conecte-se conosco


AMM

Em tempo de pandemia, prefeitura de Campo Verde usa internet para capacitar professores

Avatar

Publicado


.

Com as aulas suspensas e o distanciamento social provocados pela pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Campo Verde está utilizando a tecnologia para capacitar professores da rede pública municipal que vão atuar diretamente no “Projeto Recicla Verdinho”, lançado nesta segunda-feira (13).

Entre os dias 13 e 22, dezoito pessoas professores, coordenadores, diretora e a presidente da Associação de Pais e Mestre do Centro Educacional Paulo Freire, que atende alunos das séries iniciais (1º ao 4º ano), passarão por treinamentos ministrados por nutricionista, engenheiro agrônomo, consultor financeiro, técnicos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente, da Secretaria Municipal de Saúde e da Vigilância Ambiental; e também da Cooperativa de Crédito Cerrado (Sicredi Cerrado).

Os temas da capacitação serão: “A importância de uma alimentação adequada de acordo com os valores nutricionais de cada faixa etária”, “O impacto da má alimentação na sociedade campo-verdense e o controle de vetores (Aedes aegypti)”, “O aterro sanitário: paradigmas e desafios”, “Finanças pessoais em tempo de pandemia” e “A agricultura familiar no município de Campo Verde”.

No encerramento da capacitação, os professores poderão apresentar sugestões e estratégias para o desenvolvimento do Projeto por meio de um workshop virtual. Para ter acesso aos treinamentos, os participantes terão um link disponibilizado por meio de uma plataforma gratuita.

“Eu, particularmente, vejo o uso da tecnologia, da internet, como um grande avanço nessa época tão difícil para todos e acredito que os resultados alcançados farão a diferença no desenvolvimento desse projeto que une três temas de grande relevância, que são o meio ambiente, a saúde por meio da alimentação adequada e a agricultura familiar”, disse o prefeito Fábio Schroeter.

Recicla Verdinho – Idealizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e com apoio do SEBRAE, o Recicla Verdinho envolve também outras secretarias municipais e tem por objetivo contribuir com o meio ambiente, melhorar a alimentação das famílias – especialmente das mais carentes; e fomentar a agricultura familiar.

“Esse programa consiste em uma grande mudança cultural, onde as crianças compreenderão a necessidade de se repensar as ações ambientais, sociais e econômicas”, destacou o gerente de Agricultura Familiar, Altair Donizete Restani.

De acordo com o projeto, cada 20 embalagens pets, tetra pak ou de produtos de limpeza podem ser trocadas um “verdinho” (voucher) que dá direito à aquisição de produtos da agricultura familiar comercializados na Feira Livre Municipal por feirantes previamente cadastrados.

O Projeto, que conta também com a participação da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, tem como patrocinador a Sicredi Cerrado, que fará a troca dos vouchers por dinheiro na cotação de um por um. Inicialmente, a Sicredi Cerrado disponibilizou R$ 6 mil para o projeto. Em Campo Verde, cerca de 1,5 mil famílias atuam na agricultura familiar cultivando frutas, legumes, hortaliças e criando pequenos animais.

Fonte: AMM

Comentários Facebook

AMM

Primeiro dia de toque de recolher com início às 23h tem boa receptividade

Avatar

Publicado


.

O primeiro dia do toque de recolher com início às 23 horas, nesta quarta-feira (5), ocorreu de forma satisfatória, graças ao planejamento da Secretaria Municipal de Ordem Pública, que dividiu os trabalhos de forma a acompanhar o período em que os estabelecimentos estão prestes a encerrar o atendimento ao público, às 22h, conforme prevê o Decreto nº 8.034. 

Com a mudança, no período da noite, funcionam dois turnos de fiscalização: o primeiro, das 20h às 00h, conta com quatro equipes que percorrem todas as regiões de Cuiabá, verificando se o comércio como bares, restaurantes, comida de rua e distribuidoras de bebidas estão cumprindo o horário permitido. O segundo turno, que vai de 00h às 5h, segue com o toque de recolher que, nesta quarta-feira (5), ocorreu de forma tranquila. Devido à população já estar adaptada com a adoção da medida e não ter muitos registros de denúncias, as equipes foram reduzidas para duas, pois o turno anterior já passou pela maioria dos estabelecimentos. 

Na quarta-feira, o turno das 20h às 00h fiscalizou pontos de grande movimentação, como a Praça Popular, onde dois estabelecimentos foram notificados. Um por não cumprir o distanciamento mínimo entre as mesas (que é de 1,5 metro) e não realizar aferição de temperatura corporal dos clientes na entrada. O outro também não respeitou o distanciamento mínimo entre as mesas. 

No bairro Alvorada, um bar e distribuidora de bebida foi flagrado com grande aglomeração de pessoas na calçada e na rua, assistindo a uma partida de futebol na televisão, muitos sem máscara. O estabelecimento também foi notificado e todas as pessoas foram dispersadas pelos fiscais, que pediram compreensão devido ao período de pandemia da Covid-19 e perigo de contágio pelo coronavírus. A uma quadra dali, os fiscais também se depararam com outros três bares abertos minutos após às 22h e também com pessoas nas calçadas sem máscara, que foram dispersadas. 

Em seguida, a ronda – composta por agentes de regulação e fiscalização da Secretaria de Ordem Pública, agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana e policiais militares – voltou para a Praça Popular, mas tudo já estava fechado. 

Na avenida Agrícola Paes de Barros, próximo à Arena Pantanal, uma distribuidora de bebidas foi encontrada aberta e os fiscais utilizaram um alto falante para se comunicar com as pessoas e pedir que fossem para suas casas, o que foi atendido de maneira espontânea.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

AMM

Prazo para Declaração do Imposto sobre Propriedade Territorial Rural termina em setembro

Avatar

Publicado


.

A Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR), referente ao exercício de 2020, deverá ser entregue entre 17 de agosto a 30 de setembro. As regras para a apresentação da DITR foram publicadas na Instrução Normativa (IN) nº 1.967/2020.

A IN traz informações sobre a obrigatoriedade de apresentação, documentação, forma de elaboração, apuração do ITR, informações ambientais, apresentação depois do prazo e retificação, entre outros pontos.

A DITR deve ser elaborada por meio do Programa ITR 2020, disponível no site da Receita Federal. A primeira quota ou quota única do pagamento tem vencimento no dia 30 de setembro. As demais parcelas vencem no último dia útil de cada mês subsequente, acrescida de juros.

O produtor rural deve apurar o Valor de Terra Nua (VTN), seguindo as instruções da IN/RFB nº 1877/2019 e IN/RFB nº 1.939/2020. Além disso, é importante ficar atento em relação à regra de exclusão das áreas não tributáveis da área total.

Para a exclusão é obrigatória a entrega do Ato Declaratório Ambiental (ADA) ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Caso o produtor rural já tenha entregado o Cadastro Ambiental Rural (CAR), ele deverá informar o número do recibo na DITR.

VTN SJRC

Em São José do Rio Claro, um primeiro laudo técnico, cuja metodologia fosse entrevista “in loco” com 11 produtores rurais entre os dias 13 e 27 de abril de 2020, referenciou valores sugeridos no mercado local e teria apontado cálculos excedentes, os quais eram incompatíveis com os praticados na região.

Todavia, houve consenso jurídico e pericial entre o governo municipal e a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) – órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, em que um segundo parecer foi elaborado para balizar tais informações.

Pelo exposto, tal procedimento desconsidera o laudo anterior visando dar mais transparência ao classificar, por categoria de aptidão, valores compatível em conformidade com os exercidos nos municípios circunvizinhos, como Diamantino, Nova Maringá e Nova Mutum, os quais serão a serem utilizados como parâmetros para ITR para o município de São José do Rio Claro-MT. 


VALOR DA TERRA NUA (VTN) – R$/ha   

ANO

LAVOURA

(aptidão boa)

LAVOURA

(aptidão regular)

LAVOURA

(aptidão restrita)

PASTAGEM PLANTADA

SILVICULTURA OU

PASTAGEM NATURAL

PRESERVAÇÃO DA

FAUNA E DA FLORA

2015 2.222,10 1.975,20 1.728,30 1.481,40 1.481,40 1.234,50
2016 2.488,75 2.212,22 1.935,69 1.759,17

1.659,17

1.382,64

2017 4.977,50 4.424,44 3.871,38 3.518,34 3.318,34 2.765,28
2018 4.995,65 4.525,25 3.895,96 3.653,79 3.395,79 2.800,42
2019 5.062,50 4.166,67 3.533,33 3.891,67 2.814,29 2.228,57
2020 5.280,69 4.346,25 3.685,61 4.059,40 2.935,58 2.324,62
Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana