conecte-se conosco


Carros

A VW Kombi mais antiga do mundo completa 70 anos de existência

Publicado

Carros


source
VW Kombi
Divulgação

VW Kombi mais antiga do mundo já foi van de transporte, já foi carro de coleção e agora é peça de museu

Cinco meses após o início da produção da VW Kombi em Wolfsburg (Alemanha), a fábrica mostra o modelo que hoje é o mais antigo em perfeitas condições, completando incríveis 70 anos de idade. Trata-se do chassi número 20-1880, que viu as ruas pela primeira vez em 5 de agosto de 1950. Seria apenas mais uma entre as pouco mais de 8.000 produzidas naquele ano, mas hoje descansa no acervo de clássicos da Volkswagen.

Como é de se imaginar, sua história é muito rica. Saindo da fábrica, foi cumprir na cidade de Hildesheim (Alemanha) a tarefa de se tornar um veículo de transporte, como muitas “irmãs” mais velhas e mais novas. E a VW Kombi ficou nessa vida durante 23 anos, até se tornar uma peça de coleção, passando boa parte do começo da aposentadoria escondida em algumas garagens alemãs. Em comunicado, a Volkswagen lembra de quando completava 42 anos de vida.

Veja Também  Nissan mostra foto do novo Versa camuflado em testes

“Em 1992, a Kombi mais antiga do mundo tinha menos de 100 mil quilômetros no hodômetro, e foi rebocada para a Dinamarca. Como ficar 19 anos parado não faz bem a nenhum veículo, algumas peças essenciais foram trocadas para que pudesse rodar novamente. Certo de que ficaria com a Kombi por um bom tempo, Tonny decidiu batizá-la de Sofie, apelido do seu primeiro carro”.

Depois disso, passou por uma restauração que durou entre 2000 e 2003. Uma vez pronta, foi com Sofie e Tonny pelas estradas européias, em vários encontros, que somam mais de 20 mil km de distância. Até que, em 2014, recebeu uma visita do príncipe da Dinamarca ao departamento de veículos comerciais da Volkswagen, agora sediado em Hannover.

“Um concessionário que acompanhava a comitiva mencionou que existia na Dinamarca uma Kombi 1950 à procura de um novo lar”, relata a VW. Tonny, agora mais velho, não viajava mais para os encontros, mas também não queria privar Sofie das aventuras dos últimos anos. Assim, o departamento de clássicos da VW entrou em contato com Tonny, e após semanas de discussões, chegou a uma decisão. “Prefiro vender a Sofie para vocês, onde a VW Kombi ainda poderá fazer as pessoas sorrirem”.

Veja Também  Chevrolet revela os novos Onix RS e Onix Plus Midnight
Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros

Royal Enfield Interceptor 650 vira moto customizada em estilo “bobber”

Avatar

Publicado


source
Royal Enfield Interceptor 650
Divulgação

Royal Enfield Interceptor 650 “Regale”: estilo retrô e customizado deixa a moto com aspecto elegante e esportivo


Já conhecida pelo seu visual retrô, a Royal Enfield Interceptor 650 ganha uma cara ainda mais interessante graças ao trabalho executado pela customizadora indiana Eimor Customs, que modificou a moto no estilo bobber.


Para a criação dessa Royal Enfield Interceptor customizada, que ganhou o nome de Regale, o pessoal da Eimor praticamente reconstruiu a moto. Além de novos pneus, para-lamas e de um escape em aço inoxidável, o trabalho incluiu modificações no quadro da moto para a instalação de um assento mais curto e com espaço apenas para o piloto, o que exigiu também mudanças na fixação dos amortecedores traseiros.

Foi feita ainda a troca do guidão e a alteração da posição do filtro de ar e da bateria. Já o quadro de instrumentos foi trocado por um mostrador único, que foi adornado com detalhes em latão. Para completar o (belo) tapa no visual, a oficina instalou ainda compartimentos para ferramentas inspirados nas caixas de munição metálicas da época da Segunda Guerra Mundial.

Veja Também  Carteira Digital de Trânsito libera pagamento de multas com desconto


A Eimor não falou em modificações no conjunto mecânico da Royal Enfield Interceptor 650, que originalmente é composto por um motor bicilíndrico de 648 cm². Refrigerado a ar e dotado de injeção eletrônica, desenvolve 47,65 cv e é combinado a um câmbio de seis marchas. No Brasil, o modelo importado da Índia é oferecido a partir de R$ 24.990.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Chevrolet revela os novos Onix RS e Onix Plus Midnight

Avatar

Publicado


source
Chevrolet Onix Plus Midnight e Onix RS
Divulgação

Chevrolet Onix Plus Midnight e Onix RS: duas novas versões do compacto com apelo esportivo e com itens exclusivos


A Chevrolet confirma o lançamento no mercado brasileiro dos novos Onix RS e Onix Plus Midnight. Os dois modelos de visual esportivo chegam às concessionárias em outubro. Sem diferenças mecânicas para as versões normais, as duas novas variações estão equipadas com o motor 1.0 turbo de 116 cv e o câmbio automático de seis marchas.


O Onix RS se destaca pelo pacote visual com grade dianteira tipo colméia, faróis do tipo projetor com máscara negra, deflerores de ar dianteiro e traseiro, aerofólio e salas laterais, além de novas rodas exclusivas de 16″. Já a carroceria pode ser pintada nas cores Branco Summit, Vermelho Carmim e Preto Ouro Negro, mas sempre com o teto preto.

Veja Também  Nissan mostra foto do novo Versa camuflado em testes

Por dentro, o hatch traz o interior todo preto, com detalhes em vermelho nas saídas de ventilação, volante e costura dos bancos, além do quadro de instrumentos com grafismo exclusivo.

Outra novidade é a nova central multimídia com tela de 8″, que provavelmente será estendida para o restante das versões no lançamento da linha 2021, e se soma a uma lista de equipamentos que inclui seis airbags, ar-condicionado e controles eletrônicos de tração e estabilidade.

Onix Plus Midnight


No sedã, a nova versão atende pelo nome de Midnight, mesmo nome já usado para designar as séries especiais de visual escurecido de modelos como Cruze, Equinox e S10.

Além dos tradicionais logotipos e da carroceria sempre na cor preta, o Onix Plus Midnight traz diferenciais estéticos vindos do Onix RS, como as rodas de 16″, a grade tipo colméia e os faróis de projetor com máscara negra.

Por outro lado, o interior — que também traz o preto como cor predominante — se diferencia pelos bancos com revestimento integral de couro na cor preta e pela ausências do detalhes em vermelho, combinado às padronagens de painel e laterais de porta vistas na versão Premier.

Veja Também  Audi aposta nos elétricos e outras novidades para o Brasil

Já a lista de equipamentos se destaca também pela presença da nova central multimídia com tela de 8″, combinada a itens como câmera de ré, acendimento automáticos dos faróis e chave presencial. 

As duas variações não tiveram os preços divulgados pelo fabricante. Mas criadas para ficar posicionadas logo abaixo da versão de topo Premier, podemos esperar por preços na faixa entre R$ 75 mil e R$ 80 mil. De acordo com a Chevrolet, o Onix RS chega para ser uma versão de linha, enquanto a Midnight estreia como uma série especial de longa duração.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana