) em todo o país.

Nesta primeira fase de reabertura, somente os atendimentos agendados previamente serão realizados nas agências, incluindo, em alguns casos, a retomada da perícia médica previdenciária, que ocorrerá apenas em unidades específicas.

De acordo com o INSS, cerca de 600 agências estarão reabertas. O número representa menos da metade das unidades do INSS, mas corresponde às maiores agências, as que tem maior capacidade de atendimento.

O governo deve divulgar ao longo da semana a lista completa das agências abertas, mas o segurado já pode consultar a informação no aplicativo Meu INSS ou no telefone 135.

“As pessoas só devem ir às agências estando com agendamento prévio feito pelo telefone 135 ou pelo aplicativo Meu INSS. Qualquer dúvida pode ser tirada pelo 135 ou pelo chat Helô. dentro do aplicativo”, afirmou o presidente do INSS, Leonardo Rolim Guimarães, na última sexta-feira (11), ao anunciar a reabertura. O horário de funcionamento das agências será de 7h às 13h, de segunda a sexta.

“Um outro ponto importante que a gente precisa lembrar as pessoas é que não devem procurar agendamento para aqueles serviços que podem ser feitos de forma remota, por exemplo, uma aposentadoria, pensão, salário-maternidade. Esses serviços continuam sendo feitos remotamente”, acrescentou Rolim.

Veja Também  Entrega da UBS do Jardim Eldorado eleva 51% cobertura da atenção primária

Procedimentos de reabertura

Além do número limitado de atendimentos, as pessoas que forem às agências devem usar máscaras e ter a temperatura corporal aferida por meio de termômetro infravermelho.

Se for constatada temperatura acima de 37,5 graus, o segurado não poderá nem sequer entrar na agência, e ainda será orientado a procurar um serviço médico.

As orientações incluem chegar pouco antes do horário marcado, para evitar a formação de filas, e manter o distanciamento mínimo de um metro das outras pessoas. Servidores do INSS usarão equipamentos de proteção individual durante os atendimentos. No caso das agências que contarão com o serviço de perícia médica previdenciária, houve um reforço ainda maior nos protocolos de higiene.

Entre os serviços que poderão ser realizados presencialmente estão o cumprimento de exigência, avaliação social, justificação administrativa ou social (caso em que a pessoa precisa levar um documento para comprovar tempo de serviço que não não está no cadastro oficial), reabilitação profissional e perícia médica (apenas em algumas agências).

Veja Também  Emanuelzinho recebe apoio de vereadores na disputa a prefeito

Antecipação de benefícios

Desde março, quando o atendimento presencial foi suspenso, o INSS informou que foram concedidas antecipações de 186 mil benefícios de Prestação Continuada (BPCs), pago a pessoas com deficiência, e 876 mil antecipações de auxílios-doença. Ainda segundo a autarquia, o governo reduziu a quantidade de requerimentos que estavam sob análise do INSS desde o início da pandemia.

Em junho do ano passado, quando a fila de requerimentos que dependiam de um parecer da autarquia chegou ao ápice, havia um total de 2,32 milhões de pedidos em análise. Em janeiro desse ano, a fila tinha caído 1,635 milhão.

No início da pandemia, em março, quando o INSS fechou o atendimento ao público, houve uma nova redução, para 1,30 milhão. Hoje, essa fila está em 758 mil.

Apesar da redução do número de requerimentos sob análise do INSS, aumentou a quantidade de requerimentos em exigência, que são aqueles que dependem de uma informação complementar ou documento por parte do segurado. Atualmente, esses requerimentos somam 906 mil na fila.

Comentários Facebook

Geral

Professor da Universidade Federal de Mato Grosso morre após não resistir à covid-19

Abdalla Zarour

Publicado

O professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Edmundo Souza, morreu vítima da covid-19, neste sábado (24). Ele estava internado há vários dias em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e amigos tinham feito vaquinha virtual para ajudar a família.

Não foi informado se o paciente tinha comorbidades. O comunicado da morte foi feito em um grupo em rede social, que ressalta tradições cuiabanas e recebeu centenas de mensagens de despedida.

Edmundo Souza passou a dar aula na UFMT em 1981 e foi o precursor da capoeira em Cuiabá. Ele passou por vários setores e foi responsável pelas disciplinas de Teoria e Prática do Futebol e Estágio Supervisionado.

Comentários Facebook
Veja Também  Garoto de 14 anos pega carro escondido dos pais e morre ao bater de frente em caminhão
Continue lendo

Geral

Mato Grosso registra 140.244 casos e 3.782 óbitos por Covid-19

Avatar

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (24.10), 140.244 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.782 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 443 novos casos de coronavírus no Estado. Dos 140.244 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 13.958 estão em isolamento domiciliar e 121.964 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 182 internações em UTIs públicas e 167 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 45,50% para UTIs adulto e em 19% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (28.110) Rondonópolis (10.361), Várzea Grande (9.879), Sinop (6.874), Sorriso (6.201), Lucas do Rio Verde (5.850), Tangará da Serra (5.632), Primavera do Leste (4.816), Cáceres (3.438) e Campo Novo do Parecis (2.866).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também  Garoto de 14 anos pega carro escondido dos pais e morre ao bater de frente em caminhão

O documento ainda aponta que um total de 112.771 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.261 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última sexta-feira (23), o Governo Federal confirmou o total de 5.353.656 casos da Covid-19 no Brasil e 156.471 óbitos oriundos da doença.

No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 5.323.630 casos da Covid-19 no Brasil e 155.900 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sábado (24).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus.

A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

Veja Também  Prefeitura divulga normas para dia de finados e edita novo decreto flexibilizando serviços não essenciais

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana