conecte-se conosco


Cuiabá

Secretaria de Mobilidade amplia monitoramento com câmeras na capital

Avatar

Publicado


.

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), da Prefeitura de Cuiabá, vai reforçar a fiscalização eletrônica com emprego de câmeras instaladas em pontos estratégios da cidade. A medida tem como objetivo garantir maior segurança nas vias da capital. De acordo com o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, atualmente são empregadas para o trabalho de monitoramento, 30 unidades. Com essas novas aquisições, o número irá aumentar para 42 câmeras, ampliação de 40%. A  novas unidades já estão sendo implantadas.

Figueiredo relembra que atualmente, Cuiabá conta com cerca de 150 faixas monitoradas. “Essas novas câmeras, além de fazerem o registro de infrações, acidentes e algumas irregularidades, são capazes de identificar o que temos de mais belo e elegante na natureza. Pássaros raros fazendo poses em nossos equipamentos”, comentou.  A fala refere-se a um recente registro onde um gavião (Carcará)  fez ‘pose’ em frente a uma delas. As imagens foram divulgadas nacionalmente (veja vídeo abaixo).

Os investimentos foram feitos por meio da licitação que resultou na contratação de uma empresa responsável pela manutenção, instalação e fornecimento de todos os equipamentos necessários para fiscalização eletrônica. 

Recente levantamento realizado pela Secretaria aponta que as avenidas Fernando Côrrea, Miguel Sutil e Historiador Rubens de Mendonça são as vias com maior fluxo de trânsito diariamente, e consequentemente são as que mais registram acidentes de trânsito. Essas localidades foram tratadas com prioridade na instalação. 

Veja Também  Prefeito entrega USF do Parque Atalaia totalmente reformada e ampliada com equipes de saúde bucal

Dentre esses equipamentos, alguns possuem o sistema em OCR, que permitem a identificação das placas dos veículos, verificar algum tipo de sinistro e ou irregularidade. Além da aquisição de novas câmeras, a Semob investiu também em equipamentos mais avançados em tecnologia, como o aparelho detector de peso. 

“Esse equipamento serve para impedir que os veículos de grande porte circulem em áreas restritas, como o centro da cidade, Avenida Fernando Côrrea da Costa e Rua Barão de Melgaço, por exemplo. O detector servirá para identificar o peso e registrar a infração se houver necessidade”, explicou o secretário. 

Outro ponto que merece destaque e chama atenção por conta dos registros de acidentes em algumas localidades, são as infrações cometidas por motoristas, que mesmo os locais estarem devidamente sinalizados, insistem em fazer a manobra. Mesmo o local estando devidamente sinalizado, realizam a conversão na contramão. 

“Todos esses investimentos que terão como principais resultados, um trânsito mais seguro e tranquilo, fazem parte do pacote de ações da gestão Emanuel Pinhero, que tem como trabalho pauta, transformar Cuiabá como uma cidade boa para se viver”, concluiu Figueiredo. 

Veja Também  Programa AMOR ultrapassa barreiras da pandemia e atende mais de 13 mil pessoas da zona rural e terapêutica

 

Centro de Controle de Mobilidade Urbana:

 

 

O Centro de Controle de Mobilidade Urbana, que funciona na sede da Secretaria, desenvolve algumas atividades: Monitoramento do trânsito, haja vista contar com 32 câmeras distribuídas em pontos estratégicos em nossa capital, para gerar maior segurança e conforto para a população cuiabana; 

Atendimento através do FISCALIZAP, ferramenta que utiliza o whatsapp, aproximando o munícipe da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana. Salienta-se que essa ferramenta tem como escopo receber comunicações relativas aos estacionamentos irregulares, falta de sinalização na via, acidentes de trânsito, congestionamentos nas vias, dentre outras situações atípicas no trânsito.  O número para contato é o 65- 99235-6950;

Atendimento aos munícipes que se envolveram em acidentes de trânsito, em relação a requerimento de imagens das câmeras de videomonitoramento, desde que munidos do boletim de ocorrência ou boletim de acidente, e mediante preenchimento do formulário de requerimento das imagens.  

4-  Trabalho em conjunto com órgãos da segurança pública como: Polícias Civil, Militar, Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, Polícia Federal, dentre outros.

 

 

 

Comentários Facebook

Cuiabá

Servidores da Assistência Social que atuam na linha de frente recebem equipamentos de proteção

Avatar

Publicado


.

Servidores da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência receberam no início dessa semana, um reforço no combate ao novo coronavírus, com a entrega de novos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Muitos deles atuam na linha de frente dos trabalhos exercidos pela Pasta e precisam desses materiais, a fim de prevenir o contágio e a proliferação da Covid-19.

Ao todo foram entregues 655 kits, contendo luvas, máscaras cirúrgicas, protetores faciais (viseiras) e aventais descartáveis. Todas as unidades foram contempladas, dentre elas, os 14 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Conselhos, Projeto Criança Feliz, Albergues, Hotel Albergue, Centros de Referência Especializado em Assistência (Creas), Centros de Convivência de Idosos (CCI’s), Gestão e Casa dos Conselhos.

Agora, cada unidade ficará responsável em fazer a distribuição conforme demanda local. O material é parte do trabalho organizado pela Secretaria, para garantir condições seguras aos profissionais nesse período de pandemia.

“Tanto na sede da Assistência como em todas as unidades descentralizadas já foram adotados procedimentos de distanciamento e estamos realizando um sistema de revezamento de funcionários para não ocorrer aglomeração. Por ser considerada como serviço essencial, todas as unidades estão abertas, por isso a importância desse reforço para contribuir com o trabalho”, disse a secretária-adjunta de Assistência Social, Clausi Barbosa.

Veja Também  Espaço de Acolhimento da Mulher recebe ludoteca do laboratório Carlos Chagas e Instituto Sabin

O EPI é todo dispositivo ou produto, de uso individual, utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção contra riscos capazes de ameaçar a sua segurança e a sua saúde.

 

 

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Prefeitura estuda decretar situação de emergência por conta das queimadas e tempo seco em Cuiabá

Avatar

Publicado


.

O prefeito Emanuel Pinheiro está estudando decretar situação de emergência em Cuiabá por conta das constantes queimadas e do tempo seco na Capital. A medida se faz necessária pois facilita a aquisição de equipamentos e aumento do pessoal que compõe a Defesa Civil municipal, que somente em agosto já atendeu a mais de 25 queimadas urbanas.

Neste ano, o período de estiagem começou mais cedo e, da segunda semana de julho a primeira semana de agosto, a Defesa Civil municipal já atendeu a mais de 50 ocorrências de queimadas urbanas, o que resultou em autos de infração que chegam a quase R$ 2 milhões. De acordo com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), de julho para cá, foram registradas mais de 1.550 chamadas de queimadas urbanas na capital.

Há cerca de dois meses e meio não chove em Cuiabá. E o diretor da Defesa Civil municipal, José Pedro Ferraz Zanetti, alerta que a situação pode piorar pois a estiagem mais crítica ocorre no início de setembro. Segundo ele, a falta de conscientização das pessoas que ateiam fogo, o calor, o tempo seco e o vento são fatores podem levar a desastres ambientais, como o que se registrou na terça e na quarta-feira (11 e 12 de agosto) na rodovia Helder Cândia (MT-010). Na quarta-feira (12), brigadistas da Defesa Civil municipal chegaram ao local por volta de 10h30 e só saíram de lá após as 18h. Corpo de Bombeiros e funcionários de empresas particulares também trabalharam em conjunto para conter as chamas.

Veja Também  Veja os dados do painel Covid-19 desta quarta-feira (12)

Nesta manhã de quinta-feira (13), eles retornaram para verificar se não há mais focos de incêndio e fazer imagens georreferenciadas, que servem de base para o auto de infração contra os proprietários dos terrenos atingidos.

José Pedro Zanetti alerta que nesta época de seca, qualquer fagulha pode ser levada pelo vento para outra localidade e se tornar uma queimada novamente. Por isso, pede a conscientização das pessoas para que não joguem bitucas de cigarro, não queimem lixo, não ateiem fogo em terrenos baldios e cuidem de sua saúde para evitar problemas respiratórios, que agora se agravam pelo tempo seco e pela pandemia de Covid-19.

Leia também – Defesa Civil de Cuiabá orienta população sobre cuidados no tempo seco

 

Também na manhã desta quinta-feira (13), a Defesa Civil de Cuiabá atende a uma queimada na região de São Gonçalo Beira Rio.

 

As imagens abaixo mostram os brigadistas combatendo o fogo na região da Estrada da Guia, na terça-feira (11)

Veja Também  Espaço de Acolhimento da Mulher recebe ludoteca do laboratório Carlos Chagas e Instituto Sabin

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana