conecte-se conosco


Cuiabá

Veja os dados do painel Covid-19 deste sábado (1º)

Avatar

Publicado


.

Neste sábado (1º), Cuiabá tem 11.686 casos confirmados de Covid-19 de residentes no município e 2.319 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Dos confirmados, 2.652 já estão recuperados da doença e houve 553 óbitos de residentes e 258 de não residentes.

Na rede hospitalar há 330 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 203 na UTI e 127 em enfermaria. Também estão internados 179 pacientes com suspeita da doença, sendo 79 na UTI e 100 em enfermaria. Do total de pessoas internadas em UTI, 172 são de residentes em Cuiabá e 110 de residentes de outros municípios. Do total de internados em enfermaria/isolamento, 170 pessoas são de Cuiabá e 57 de outros municípios.

Hoje Cuiabá registrou mais 8 óbitos, chegando a um total de 553 mortes. O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho lamentam profundamente estes óbitos.

Segue abaixo a relação dos óbitos de residentes em Cuiabá:

Veja Também  Veja os dados do painel Covid-19 desta quarta-feira (12)

-Mulher, 67 anos, internada em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 01/08.

-Mulher, 61 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão e diabetes. Foi a óbito em 01/08.

-Homem, 77 anos, internado em hospital público. Tinha diabetes, problema cardiovascular e problema renal. Foi a óbito em 01/08.

-Homem, 65 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 01/08.

-Homem, 72 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 01/08.

-Mulher, 78 anos, internada em hospital privado. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 31/07.

-Mulher, 66 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 01/08.

-Mulher, 92 anos, internada em hospital privado. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 24/07.

 

 

Comentários Facebook

Cuiabá

Prefeitura estuda decretar situação de emergência por conta das queimadas e tempo seco em Cuiabá

Avatar

Publicado


.

O prefeito Emanuel Pinheiro está estudando decretar situação de emergência em Cuiabá por conta das constantes queimadas e do tempo seco na Capital. A medida se faz necessária pois facilita a aquisição de equipamentos e aumento do pessoal que compõe a Defesa Civil municipal, que somente em agosto já atendeu a mais de 25 queimadas urbanas.

Neste ano, o período de estiagem começou mais cedo e, da segunda semana de julho a primeira semana de agosto, a Defesa Civil municipal já atendeu a mais de 50 ocorrências de queimadas urbanas, o que resultou em autos de infração que chegam a quase R$ 2 milhões. De acordo com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), de julho para cá, foram registradas mais de 1.550 chamadas de queimadas urbanas na capital.

Há cerca de dois meses e meio não chove em Cuiabá. E o diretor da Defesa Civil municipal, José Pedro Ferraz Zanetti, alerta que a situação pode piorar pois a estiagem mais crítica ocorre no início de setembro. Segundo ele, a falta de conscientização das pessoas que ateiam fogo, o calor, o tempo seco e o vento são fatores podem levar a desastres ambientais, como o que se registrou na terça e na quarta-feira (11 e 12 de agosto) na rodovia Helder Cândia (MT-010). Na quarta-feira (12), brigadistas da Defesa Civil municipal chegaram ao local por volta de 10h30 e só saíram de lá após as 18h. Corpo de Bombeiros e funcionários de empresas particulares também trabalharam em conjunto para conter as chamas.

Veja Também  Programa AMOR ultrapassa barreiras da pandemia e atende mais de 13 mil pessoas da zona rural e terapêutica

Nesta manhã de quinta-feira (13), eles retornaram para verificar se não há mais focos de incêndio e fazer imagens georreferenciadas, que servem de base para o auto de infração contra os proprietários dos terrenos atingidos.

José Pedro Zanetti alerta que nesta época de seca, qualquer fagulha pode ser levada pelo vento para outra localidade e se tornar uma queimada novamente. Por isso, pede a conscientização das pessoas para que não joguem bitucas de cigarro, não queimem lixo, não ateiem fogo em terrenos baldios e cuidem de sua saúde para evitar problemas respiratórios, que agora se agravam pelo tempo seco e pela pandemia de Covid-19.

Leia também – Defesa Civil de Cuiabá orienta população sobre cuidados no tempo seco

 

Também na manhã desta quinta-feira (13), a Defesa Civil de Cuiabá atende a uma queimada na região de São Gonçalo Beira Rio.

 

As imagens abaixo mostram os brigadistas combatendo o fogo na região da Estrada da Guia, na terça-feira (11)

Veja Também  Espaço de Acolhimento da Mulher recebe ludoteca do laboratório Carlos Chagas e Instituto Sabin

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Referência de educação inclusiva, Cuiabá atende 1.200 alunos com deficiência

Avatar

Publicado


.

Considerada uma referência, a Educação Especial em Cuiabá, segue a proposta da gestão Emanuel Pinheiro, e prioriza a humanização e a inclusão, dentro da política educacional do Município – a Escola Cuiabana.

Tema do primeiro webnário realizado no último dia 6 de agosto, o evento reuniu profissionais, pais e especialistas para discutir, dentro da perspectiva da educação inclusiva, a prática e as estratégias para garantir o direito à aprendizagem das crianças com deficiência, nesses tempos de isolamento social provocado pela pandemia. 

Com a suspensão das atividades presenciais nas unidades educacionais, as atividades pedagógicas para os alunos com deficiência, assim como para os demais alunos, estão acontecendo por meio da educação à distância. Os professores das salas multifuncionais fazem a adaptação das atividades pedagógicas que são encaminhadas para os professores referência pelos coordenadores escolares. E os pais, recebem as orientações para que possam trabalhar o material com os filhos.

Com as medidas de isolamento social, além das aulas presenciais, estão suspensos os atendimentos domiciliares e a Equoterapia, mas a conexão entre professores, alunos e pais, permanece.

Educação inclusiva

O Município atende 1.200 estudantes com deficiência, matriculados nas 164 unidades educacionais da rede. São alunos com deficiência auditiva, visual, Transtornos do Espectro Autista (TDA), Síndrome de Down, deficiências múltiplas, física, intelectual e mental, microcefalia, paralisia cerebral, hidrocefalia, Atraso do Desenvolvimento Neuropsicomotor e Transtornos do Déficit de Atenção (TDH).  

Do total de alunos matriculados, em tempos normais, as atividades presenciais nas unidades educacionais de 816 alunos que necessitam, contam com o apoio de 460 cuidadores (CADs). A rede possui ainda oito profissionais contratados como intérpretes de libras e 12 instrutores para surdos.

Veja Também  Prefeito entrega USF do Parque Atalaia totalmente reformada e ampliada com equipes de saúde bucal

A rede pública municipal de Educação dispõe ainda de atendimento domiciliar para os alunos que, em razão da sua patologia, não podem frequentar os ambientes escolares. Também é feito o atendimento aos alunos internados por meio de convênios com instituições da rede de saúde pública.

Nas escolas, os alunos com deficiência frequentam as salas de aula e recebem apoio em salas multifuncionais. A coordenadora de Educação Especial, Magna Maria de Barros explicou que a rede dispõe de 64 salas de recursos multifuncionais onde os alunos são atendidos por professores especialistas, no contraturno escolar, como estratégia complementar do atendimento educacional especializado.

Outro projeto, o “Seja Especial para Alguém Especial”, oferece a Equoterapia. No total, 164 estudantes com deficiência recebem o atendimento terapêutico após indicação médica e o compromisso assumido pela família, de garantir a presença do seu filho.

Na Secretaria Municipal de Educação uma equipe formada por fonoaudiólogos, psicólogos e assessores pedagógicos identificam, acompanham e avaliam os estudantes.

Alimentação

A alimentação escolar também faz parte das ações implementadas pela gestão. Por meio da Rede de Alimentação Escolar da Prefeitura de Cuiabá os alunos com deficiência recebem os alimentos adequados a sua necessidade, com cardápios individualizados.

O cardápio especial é preparado o mais próximo possível do cardápio padrão e, dependendo da patologia, é feita a substituição por um produto mais adequado, todos de alta qualidade. O cardápio só é alterado com autorização da Nutricionista e os pais recebem orientação em relação às crianças que necessitem de um cuidado especial complementar em casa.

Veja Também  Comunidade São Gonçalo Beira Rio aprova primeiro dia da "Operação Ribeirinho Sem COVID"

Mais de 400 alunos, de 0 a 14 anos, que possuem algum tipo de restrição alimentar, são atendidos.

Desafio

“A educação inclusiva é um grande desafio e, nesse sentido a Coordenadoria Técnica de Ensino desenvolve projetos de formação continuada para os profissionais que atuam no espaço escolar e na sede da Secretaria de Educação, inclusive com momentos formativos voltados para o nosso contexto atual, de isolamento social”, destacou a coordenadora técnica de Ensino, Zileide Lucinda dos Santos, lembrando a realização do Seminário da Educação Básica e do webnário temático voltado ao tema.  

A diretora de gestão Educacional, Mabel Strobel, ressaltou que a consolidação da Política Educacional – Escola Cuiabana -, é fundamental para o avanço da Educação Especial no Município. “A gestão Emanuel Pinheiro investe massivamente na formação continuada dos profissionais que estão diretamente envolvidos com os alunos como os Cuidadores de Alunos com Deficiência (CADs), Professores das Salas de Recursos Multifuncionais e Referência, Intérpretes, Instrutores, Pedagogos, Psicólogos e Fonoaudiólogos. Outro fator que diferencia a rede é a estruturação cada vez maior das nossas escolas, o que vem acontecendo fortemente nos últimos anos. E, com a Escola Cuiabana estamos fortalecendo a proposta da educação inclusiva e humanizada”, salientou a diretora de gestão Educacional, Mabel Strobel.

 

 

*Uso de imagem autorizada pela mãe da criança

 

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana