conecte-se conosco


Saúde

Com 572 registros, mortes por Covid-19 no Brasil passam de 101 mil

Publicado

Saúde


source
Coveiro com roupa impermeável em cemitério Nossa Senhora Aparecida%2C em Manaus
Alex Pazuello/Prefeitura de Manaus

Estado de São Paulo é o mais atingido pela Covid-19

O Brasil chegou neste domingo (9) a 101 mil mortes pela Covid-19 , doença causada pelo  novo coronavírus  (Sars-CoV-2), segundo boletim do Ministério da Saúde. Nas últimas 24 horas, os novos óbitos foram 572, lembrando que os números aos finais de semana são menores por conta do represamento de informações nas secretarias estaduais de Saúde.

De acordo as informações divulgadas pela pasta, o casos confirmados passaram a 3.035.422, sendo que os novos registros nas últimas 24 horas foram 23.010.

São Paulo continua sendo o estado maia afetado pela Covid-19, com 627.126 casos confirmados da doença e 25.114 óbitos registrados desde o início da pandemia. A quantidade de mortes faz o estado responder, sozinho, por cerca de 25% delas em todo o Brasil.

Tabela de mortes e casos confirmados da Covid-19 no Brasil
Divulgação/Ministério da Saúde

Tabela de mortes e casos confirmados da Covid-19 no Brasil

A Bahia é o estado que aparece em segundo lugar, sendo que os casos confirmados no estado são 193.029 e as mortes, 3.953. Em seguida vêm Ceará (188.542 casos confirmados e 7.954 mortes), Rio de Janeiro (178.850 casos confirmados e 14.080 mortes) e Pará (167.642 casos confirmados e 5.885 mortes).

Veja Também  INSS informa que 202 peritos compareceram ao trabalho hoje

Segundo o Ministério da Saúde, 815.913 pacientes com a Covid-19 estão em acompanhamento, 2.118.460 estão recuperados e 3.566 óbitos ainda estão em investigações.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Número de mortes por Covid-19 nos EUA chega a 200 mil

Avatar

Publicado


source
O presidente Donald Trump
Foto: Reprodução/ONU

Trump ataca China na Assembleia Geral da ONU

Os Estados Unidos chegaram a 200 mil mortes pela Covid-19, nesta terça-feira (22). De acordo com o monitoramento da Universidade Johns Hopkins, os EUA são o primeiro país a alcançar esse número de vítimas do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no mundo desde o início da pandemia. O país também está perto de chegar a 7 milhões de casos confirmados da doença.

As primeiras 100 mil mortes confirmadas nos EUA ocorreram entre janeiro e maio. A doença se espalhou rapidamente por todos os 50 estados americanos, mas foi Nova York, entre março e abril, que registrou os piores dias da pandemia.

Atualmente, a maior parte dos estados americanos tem apenas restrições pontuais para a abertura de estabelecimentos, e há disputas políticas e judiciais sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras.

Veja Também  Estudo sugere que Manaus atingiu imunidade de rebanho contra Covid-19

Considerando todo o planeta, o total de mortes pelo novo coronavírus se aproxima de 1 milhão: são mais de 960 mil vítimas acumuladas no mundo. O Brasil, em dados absolutos, tem o segundo maior número de vítimas da Covid-19: o país registrou mais de 137 mil mortes até segunda-feira (21).

Trump ataca a China

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, atacou a China pela forma como o país asiático gerenciou a crise da Covid-19. Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, nesta terça-feira (22), o americano voltou a chamar o Sars-CoV-2 de “vírus chinês”, que ele disse ser um inimigo invisível.

“Nos primeiros dias do vírus, a China fechou-se para viagens domésticas, mas permitiu que as pessoas saíssem da China e infectassem o mundo”, disse Trump. Em seguida, ele pediu para que a ONU responsabilize os chineses.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Emirados Árabes Unidos já começaram a administrar vacina contra Covid-19

Avatar

Publicado


source
Segundo o Ministério da Saúde, médicos e enfermeiras do Hospital para Mulheres e Crianças Al-Qassimi são os primeiros a serem vacinados
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Segundo o Ministério da Saúde, médicos e enfermeiras do Hospital para Mulheres e Crianças Al-Qassimi são os primeiros a serem vacinados

Os  Emirados Árabes Unidos  já começaram a administrar a vacina contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) em profissionais de saúde. De acordo com informações do Ministério da Saúde local, a imunização está atualmente na fase 3 de testes, a última antes de sua aprovação formal.

Segundo o Ministério da Saúde, médicos e enfermeiras do Hospital para Mulheres e Crianças Al-Qassimi, no emirado de Sharjah, são os primeiros a serem vacinados no país. O próprio ministro da Saúde, Abdulrahman al-Owais, tomou a vacina no sábado. Vários funcionários da pasta também receberam a imunização.

Os testes desenvolvidos pela empresa chinesa Sinopharm estão na fase 3 e começaram nos EAU em julho. Segundo o Ministério, a imunização é perfeitamente segura e todos os voluntários vacinados durante os testes estão produzindo anticorpos e apresentam poucos efeitos colaterais.

Veja Também  Vítimas recentes da dengue podem ter imunidade contra a Covid-19

“Os vacinados ficarão sob supervisão médica cuidadosa e contínua, juntamente com os exames necessários para detectar quaisquer efeitos adversos que possam surgir”, disse a pasta em comunicado.

Na China, centenas de milhares de profissionais de saúde, militares e funcionários públicos já receberam a vacina na China, embora os testes não tenham sido concluídos. Doses da imunização da Sinopham também foram administradas na Jordânia, Bahrein e Egito.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana