conecte-se conosco


Policial

Força Tática prende suspeito com mais de 5kg de droga em Rondonópolis

Avatar

Publicado


.

Em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá) policiais da 14ª Companhia de Força Tática da Polícia Militar prenderam um suspeito(de 23 anos) e na casa dele apreenderam seis tabletes, cerca de R$ 5 quilos de maconha, mais meia barra de pasta de cocaína, uma pequena balança de precisão, R$ 172 em dinheiro, além de outros produtos relacionados ao tráfico.

Essa ação ocorreu nesta sexta-feira (31.07), no bairro Vila Mariana, a partir de uma denúncia apontando o endereço como o local onde poderiam estar produtos de um furto ocorrido na noite anterior. Todavia, ao invés de receptação acabou sendo preso em flagrante por tráfico.

Conforme narrativa do BO, o suspeito ainda tentou convencer os policiais que não era o dono da droga e demais produtos que estavam na casa onde ele mora. Argumentou que estava guardando as mercadorias para outra pessoa, sem citar nomes. Ele e a droga ficaram à disposição do delegado plantonista da 1ª Delegacia de Polícia.

Veja Também  Traficante é preso em Várzea Grande com drogas e motocicletas

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook

Policial

Deputados aprovam mudança nas regras de aposentadoria dos servidores públicos

Avatar

Publicado


.
Após análise por seis meses, e oito emendas, novas regras passam a valer com a promulgação

Lorena Bruschi | Secom-MT

Parlamentares aprovaram na tarde desta quarta-feira (12.08) a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 06/2020, que prevê mudanças nas regras das aposentadorias dos servidores públicos estaduais. Por 16 votos a 8 votos, o novo texto passará a valer após a promulgação.

Após seis meses de análise pela Casa de Leis, a proposta recebeu 112 emendas, das quais oito foram aprovadas pela Comissao de Constituicao e Justiça da Casa, e uma emenda aprovada após ir a detaque.

Para o deputado Faissal Calil, a proposta foi amplamente discutida. “A reforma deve ser para todos. Acho que é um remédio amargo, mas cada um tem que se doar um pouco nesse momento, sabemos que as contas não batem e trabalhamos de forma árdua junto com o governo”, afirma, sobre o diálogo para a formulação das emendas.

Emendas

Foi aprovada a emenda nº 75, que determina que o cálculo para a aposentadoria dos servidores leva em consideração a média aritmética simples das 80% maiores remunerações da vida funcional, alterando o texto original que previa a média simples de 100%.

Veja Também  Batalhão Rotam entrega medalha Mérito Tático Policial em Cuiabá

Os servidores da Polícia Civil, agentes socioeducativos e penitenciários se aposentam com o total da última remuneração, e com a idade mínima de 50 anos, para ambos os sexos. Conforme a emenda nº 36, para a aposentadoria, essas categorias deverão ter 30 anos de carreira, sendo 20 em atividade de segurança para os homens, e 25 anos de trabalho, sendo 15 na segurança, se for mulher.

Já a emenda nº 103, prevê que os ocupantes dos cargos das carreiras da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec-MT) que tenham ingressado na respectiva carreira até a data da entrada em vigor da reforma, poderão se aposentar como profissionais da segurança, com direito a integralidade (aposentar com o valor do último salário), e a paridade (que significa receber os reajustes salariais equivalentes aos dos servidores ativos).

O servidor público estadual com deficiência que tenha ingressado no serviço público em cargo efetivo até 31 de dezembro de 2003, com o valor da sua aposentadoria integral, com base na última remuneração, e também receberá o reajuste anual, o que torna o benefício paritário. A regra foi inserida pela emenda nº 16.

Veja Também  PRF apreende arma de fogo em Sorriso-MT

Qualquer servidor público que eventualmente trocar de cargo público, por aprovação em novo concurso, não terá quebra de vínculo com o serviço, desde que o prazo entre a exoneração do cargo anterior e a posse no novo cargo não exceda 30 dias.

Os membros do Poder Judiciário e do Ministério Público, que ingressaram na respectiva carreira até 16 de dezembro de 1998, poderão se aposentar aos 53 anos, com 35 anos de trabalho se homem, e 48 anos, com 30 de trabalho se for mulher.

Atualizada em 13/08/2020.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

PRF apreende arma de fogo em Sorriso-MT

Avatar

Publicado


.

        Revolver de calibre .38 estava embaixo do banco do passageiro.

Em 12 de agosto do ano de 2020, por volta das 17 horas e 26 minutos, esta equipe compareceu no km 766.0 da BR 163, no município de Sorriso, quando abordou o veículo Chevrolet/Cruze.

Após consulta nos sistemas disponíveis, nada foi encontrado em desfavor do condutor, entretanto, ao fazer buscas no interior veículo, a equipe localizou embaixo do banco do passageiro um revólver calibre .38 municiado com 01 munição intacta.

O motorista não possuía documentação da arma, tampouco porte de arma de fogo.

Diante do crime de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, Foi dada voz de prisão ao motorista e conduzido-o para  à Delegacia de Polícia Judiciaria Civil de Sorriso. 

 

SECOM PRF MT
e-mail: [email protected]
Instagram: @prf_mt

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Veja Também  Patrulha Maria da Penha de Sinop organiza lives sobre prevenção e combate à violência contra a mulher
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana