conecte-se conosco


Mulher

Gucci tem primeira modelo com síndrome de Down estrelando campanha

Avatar

Publicado


source

Ellie Goldstein é uma modelo de 18 anos que tem síndrome de Down. A jovem é a primeira modelo com síndrome de Down a posar para uma campanha da Gucci. 

Síndrome de Down
Reprodução/Instagram

Ellie Goldstein na campanha da Gucci


Seus pais que vivem em Essex, na Inglaterra, são os maiores apoiadores de Ellie e nunca duvidaram do sonho da menina, como diz sua mãe, em entrevista ao jornal britânico Metro.


“Ela sempre se deu bem em frente as câmeras, ela é muito confiante e segue muito bem as orientações dos fotográfos”, afirma a mãe da jovem, Yvonne.

Ainda segundo Yvonne, Ellie sempre gostou de chamar a atenção por sua beleza e carisma. Para o jornal Metro, a mãe conta que a filha desde os cinco anos faz aulas de teatro.

Síndrome de Down
Reprodução/Vogue

A modelo Ellie Goldstein na Vogue Italiana


Agora, Ellie faz parte da agência de modelos Zebedde, na Inglaterra, que tem como proposta colocar mais representatividade nas passarelas. Desde que ela fechou o contrato, a modelo já apareceu na Vogue Itália e estrelou campanhas da Gucci e Nike.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook

Mulher

Mulher gasta mais de R$ 160 mil para recriar looks usados pela família real

Avatar

Publicado


source

Danielle Magness-Wellmann, 41, de Hanks, Minnesota, é uma apaixonada pela Família Real britânica. Desde 2011, quando Kate Middleton ficou noiva do Príncipe William, ela investe US$1.000 (cerca de R$ 5.33) do seu salário anual como médica em replicar as roupas usadas pela mulheres da realeza. 

looks kate middleton
Instagram/Reprodução

Danielle se tornou obcecada por Kate Middleton após ela se casar com o Príncipe Harry e decidiu copiar o estilo da duquesa

Kate, Meghan Markle e até pela Rainha Letizia, da Espanha, são inspirações para a americana. Ela estima que esse hobby já a fez gastar US$30.000 (mais de R$ 160.000)

Sempre acompanhando os compromissos da família real, a médica compra até 15 itens “acessíveis” por mês e tem um costureiro sempre a postos para fazer réplicas a preços muito mais acessíveis.

“Não tem como eu usar um vestido de gala Gievenchy, mas algumas das roupas que Kate usa são da Reiss, Hobbs e até da Zara, às vezes eu invisto mais em algumas peças pois sei que vão durar bastante e eu usarei com frequência”, diz Danielle ao jornal britânico “Daily Mail”.

A admiradora assídua da Família Real compartilhou como faz para se manter tão antenada sobre as peças de roupas utilizadas por Kate e Meghan. “Eu me mantenho atualizada sobre os guarda-roupas acompanhando o calendário real e o Twitter — em minutos, alguém online é capaz de reconhecer de onde são as roupas e me apontar a direção certa para que eu possa comprar”, explicou.


A frequência das comprar de Danielle depende da agenda da família e em que parte do mundo elas estão. Na viagem para o Paquistão que Kate Middleton fez em 2019, por exemplo, a fã não pôde replicar nenhum look por conta das diferenças de fuso horário, mas nada que acabe com sua paixão.

Segundo Danielle, as roupas inspiradas na realeza sempre recebem mais elogios, apesar de assumir que nem sempre as pessoas entendem de onde vem suas inspirações. “Algumas pessoas me perguntam ‘quem são elas?’, mas outras pessoas acham muito legal quando eu explico”, diz a entusiasta.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Quais cuidados tomar ao voltar a frequentar o salão de beleza?

Avatar

Publicado


source

Nesta semana foi permitida a reabertura dos salões de beleza na capital e região metropolitana de São Paulo . Os locais devem seguir medidas como disponibilizar álcool em gel para os clientes, higienizar utensílios, toalhas e roupões, além de atendimento em horário reduzido, com todos os funcionários utilizando máscaras.  

Ainda assim, cabe aos clientes tomarem também alguns cuidados para diminuir o risco de contaminação. O uso de máscaras, por exemplo, é obrigatório para todos, profissionais e clientes – o descumprimento, de acordo com o protocolo do governo, prevê multa. André Ribas, médico epidemiologista da faculdade São Leopoldo Mandic, ainda acrescenta que luvas, óculos e protetores de pé podem ser usados como uma proteção a mais para quem precisa frequentar o lugar. 

Além disso, escolha bem o local que irá cortar o cabelo ou fazer as unhas. “A questão é ter confiança naquela equipe, nos cuidados de higiene que estão sendo feitos. Isso vai desde o uso de materiais de proteção, como máscaras e luvas, até a higienização de todas as superfícies”, afirma o médico. 

Vale lembrar que os salões estão funcionando apenas com horário marcado. A recomendação é que o cliente não leve acompanhante nem animais de estimação.  

Preciso levar equipamentos de casa?

salão de beleza
Pexels

Utensílios como alicates, escovas e tesouras devem ser higienizados a cada cliente

Segundo André, os clientes devem usar seus próprios esmaltes, mas não é necessário levar um kit completo para o salão. Quando se trata dos utensílios, os do salão podem ser usados, mas precisam ser esterilizados. Para alicates de unha, por exemplo, o procedimento já era obrigatório desde antes da pandemia para evitar a contaminação por outras doenças.

O médico diz ainda que escovas, tesouras e outros objetos devem ser higienizados com álcool ou lavados com água e sabão entre clientes.

E ao voltar para casa?

“Chegando em casa, é importante tomar banho. O cabelo que foi tocado, mesmo que recém-feito, deve ser higienizado”, afirma André. 

O momento ainda é de cuidado. “Não é porque é autorizado ir aos salões de beleza que ali é seguro. É um lugar de maior risco, e é muito importante a gente ter essa consciência.” No caso de pessoas do grupo de risco, como idosos, a recomendação ainda é evitar qualquer tipo de contato com pessoas fora de seu convívio diário.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana