conecte-se conosco


Carros

Nova Kawasaki Versys-X é lançada na Ásia e deve vir logo ao Brasil

Publicado

Carros


source
Kawasaki
Divulgação

Nova Kawasaki Versys-X adiciona opcional do bagageiro no modelo de entrada, protetores de manete e de carenagem, nova cor e grafismo

A inédita Kawasaki Versys-X 250 é lançada na Indonésia com novos equipamentos que devem chegar ao modelo brasileiro, de 300 cc, ainda este ano. O modelo de menor cilindrada foi uma solução encontrada aos países que obrigaram a Versys-X 300 deixar de ser produzida, devido às regulamentações de emissão de poluentes, e seu surgimento também vem para adiantar as próximas novidades que estavam na manga dos engenheiros da marca japonesa.

A principal mudança é a nova opção de cor cinza, que traz o novo tom de verde no grafismo. Além dessa atualização, ainda oferece bagageiro como opcional no modelo de entrada, barras protetoras de carenagem e protetores de manete. De resto, segue a mesma Kawasaki Versys-X que conhecemos no Brasil, com aptidões off-road, usabilidade em estradas e viagens mais longas, e até boa praticidade no uso do dia-a-dia.

Veja Também  Mitsubishi revela primeiro teaser do Eclipse Cross 2021

Versys-X 300 brasileira

Kawasaki
Divulgação

De cara, nota-se que o modelo padrão da Versys-X 300 não oferece os bagageiros, os protetores de manete e as barras da carenagem

Consideradas por muitos a “Ninja 300” das trail, une atributos off-road com conforto, inclusive em viagens mais longas. Mas diferentemente da “irmã” carenada e da Z300 — que apesar de usar o mesmo motor, têm características de superesportivas — a Versys-X 300 tem quadro e suspensões mais robustos e de maior curso. Sua mecânica desenvolve 40 cv e de 2,6 kgfm, enquanto que as outras duas têm menos potência e mais torque: 39 cv e 2,8 kgfm. Além disso, traz boa quantidade de equipamentos.

Tem velocímetro digital, conta-giros, indicador de marcha, consumo médio, relógio, indicador de temperatura e de economia de combustível, marcador de combustível e autonomia. As suspensões da trail japonesa trazem garfo telescópico com tubos de 41 mm de diâmetro e 130 mm de curso na dianteira, e amortecedor único, link, ajuste de pré-carga da mola e 148 mm de curso na traseira. Os freios da  Kawasaki Versys-X são de disco simples nas duas rodas, com 290 mm na dianteira, 220 mm na traseira e ABS.

Veja Também  Veja 5 SUVs econômicos seminovos até R$ 60 mil
Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros

Veja os novos caminhões eletrificados de Mercedes-Benz e Scania

Avatar

Publicado


source

A eletrificação da frota de veiculos comerciais é decisiva no continente europeu para atingir a meta do Acordo Climático de Paris. Por isso, as grandes montadoras da Europa estão apresentando seus caminhões eletrificados. Neste cenário a Daimler-Benz e Scania, dois dos maiores fabricantes do mundo, acabam de anunciar seus novos produtos para este mercado.

A Daimler Trucks, divisão de caminhões comerciais da Mercedes-Benz , revelou o eActros LongHaul, um novo caminhão elétrico de longo alcance. Este veiculo será incorporado à linha que já tem modelos como o eCascadia, caminhão semi-elétrico, e o eActros, caminhão elétrico urbano de curto e médio alcances.

eActros
Divulgação

A Daimler-Benz apresentou os protótipos de sua nova linha de seus caminhões elétricos e movido a hidrogênio

O novo eActros LongHaul terá uma autonomia de cerca de 500 km. A produção em série começa em 2024. Junto com o novo modelo elétrico a bateria, a Daimler também mostrou o Mercedes-Benz GenH2, um caminhão movido a hidrogênio composto por células de combustível, com um alcance de até 1.000 quilômetros.

Mercedes-Benz eActros Longhaul
Divulgação

Mercedes-Benz eActros Longhaul

O Mercedes-Benz eActros longHaul está previsto para 2024 no segmento de caminhões pesados

Veja Também  Chevrolet confirma Onix Plus Midnight, que deve chegar às lojas em outubro

Segundo a empresa, os veículos comerciais elétricos da marca já registraram mundialmente mais de sete milhões de quilômetros em testes e em programas especiais rodagem com frotistas. Como parte de sua estratégia de eletrificação, a montadora planeja oferecer veículos elétricos em todas as principais regiões de vendas até 2022 com os modelos Mercedes-Benz eCanter e eActros nos segmentos leves e médios, além da sua marca norte-americana Freightiner com os caminhões eM2 e eCascadia nos segmentos de semi e pesados.

O modelo eActros elétrico já se encontra em testes reais para o lançamento em 2022

Scania Electric
Divulgação

Scania Electric

A Scania também apresentou sua nova linha de veículos comerciais elétrico e híbrido plug-in das séries L e P. O modelo totalmente elétrico destina-se a aplicações urbanas, como a distribuição varejista. A autonomia é de até 250 km com uma única carga.

O Scania 100% elétrico está equipado com com um motor de 230 kW, equivalente a 310 cv. Ele vem com a opção de cinco baterias para um total de 165 kWh ou de nove baterias para 300 kWh de capacidade instalada. O tempo de carregamento é de cerca de 55 minutos para a opção de cinco baterias e de 100 minutos para a opção de nove, considerando meia carga elétrica.

Scania Hybrid
Divulgação

Os caminhões Scania 100% elétrico destina-se a aplicações urbanas, com um alcance de 250 km com uma carga

O caminhão Scania híbrido plug-in é destinado para o uso em longas distâncias combinando o modo de motor a combustão e modo elétrico, este até uma distância de 60 km.O trem de força conjunto tem potência de 280 ou 360 cv, conforme as opções de bateria.

Veja Também  BMW confirma chegada da R 1250 RT ao Brasil

Ele é equipado com três baterias para uma capacidade instalada de 90 kWh para o motor elétrico de 115 kW. O tempo de carregamento de zero a 80 por cento é de aproximadamente 35 minutos, além de carregar por meio de energia de frenagem regenerativa com o veículo em movimento.

A Scania ressalta que continuará desenvolvendo veículos eletrificados para todas as aplicações de curta, média e longa distâncias e para o segmento da construção. “Sabemos que muitos motoristas serão atraídos para um sistema de transportes sustentáveis com esses caminhões do futuro”, diz a empresa.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Conheça a nova Ducati Multistrada 950S

Avatar

Publicado


source
Ducati Multistrada 950S
Divulgação

Ducati Multistrada 950S

Há exatos três anos chegava ao Brasil a versão mais comportada da Ducati Multistrada, a 950, produzida em Manaus, AM (veja aqui). Comportada mas não tanto, pois continuava sendo uma italiana de sangue quente. Só que, com uma cilindrada pouco menor que a das irmãs 1200 e bem mais leve e ágil, essa motocicleta me conquistou. Era, também mais barata do que as Multistrada maiores.

A Ducati Multistrada 950 agora dá lugar à Ducati Multistrada 950S , que chega com a mesma mecânica da antecessora mas com muito mais equipamentos eletrônicos. Visualmente, chega a ser difícil distiguir as duas versões, mas as rodas raiadas de série não deixam dúvida de que se trata da Ducati Multistrada 950S 2021.

A apresentação da nova Ducati Multistrada 950S foi feita em uma live na internet, mas desta vez eu pude ir até lá para conhecer a motocicleta de perto. Em breve estarei pilotando uma pelas ruas e, preferencialmente, por estradas.

Além das rodas raiadas, que têm construção de forma a permitir o uso de pneus sem câmara, a nova Multistrada 950S ganhou uma série de itens eletrônicos de conveniência e segurança, como o cruise control (erroneamente conhecido por piloto automático), quick shift DQS (permite troca de marchas ascendentes e descendentes sem usar a embreagem), e suspensões semiativas totalmente eletrônicas DSS (compressão e retorno são continuamente ajustados durante a pilotagem).

Veja Também  Veja os novos caminhões eletrificados de Mercedes-Benz e Scania

O novo sistema eletrônico de medição inercial de seis eixos IMU controla diversos sistemas na motocicleta, desde o Cornering ABS dos freios, que podem ser acionados em curvas, com a motocicleta inclinada, até o desligamento dos piscas, pois o sistema entende que a conversão terminou quando a motocicleta volta à vertical.

Faz parte do sistema de iluminação totalmente de leds da 950S o DCL, Ducati Cornering Lights, que direciona as luzes externas do conjunto ótico para dentro da curva, sistema também controlado pelo IMU.

Compondo um pacote de itens bastante interessantes, a Ducati Multistrada 950S tem ainda o novo painel de instrumentos de TFT, controles dos punhos do guidão retroiluminados e o VHC, que auxilia paradas e arrancadas em aclives, mantendo os freios acionados por até 9 segundos.

Foram mantidos os sistemas já conhecidos na Multistrada anterior, como o Hands Free, que dispensa a chave para acionamento da ignição, o controle de tração ajusteavel em oito niveis, os quatro modos de pilotagem (Touring, Sport, Urban e Enduro). O motor bicilíndrico Testastretta desmodrômico de 937 cm3 mantém a potência de 113 cv (75 no modo Urban) e o torque de 9,6 kgfm.

Veja Também  Mitsubishi revela primeiro teaser do Eclipse Cross 2021

Depois de desembolsar R$ 94.990, coça as mãos a ideia de gastar mais um pouco para equipar a Ducati Multistrada 950S com um ou mais acessórios disponíveis, todos muitíssimo atraentes. O conjunto de malas, duas laterais e o top case, pode ser o de alumínio, grande porém ideal para longas viagens, ou o de plástico, pequeno mas belo e bem mais prático.

Há também o para-brisa escurecido e mais alto, o escapamento Termignoni, o protetor da bomba d’água, setas de led, barras de proteção do motor, proteção do carter, proteção do radiador, manoplas aquecidas, cavalete central, bocal de abastecimento rápido e bolsas sobre o tanque, que são fixadas diretamente no bocal original de abastecimento. É claro que cada um desses itens é compatível com determinadas utilizações prioritárias da motocicleta.

Acompanhei a live pela internet e depois fui até o local conhecer a motocicleta. Agora só falta pilotar a nova Ducati Multistrada 950S, o que deverá acontecer muito em breve. Aguardem ansiosos, como eu.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana