conecte-se conosco


Mato Grosso

Empaer desenvolve aplicativo para atender produtores rurais

Avatar

Publicado


.

Para facilitar o acesso do agricultor familiar aos serviços oferecidos pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), um aplicativo está sendo desenvolvido para funcionar como uma solução digital de auxílio aos agricultores na tomada de decisões relacionadas à atividade rural.

O Técnico em Administração Sistêmica da Empaer, Eder Antônio da Silva, explica que a primeira versão do aplicativo estará pronta no final do mês de julho. Ao todo serão seis etapas de desenvolvimento, com o objetivo de promover agilidade nas informações prestadas e qualidade no atendimento.

De acordo com Eder, o novo aplicativo estará interligado com o Sistema de Acompanhamento e Gerenciamento das Atividades da Empaer, o Sagae. Essa plataforma está sendo utilizada para coletar as informações dos serviços prestados ao público alvo, além de avaliar o ganho social dos produtores rurais e o trabalho executado pelos técnicos da Empaer.

“Já cadastramos, pelo Sistema Sagae, mais de 26 mil agricultores familiares de 2.270 comunidades rurais em 123 municípios. A nossa intenção é chegar a 50 mil produtores cadastrados até o final do ano”, esclarece.

Para dar agilidade na produção do aplicativo, foram contratados três analistas de desenvolvimento com recursos do Programa REED+For Early Movers (REM). Eder explica que, entre outras funções, o produtor poderá acessar o histórico de solicitações feitas pelo aplicativo e todos os dados relacionados a sua propriedade, acompanhando inclusive a evolução da produção, com indicadores importados do Sagae.

O presidente da Empaer, Renaldo Loffi, ressalta que o acesso do cidadão aos serviços do Estado a partir de plataformas digitais é uma prioridade do governo Mauro Mendes, e esse aplicativo será inserido na plataforma MT Cidadão.

“Essa ferramenta vai facilitar a rotina dos agricultores e simplificar a vida no campo por meio de uma interação rápida e de fácil manuseio. O produtor vai interagir com uma equipe composta por técnicos, pesquisadores e profissionais de várias áreas aptos a prestarem informações e atendimento”.

Segundo Loffi, através do aplicativo o produtor poderá tirar dúvidas sobre assuntos diversos, como crédito rural e administração da propriedade, obter informações técnicas sobre culturas e criações e solicitar visitas para atendimento in loco na propriedade rural. Além dos produtores, os moradores urbanos, feirantes, diretores de escolas, ou qualquer outra pessoa que tenha alguma dúvida relacionada ao trabalho rural também poderá entrar em contato para obter orientação. Tudo isso diretamente pelo celular.

A nova ferramenta está sendo desenvolvida pelo setor de Tecnologia da Informação com a colaboração da equipe de Comunicação da Empaer, além de técnicos da área de Ater (Assistência Técnica e Extensão Rural), Pesquisa e Fomento. A publicitária e Técnica em Administração Sistêmica da Empaer, Lara Jordani, responsável pela parte visual, fluxo de informações e funcionalidade do aplicativo, comenta que a ferramenta tem por objetivo atender o agricultor e a sociedade em geral de forma mais prática, célere e econômica.

“Cada vez mais a tecnologia faz parte do dia a dia dos empreendimentos rurais, auxiliando na realização das tarefas e possibilitando mais eficiência, produtividade, economia e uso racional dos recursos. O produtor terá um novo canal para troca de informações com a Empaer”, enfatiza.

Conforme Lara, essa será uma ferramenta para levar tecnologia ao campo e tornar o contato com o técnico da Empaer mais fácil e rápido. E além desse atendimento direto ao produtor e a sociedade em geral, o aplicativo também permitirá uma comunicação mais eficiente entre os próprios técnicos de diferentes localidades no Estado, considerando a especialidade de cada um e atendendo, assim, a uma demanda específica que já existia dentro da empresa.

Jordani esclarece que a finalidade é gerar uma troca cada vez maior de informação e conhecimento entre os técnicos de cada área. Tudo para tornar o atendimento no campo ainda mais preciso e eficiente. Isso porque em muitos casos, o município conta com um técnico ou dois, por exemplo, e o atendimento demandando pelo produtor não é da sua área de especialidade.

Para atendê-lo da melhor forma, portanto, o técnico daquele município poderá buscar, pelo aplicativo, outros técnicos da Empaer especialistas naquele determinado assunto e assim, tirar dúvidas e esclarecer pontos importantes ou fundamentais para a correta orientação e acompanhamento do produtor. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Domingo (09): Mato Grosso registra 63.680 casos e 2.147 óbitos por Covid-19

Avatar

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (09.08), 63.680 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 2.147 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado e 22 mortes nas últimas 24 horas. 

Foram registradas 344 novas confirmações de coronavírus no Estado. Dos 63.680 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 20.361 estão em monitoramento e 41.172 estão recuperados. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 305 internações em UTIs públicas e 304 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 79,16% para UTIs adulto e em 34,39% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (13.638), Várzea Grande (5.095), Rondonópolis (3.824), Lucas do Rio Verde (3.255), Sorriso (3.025), Tangará da Serra (2.740), Sinop (2.345), Primavera do Leste (2.077), Nova Mutum (1.613) e Campo Novo do Parecis (1.228). 

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria.

O documento ainda aponta que um total de 57.880 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 2.841 amostras em análise laboratorial. 

Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h. Para acessar o Painel Interativo da Covid-19 em Mato Grosso, clique aqui.

Cenário nacional

Neste domingo (09), o Governo Federal confirmou 3.035.422 casos da Covid-19 no Brasil e 101.049 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 100.477 óbitos e 3.012.412 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Gefron apreende 170 kg de cocaína; 5 suspeitos morreram após troca de tiros

Avatar

Publicado


.

Cinco pessoas morreram após trocarem tiros com policiais do Grupo Estadual de Segurança na Fronteira (Gefron), em uma ação de apreensão de drogas. O fato ocorreu por volta das 23h30 deste sábado (08.08), em uma área rural nas proximidades da rodovia MT-265, a aproximadamente 70 km de Porto Esperidião (325 km a Oeste de Cuiabá). Na ocasião, foram apreendidos 170 kg de substância análoga a cocaína.

Durante a Operação Hórus/VIGIA, que visa o combate aos crimes de fronteira, uma equipe do Gefron realizava patrulhamento rural nas proximidades da rodovia MT-265, sentido Brasil-Bolívia, quando percebeu movimentação vinda de um pasto. Os policiais iluminaram a direção dos ruídos e visualizaram vários indivíduos armados, caminhando rápido pelo pasto, portando nos ombros sacos plásticos com um certo volume. A equipe deu ordem de parada, mas os suspeitos responderam com disparos de arma de fogo em direção aos policiais, e estes revidaram.

Posteriormente, após uma varredura no local, foram localizados um indivíduo ferido e um fuzil calibre .30. Enquanto a equipe prestava socorro ao ferido, houve mais disparos contra os integrantes do Gefron, por parte do restante do grupo que havia evadido da abordagem. Novamente, a equipe respondeu aos disparos com tiros na direção dos suspeitos. Após a chegada do apoio de outra equipe do grupamento, foi feita uma nova varredura, que resultou na constatação de mais quatro pessoas feridas.

Ao lado de um deles também foram encontrados um revólver calibre 38 com quatro munições deflagradas e quatro munições intactas e um aparelho telefônico Global Star de marca Iridium Satellite llc, modelo 9555. Os cincos suspeitos, todos de nacionalidade boliviana, foram socorridos de imediato e levados para o Pronto Atendimento de Porto Esperidião, onde foram atendidos pelo médico de plantão. Porém, eles não resistiram aos ferimentos.

Os policiais localizaram, ainda, vários sacos de substância aparentando ser cocaína que, após a contagem, somaram 166 invólucros com aproximadamente 170 kg de substância análoga a cocaína. Também no local foram encontradas oito mochilas contendo gêneros alimentícios, garrafas de água e roupas pessoais.

O Boletim de Ocorrência foi registrado na Delegacia Especial de Fronteira (Defron), em Cáceres, para providências que o caso requer. O prejuízo estimado ao crime com a ação foi de R$ 3.095.550,00, entre drogas, armas e munições apreendidas. Só com relação ao entorpecente, foram pouco mais de R$ 3 milhões.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana