conecte-se conosco


Mato Grosso

Live debate tendências de Marketing Criativo e transformação digital no turismo

Publicado

Mato Grosso


.

O novo perfil de consumidor tem se moldado no mundo digital e o turismo precisa estar preparado para essa nova forma de mercado. A pandemia acelerou a importância do posicionamento digital e da produção de conteúdo de qualidade. Este debate foi realizado nesta terça-feira (04.08), durante a live do projeto MT Unido para Superar | Turismo, do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Secretaria Adjunta de Turismo.

O Brasil é o terceiro país com maior consumo de internet e o uso cresceu ainda mais durante a quarentena: o aumento foi entre 40% e 50%, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). E utilizar a rede mundial para promover o atrativo turístico ou o negócio e serviço vai além de postagens em redes sociais como Instagram e Facebook.

O consultor especialista em Marketing Digital do Sebrae MT, Leandro Gonçalves (@leandrogonvales0), falou sobre o Google Meu Negócio, que ajuda a ranquear os atrativos turísticos. “Existem ferramentas fundamentais para uso nos negócios. Esta auxilia porque estar bem ranqueado cria uma autoridade importante e reconhecimento” explicou. Ele recomendou ainda que o empresário tenha o seu “próprio terreno na internet”, como um site ou blog com conteúdo relevante.

Veja Também  Polícia Civil solicita boletins de qualidade do ar para apurar possível crime de poluição atmosférica

É importante ter clareza de quem é o público alvo do atrativo para um planejamento correto das ações de marketing. “Antes da pandeia havia uma programação, agora exige uma adaptação. Quem o atrativo pode atender neste momento?”, questionou Thiago Akira (@thiagoakira.com.br), consultor de marketing para o turismo. Ele reforçou que a combinação da linguagem correta e o bom produto é fundamental nas redes sociais.

A influenciadora digital Nathalia Goulart (@goulartnath) ressaltou que este é um bom momento para as empresas trabalharem como produtoras de conteúdo. “Mostrar a história da empresa, os bastidores, sugestões do que não pode faltar na mala. É importante conquistar fãs da sua marca porque são elas que vão levar seu nome a outras pessoas”, disse.

Com a mudança na maneira de consumir o turismo, valorizar as peculiaridades de cada destino e envolver outros tipos de produtos e serviços dentro do turismo de experiência é uma das grandes apostas para a retomada do turismo.

“Já visitei 32 países e posso dizer que nosso estado é lindo e muito rico de atrativos. Sempre escolho meus destinos pelas publicações, fotos e vídeos. Uma foto bem colocada chama muita atenção, investir nisso e publicar nas redes só vai contribuir. Além de marcar a localização, mostrar a estrutura ajuda muito. Também me interesso em saber como os atrativos estão lidando com os protocolos de biossegurança, vale a pena mostrar isso nas redes sociais”, indicou a influenciadora digital Michelle Dreher, do blog Embarque Comigo (@embarque.comigo).

Veja Também  Governo abre licitação para pavimentação da Estrada Morocó, em Sorriso

Lives

As lives do projeto MT Unido para Superar | Turismo são realizadas às terças e quintas-feiras, às 16h30, pelos canais do Governo de Mato Grosso no YouTube e no Facebook.

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) é apoiadora. Nesta edição, participaram a professora do curso de Marketing da Unemat, dra. Roberta Raye, e a empresária e especialista em Turismo, Rejane Pasquali. Para assistir as lives, basta clicar no link do YouTube  ou Facebook

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Todos os municípios de Mato Grosso apresentam risco baixo de contaminação da Covid-19

Avatar

Publicado


.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (21.09) o Boletim Informativo n° 197 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 11) que todos os 141 municípios do Estado configuram na classificação com risco baixo para o novo coronavírus. Pela primeira vez, nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco muito alto, indicado pela cor vermelha que indica alerta máximo de contaminação ou amarela que indica alerta moderado.

Veja a tabela de classificação de risco por município

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Recomendações e cuidados

Veja Também  Mato Grosso receberá 43 militares da Força Nacional para combate às queimadas

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Segunda-feira (21): Mato Grosso registra 114.930 casos e 3.297 óbitos por Covid-19

Avatar

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (21.09), 114.930 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.297 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.744 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 114.930 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 15.671 estão em isolamento domiciliar e 95.200 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, 254 internações em UTIs públicas e 283 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 60,48%  para UTIs adulto e em 32% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (22.641), Várzea Grande (8.583), Rondonópolis (8.330), Lucas do Rio Verde (5.261), Sorriso (4.905), Tangará da Serra (4.709), Sinop (4.645), Primavera do Leste (3.709), Campo Novo do Parecis (2.589 casos, conforme dado do Painel até às 17h30) e Cáceres (2.458).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também  Polícia Civil solicita boletins de qualidade do ar para apurar possível crime de poluição atmosférica

O documento ainda aponta que um total de 92.122 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 518 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último domingo (20), o Governo Federal confirmou o total de 4.544.629 casos da Covid-19 no Brasil e 136.895 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 136.532 óbitos e 4.528.240 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de segunda-feira (21).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

Veja Também  Mato Grosso receberá 43 militares da Força Nacional para combate às queimadas

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana