conecte-se conosco


Carros

Suzuki Vitara de nova geração chega até o fim do ano com motor híbrido

Publicado

Carros


source
Suzuki
Divulgação

Suzuki Vitara de nova geração ainda não teve imagens reveladas, mas a montadora já disse sobre as novidades para a imprensa asiática

Após cinco anos de mercado, o Suzuki Vitara atual dará sucessão ao novo modelo 2021, que recebe importantes atualizações. Conforme adianta a imprensa da Ásia, a fabricante japonesa prepara a chegada da novidade até o fim do ano no mundo, com grandes chances de lançar em outubro, estreando os mais recentes padrões tecnológicos e estéticos da categoria.

O Suzuki Vitara fica maior, mais tecnológico e com visual mais moderno. Ainda assim, um de seus maiores destaques fica por conta do sistema de propulsão híbrido-leve. Tal como o novo Swift, deverá adicionar esportividade e apelo, por meio de linhas mais arrojadas.

Ao que tudo indica, o SUV híbrido terá comprimento de 4,20 metros, enquanto a largura de 1,77 m passará para 1,78 m e a altura de 1,61 m para 1,62 m. A distância entre-eixos, porém, será mantida em 2,50 metros, já que a plataforma será basicamente a mesma.

Veja Também  Veja as impressões da nova Mitsubishi L200 Triton Sport 2021

Migrando para os conjuntos mecânicos, a principal novidade ficará por conta da adoção do motor 1.4 K14D Boosterjet de 129 cv, equipado com um sistema híbrido-leve de 48 volts, com motor elétrico e bateria. O objetivo é auxiliar nas acelerações do Suzuki Vitara , diminuindo a demanda por parte do motor a combustão, algo que aumenta a economia de combustível e reduz as emissões. Outra vantagem do SUV japonês é que ele é capaz de aproveitar as desacelerações para recarregar as baterias.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros

BMW R 1250 RT poderá ser personalizada com itens exclusivos

Avatar

Publicado


source
BMW R 1250 RT Opcional 719
Divulgação

BMW R 1250 RT Opcional 719: bancos revestidos de couro e personalização passam a estar disponíveis na linha BMW


A BMW Motorrad anuncia que vai lançar no mercado brasileiro até o fim deste ano o pacote de personalização Opcional 719, que fará a sua estreia por aqui na R 1250 RT.


O pacote Opcional 719 (que faz referência ao código interno usado nos produtos customizados da marca) para a BMW R 1250 RT traz uma série de componentes com visual exclusivo, numa lista que inclui tampa do motor forjada, tampa do cabeçote em alumínio anodizado, além de banco e rodas especiais.

Produzida na Alemanha, a touring R 1250 RT está equipada com um motor boxer bicilíndrico de 1.254 cm³, capaz de desenvolver 136 cv e torque de 14,58 kgfm. A marca ainda não divulgou os preços do modelo e nem dos itens do pacote Opcional 719.

Veja Também  Vendas de carros usados superam expectativas do setor

Condições especiais

BMW G 310 GS
Divulgação

BMW G 310 GS também estará entre os modelos que poderão ser personalizados com a nova linha de acessórios originais


Até o fim deste mês, a BMW Motorrad oferece condições especiais de compra para as motos da marca, que incluem taxas reduzidas no financiamento além das três primeiras revisões e emplacamento gratuitos.

O modelo G 310 GS pode ser adquirido com taxa especial de 0,79% a.m., com entrada de 50% e saldo em 12 meses. O financiamento pode ser composto por entrada de R$ 13.875 mais 12 parcelas mensais de R$ 1.287,23.

Os outros modelos estão disponíveis com taxa de 0,95% a.m. por meio do plano BMW Select, que inclui a garantia de recompra ao cliente pela concessionária e pode incluir também nas parcelas os acessórios originais. Na condição Special Sale, independentemente da modalidade da compra, a BMW  oferece as três primeiras revisões e emplacamento gratuitos.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Veja as impressões da nova Mitsubishi L200 Triton Sport 2021

Avatar

Publicado


source
Mitsubishi L200 Triton Sport 2021
Divulgação

Mitsubishi L200 Triton Sport 2021 ganha frente renovada e fica com aspecto mais moderno para encarar os rivais

Quem vê a nova Mitsubishi L200 Triton Sport por fora pode achar que se trata de uma nova geração, mas este não é o caso. Montada em Catalão (GO), a picape ganhou o mesmo design do modelo tailandês e agora tem um “rosto” compatível com o resto do mundo. A partir de agora, o modelo passa a custar R$ 188.990 na versão GLS; R$ 212.990 na versão HPE e R$ 232.990 na HPE-S. 

A identidade visual “Dynamic Shield” deu linhas mais robustas e agressivas à picape, que agora tem faróis mais estreitos com assinaturas em LED (na versão HPE-s) e grade frontal com acabamento metálico. Na traseira, a Triton perdeu a lanterna característica que se estendia pela lateral. É possível afirmar que ela está mais parecida com as rivais neste ângulo.

O habitáculo ganhou sistema de captação de ar para simular saídas para os ocupantes do banco traseiro. Uma entrada que fica acima da cabeça do motorista direciona o ar-condicionado aos passageiros, que podem até mesmo escolher a intensidade da ventilação. É um recurso interessante, mas não substitui uma terceira zona. O ar-condicionado digital passa a ser item de série na L200.

Veja Também  KTM 250 Adventure vai ser lançada no mês que vem

A central multimídia da JBL tem compatibilidade com smartphones via Apple CarPlay e Android Auto, mas a qualidade do som não enche os olhos. O painel é montado em plástico de boa qualidade, com detalhes em preto brilhante e acabamento que lembra aço escovado.

A versão que testamos, a HPE-S (R$ 232.990) tem sete airbags, leitor de saída de faixa, alerta de ponto-cego e sistema de frenagem de emergência. Além disso, a Mitsubishi adicionou um sistema que previne colisão em uma aceleração involuntária. Ótimo recurso para quem mora em prédio e já avançou contra o carro do vizinho.

A melhor forma

Percorremos cerca de 230 km pelo interior de São Paulo para avaliar a L200 em todos os tipos de terreno. Mesmo depois que a chuva muito aguardada decidiu cair na região de Atibaia (SP), a “bruta” se mostrou muito versátil. Apesar de manter o motor 2.4, turbodiesel, que rende 190 cv a 3.500 rpm e 43,9 mkgf a 2.500 rpm, a grande sacada está no câmbio automático. Antes eram cinco marchas, agora são seis.

Na cidade, a Triton parece um automóvel. O bom isolamento acústico impede que o som do motor a diesel tome a cabine. A posição de dirigir também agrada, garantindo muita visibilidade ao motorista, e o raio de giro de 5,9 metros facilita manobras em ambientes apertados. No uso rodoviário, a boa escalonagem das marchas  – mais curtas da primeira à quinta – deixam a Triton bem esperta em retomadas.

Veja Também  BMW R 1250 RT poderá ser personalizada com itens exclusivos

Acima de 110 km/h, o câmbio automático dá preferência pela sexta marcha. O giro cai para rotações em torno de 1,2 mil rpm, reduzindo o barulho do motor e o consumo de combustível. Segundo o Inmetro, a L200 pode aferir 10,1 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada.

Habitat natural

A Triton tem um seletor para trações 4×2, 4×4 e 4×4 reduzida. Como complemento, o motorista poderá escolher o tipo de terreno que está enfrentando no off-road (cascalho, lama, areia) para melhorar a performance e a aderência da picape. Nas trilhas mais fechadas e íngremes, o assistente de descida controla o freio para enfrentar os desafios mais complexos.

A Mitsubishi L200 Triton Sport encontrou sua melhor forma na linha 2021. O destaque fica por conta do câmbio automático, que demonstrou muita versatilidade na terra e no asfalto. O pênalti é integrar apenas dois airbags na versão GLS.

Vale lembrar que o modelo anterior continuará à venda nas lojas da Mitsubishi, com preços entre R$ 151.990 e R$ 208.990. O modelo terá uma versão para frotistas e quatro para pessoa física, com opção de câmbio manual.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana