conecte-se conosco


Mulher

Foxy Eyes é febre entre celebridades; veja como reproduzir com make em casa

Avatar

Publicado


source

A nova tendência de moda queridinha pelas celebridades é a técnica conhecida como “Foxy Eyes” (olhos de raposa, em tradução livre).

Foxy Eyes
Reprodução/Instagram

Kendall e Kylie Jenner adoram a técnica


A ideia da Foxy eyes  é alongar os olhos, deixando o olhar mais sexy, e há até procedimentos estéticos para isso, como o feito recentemente pela influencer e apresentadora da MTV Gabi Prado .

Entretanto, é fácil reproduzir esse efeito com maquiagem. Celebridades como Bella Hadid, Kendall Jenner e Maisa são adeptas desse estilo de make.


Como fazer o Foxy Eyes em casa?

Foxy Eyes
Reprodução/TikTok

Usuária do TikTok ensina como fazer o Foxy Eyes perfeito


Um truque é prender um pouco o cabelo para cima e, com isso, já dar uma “levantada no olhar”. Depois, é a hora da make em si. 


Comece pelo delineado caprichado, um gatinho indo em direção ao final da sobrancelha. Caso você sinta dificuldade em traçar a linha, utilize um pedaço de fita adesiva em sentido da sobrancelha como base.

Preencha o “gatinho” e, em seguida, com o auxílio de um pincel de esfumar, faça um côncavo com uma sombra — tons marrons são os mais recomendados para fazer um Foxy Eyes mais suave e natural. Esfume bastante.

Para deixar o efeito ainda melhor, você pode usar cílios postiços. Para isso, corte os cílios na metade e cole rente aos seus no canto externo dos olhos. O truque deixa o olhar mais levantado e arredondado.

Para um passo a passo bem detalhado, veja esse vídeo que fez sucesso no TikTok:

@ximenaziga

Vean que precioso cambia la mirada este tipo de look, me dicen si les sirvió! ❤️ ##makeup ##beauty ##foxeyes ##tutorial ##foryou

♬ She Share Story (for Vlog) – 山口夕依

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook

Mulher

Perfil no Twitter reúne homenagens a pais mortos por Covid-19

Avatar

Publicado


source

Com mais de 100 mil mortos por Covid-19 no país , muitas famílias brasileiras passam o Dia dos Pais em luto. Para que a data não passe em branco e que os pais não sejam apenas um número, um perfil no Twitter dedicou o dia para fazer homenagens às vítimas. 

A conta “Inumeráveis” é um “memorial dedicado à história de cada uma das vítimas do coronavírus no Brasil” e reúne mais de 7,9 mil seguidores. Neste domingo (9), compartilharam dezenas de frases homenageando pais mortos por Covid-19. “Não há #PAI que goste de ser número. Os pais vítimas de coronavírus merecem existir em prosa”. 


Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Expulsa da escola por expor estuprador, adolescente ganha briga judicial

Avatar

Publicado


source

Em outubro de 2019, a norte-americana Aela Mansmann, 15 anos, fez uma publicação nas redes sociais que repercutiu em todo o país. A adolescente tirou uma foto no banheiro da escola, Cape Elizabeth, no estado de Maine, Estados Unidos, onde aparece um post-it no espelho com os seguintes dizeres: “Há um estuprador em nossa escola e você sabe quem é”. 

foto de post it no espelho
Reprodução/Facebook

Aela Mansmann com um post-it escrito: “Há um estuprador em nossa escola e você sabe quem é”

Depois do post da jovem, outras alunas passaram a deixar mensagens em post-its nos banheiros do colégio com pequenos relatos dos abusos que estavam sofrendo. Após a repercussão, a escola suspendeu Aela com a alegação de que a adolescente teria praticado bullying com a sua publicação, mesmo não tendo identificado quem seria o “estuprador”. 

Em entrevista ao site BuzzFeed News, a adolescente explica que estava “de saco cheio” pela quantidade de assédio e abuso que suas colegas contavam ter passado. Aela também estava cansada de ver os agressores livres sem qualquer consequência. Por isso, decidiu se manifestar. 

Os pais de Aela entraram na justiça para cancelar a suspensão da adolescente e conseguiram. A escola recorreu e o caso foi para a segunda instância, mas, na quinta-feira (6), uma corte federal em Boston decretou que a suspensão deveria ser derrubada. Para Aela, essa decisão é uma vitória para as estudantes e defensores de vítimas de violência sexual. 

A adolescente afirma vai continuar usando sua voz para falar por vítimas de estupro e pretende trabalhar para que escolas de todo o país mudem suas políticas em relação a agressões sexuais.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana