conecte-se conosco


Sem categoria

Gauchinho ex prefeito de Jangada sofre acidente

Publicado

Sem categoria

ACIDENTE

Gauchinho foi socorrido e encaminhado para o pronto socorro de Várzea Grande.

O ex – prefeito de Jangada, Valdecir Kemer popular (Gauchinho), sofreu um acidente na tarde desta segunda-feira (29), no distrito de Nova Jangada no município.
Gauchinho é pré-candidato a prefeito na cidade nas eleições deste ano.
Conforme as primeiras informações , ele foi encaminhado ao Pronto-Socorro de Várzea Grande, com várias lesões mas sem gravidade.

Comentários Facebook

Sem categoria

Devido a variante colombiana Emanuelzinho articula doses extra de vacinas

Publicado

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB), o Emanuelzinho, requereu doses extras contra a covid-19 para Cuiabá em virtude da detecção de contágios pela variante colombiana do vírus em Mato Grosso durante realização da Copa América.

O parlamentar afirmou na tarde desta terça-feira (20) que a prefeitura de Cuiabá protocolou um relatório epidemiológico do município junto ao Ministério da Saúde demonstrando interesse nas vacinas extras.

Ao falar sobre a demanda junto ao Ministério, o deputado lembrou uma situação similar que ocorreu no Maranhão, na qual o estado foi contemplado com as doses extras após 4 meses de solicitação.

 

“O prefeito Emanuel Pinheiro avisou imediatamente sobre a possibilidade de um contágio durante a Copa América e foi por isso que buscamos as vacinas extras. Vamos esperar que o Ministério da Saúde tenha essa visão mais clara de que Cuiabá e Várzea Grande precisam dessa vacina”, disse.

Esta solicitação por doses extras é a segunda deste tipo, sendo que a primeira foi demandada pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), em virtude de a Capital ter sido selecionada para sediar jogos da Copa América.

À época, Emanuel foi a Brasília se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Saúde Marcelo Queiroga. Em vídeo, o ministro concordou com o envio de doses extras, mas posteriormente voltou atrás quanto à promessa.

 

Emanuelzinho relembrou o episódio e disse que Queiroga “esbarrou” no Programa Nacional de Imunização (PNI) e, por conta disso, não foram enviadas as doses extras a Mato Grosso.

“Nós tentamos e lutamos para que viessem para Cuiabá. O ministro havia garantido e, infelizmente, esbarrou no PNI, não foi possível ele cumprir e está trazendo a princípio para as zonas de fronteira. Isso já é um ganho extraordinário para Mato Grosso”, pontuou o deputado.

Doses extras para cidades de fronteira

Conforme noticiado pela reportagem, na última semana o Ministério da Saúde confirmou o envio de doses extras para imunizar 100% da população em 28 cidades de fronteira.

De acordo com a classificação do Ministério da Saúde, os municípios que vão receber as doses adicionais de vacina contra a covid-19 em Mato Grosso são: Araputanga, Barão de Melgaço, Barra do Bugres, Cáceres, Campos de Júlio, Comodoro, Conquista d’Oeste, Curvelândia, Figueirópolis d’Oeste, Glória d’Oeste, Indiavaí, Jauru, Lambari d’Oeste, Mirassol d’Oeste, Nossa Senhora do Livramento, Nova Lacerda, Poconé, Pontes e Lacerda, Porto Espiridião, Porto Estrela, Reserva do Cabaçal, Rio Branco, Salto do Céu, São José dos Quatro Marcos, Sapezal, Tangará da Serra, Vale de São Domingos e Vila Bela da Santíssima Trindade.

 

Gazeta Digital

Comentários Facebook
Continue lendo

Sem categoria

Aplicativo realiza Prova de Vida e auxilia aposentados e pensionistas do serviço público

Publicado

Aposentados e pensionistas resolvem em poucos segundos o que antes levava horas

Em tempos de pandemia e distanciamento social, ter acesso a um aplicativo que realiza a prova de vida em ambiente virtual é uma vantagem. O procedimento, realizado por aposentados e pensionistas para recebimento de benefícios previdenciários, tem encontrado amparo nas novas tecnologias para conciliar o cumprimento da lei e as restrições sanitárias.

A empresa mato-grossense Agenda Assessoria desenvolveu o “Meu RPPS”, que já está sendo utilizado em diversas localidades do país. Para isso, basta instalar o aplicativo no celular e adicionar a documentação necessária. Os dados são enviados para o Regime Próprio de Previdência Social no qual o segurado está vinculado.

A servidora Edna Maria Sodré, atua há 15 anos no Instituto dos Servidores Públicos de Belém. Ela comenta que grande parte dos aposentados e pensionistas que ela atende, já utilizam o aplicativo Meu RPPS pela praticidade e conforto de poder eliminar essa etapa de verificação, no conforto de casa. “É um ambiente seguro e ágil”, comentou.

Em Teresina, capital do Piauí, Laysso Trajano trabalha com a equipe da Agenda Assessoria. Ele pontua que o aplicativo consegue resolver, em poucos segundos, o que aposentados e pensionistas levariam horas na fila de espera para fazer. Até o momento, conta, já atendeu cerca de cinco mil pessoas na modalidade.

“Nesse período de pandemia em que há restrição de locomoção e aglomeração das pessoas, esse é um mecanismo ideal. Porque estamos falando justamente de um público de risco, que são muitas vezes pessoas de idade. E conseguimos dessa forma atender as demandas do instituto de previdência de maneira segura”, finalizou.

A prova de vida é realizada anualmente para evitar fraudes e garantir a manutenção do pagamento de benefícios.

Funcionalidades
Além da Prova de Vida, o aplicativo Meu RPPS possui recursos para simulação de aposentadoria, acompanhamento de processos e emissão de holerite. O aplicativo foi desenvolvido com as mais novas tecnologias em Processamento Cognitivo e Reconhecimento Biométrico Facial baseado em Inteligência Artificial.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso