conecte-se conosco


Saúde

China anuncia cura de segundo paciente reinfectado pela Covid-19

Publicado

Saúde


source
China
Pixabay

Pesquisadores tentam entender como paciente curado pode ser reinfectado

China anunciou que um homem que contraiu o novo coronavírus (Sars-CoV-2) por duas vezes foi curado, informou a agência de notícias estatal Xinhua nesta quinta-feira (13). O caso raríssimo está sendo estudado por cientistas do país.

A nota divulgada pela Comissão Sanitária de Xangai diz que o paciente chegou na cidade no dia 9 de agosto vindo da província de Jilin, no nordeste chinês. No dia seguinte, ele foi para o hospital Zhongshan e testou positivo para a Covid-19 , sem apresentar sintomas.

Como o caso era leve, ele foi internado para observação em um centro especializado em pacientes com o novo coronavírus , onde ficou isolado. As autoridades ainda fizeram uma desinfecção nos locais por onde ele tinha passado e exames em familiares e amigos, mas ninguém foi contaminado.

Veja Também  SUS completa 30 anos com conquistas e desafios

Ainda conforme a Xinhua, o homem havia contraído o Sars-CoV-2 pela primeira vez em abril deste ano, após uma viagem.

O anúncio do paciente ocorre um dia depois de outro caso, dessa vez na província de Hubei, onde uma mulher contraiu a doença novamente após ter a Covid-19 em janeiro.

Os casos de “reativação do vírus” são ainda um mistério para pesquisadores e cientistas em todo o mundo.

Há pesquisas que apontam que a imunidade do corpo de quem foi infectado pelo vírus diminui rapidamente com o passar do tempo, expondo a pessoa ao risco de uma nova contaminação. Já outras afirmam que o novo coronavírus continua ativo no corpo de alguns pacientes, deixando vestígios de partículas virais que não provocam mais infecção em outras pessoas.

No entanto, os especialistas não sabem dizer porque isso ocorre em apenas uma mínima parcela dos contaminados ao mundo.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Saúde atualiza números da pandemia: Brasil tem 363 novos óbitos

Avatar

Publicado


.

Segundo a última atualização do Ministério da Saúde, mais 363 pessoas morreram por causa da covid-19 no Brasil neste domingo (20). Com isso, o total de óbitos chega a 136.895 desde 27 de março. 

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 65,1. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 2.162,6. As informações são do Ministério da Saúde e estão disponíveis na internet.

De acordo com a atualização de dados feita às 18h, 16.389 pessoas tiveram confirmadas novas contaminações hoje. O balanço totaliza 4.544.629 casos de contaminação pelo novo coronavírus Segundo o ministério, 3.851.227 de pessoas recuperaram a saúde depois da infecção – cerca de 85% dos casos.

A Região Sudeste registra um total de 1,581 milhão de casos de infecção pela covid-19, seguida pela Região Nordeste com 1,272 milhão de casos. No Norte do país, somam 600,8 mil casos. No Sul, 545,2 mil. E no Centro-Oeste, mais de 544 mil casos.

Veja Também  Covid-19: com risco de contágio, poderemos usar ar-condicionado no verão?

O Estado de São Paulo, o mais populoso é o com maior número de contaminações. Desde o início da pandemia no Brasil, a região registra 935.300. Nesse período, 33.952 mortes ocorreram no estado por causa da covid-19.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Brasil registra 363 mortes e mais de 16 mil novos casos de Covid-19 em 24h

Avatar

Publicado


source
Mortes Covid-19
Alex Pazuello/Semcom

Conass atualiza painel de casos e mortes da Covid-19 no Brasil

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou mais 363 mortes causadas pelo novo coronavírus , fazendo o total subir para 136.895. Já o número de casos confirmados de contaminações chegou a 4.544.629. Desse total, 16.389 casos só de ontem para hoje.

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 33.952 óbitos causados pela Covid-19 . O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 17.677 mortes, seguido por Ceará, Pernambuco e Minas Gerais.

Desde o início de junho, o Conass divulga os números da pandemia da Covid-19 por conta de uma confusão com os dados do Ministério da Saúde. As informações dos secretários de saúde servem como base para a tabela oficial do governo, mas são publicadas cerca de uma hora antes.

Veja Também  SUS completa 30 anos com conquistas e desafios
Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana