conecte-se conosco


Destaque

Sem consenso lockdown esta descartado até segunda-feira em Cuiabá e VG

Publicado

Destaque

Emanuel Pinheiro anunciou que, a partir de agora, Cuiabá e Várzea Grande tomarão medidas em conjunto para combater o novo coronavírus.

Terminou agora pouco a audiência de conciliação entre o governador Mauro Mendes (DEM), o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) e a prefeita de Várzea Grande Lucimar Campos (DEM)  para discutir o fechamento total do comércio e a restrição à circulação de pessoas – o chamado lockdown, e terminou sem consenso entre os gestores .
A decisão foi adiada para segunda (22), quando será realizada nova rodada de conversações. A audiência realizada na tarde desta sexta (19) foi conduzida pelo juiz José Lindote, da Vara Especializada da Fazenda Pública de Várzea Grande.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), considerou positiva, a primeira audiência de conciliação, segundo o emedebista, o Governo do Estado e as Prefeituras vão alinhar as ações até segunda para publicar decretos em conjunto. Uma das medidas cogitadas é o inicio do toque de recolher às 19h.

“O toque de recolher, que começa às 22h30, pode começar às 19 horas. A ideia é unificar as ações na Região Metropolitana, pensando sempre em preservar saúde e a vida das pessoas. Isso é a prioridade para nós. Esse foi o ponto positivo da reunião”, declarou Emanuel após a audiência, falando em garantir a segurança e a estabilidade da população durante o combate a pandemia.

Veja Também  Bandidos invadem casa matam mulher e estupram filha de 11 anos

Técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES). que classificou as cidades como risco muito alto de contágio de contaminação da Covid-19, também foram ouvidos na audiência. Mais 11 municípios  estão nesta lista

A audiência de conciliação é resultado da  ação civil pública, do Ministério Público Estadual, por meio dos promotores de Justiça Alexandre de Matos Guedes e Audrey Ility, pela decretação do  lockdown na Capital e em Várzea Grande.

URGENTE INFORMAÇÕES ATUALIZADAS

Posted by Lapada Lapada on Friday, June 19, 2020

Comentários Facebook

Destaque

Abílio vai correr de debate para não responder perguntas de corrupção e cargos fantasmas

Avatar

Publicado

Amigos e assessores mais próximos de Abílio aconselham ele a não participar dos dois últimos debates.

A redação do site lapada acaba de receber a informação, de que o candidato Abílio não vai comparecer aos debates. Abílio esta sendo orientado pela sua equipe e Assessores, tudo para  escapar de perguntas delicadas sobre corrupção e cargos fantasmas.
Em várias situações no último debate, Abilio perdeu o equilíbrio emocional com perguntas sobre corrupção e cargos fantasmas. As perguntas deixaram o candidato sem controle e nervoso.
O candidato  foi questionado sobre à madrasta, lotada no gabinete do ex-deputado Sebastião Rezende, com salário de R$ 2,1 mil, sem que prestasse efetivamente o serviço.

“Eu já combato a corrupção, inclusive de servidores fantasmas que o senhor entende muito bem e que não existe na Prefeitura de Cuiabá. O senhor é craque em servidores fantasmas, a sociedade está descortinando, tem muita coisa acontecendo para desmascarar essa figura de puritano”.

Emanuel também afirmou que Abílio é despreparado, tem propostas rasas e argumentos “sofríveis”. Abílio, por outro lado, bateu na tecla da má-gestão de Emanuel à frente da prefeitura.

Veja Também  GCCO vai investigar tentativa de atentado contra candidata a vereadora

Apoios

Outro momento tenso do debate foi quando Emanuel questionou o fato de Abílio se colocar como um soldado contra a corrupção e ter no seu arco de apoio pessoas investigadas, réus e até condenado, citando o ex-prefeito Roberto França.

O prefeito disse que o adversário tem entre os apoiadores o governador Mauro Mendes (DEM) e falou sobre a prisão em flagrante do ex-secretário-adjunto da Casa Civil, Wanderson de Jesus Nogueira, braço direito do secretário-chefe da pasta, Mauro Carvalho. Wanderson é acusado de receber R$ 20 mil em propina de empreiteira responsável por obra no gabinete de Mauro.

Os debates estão marcados para esta sexta-feira nas Tvs Vila Real e Centro América.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

JAYME ANUNCIA A LIBERAÇÃO DE R$ 44 MILHÕES EM EMENDAS DE SUA AUTORIA PARA MUNICÍPIOS

Avatar

Publicado

VALORES SÃO PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS E MEDICAMENTOS PARA A SAÚDE PÚBLICA E PARA OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA E GARANTEM QUALIDADE DE VIDA PARA A POPULAÇÃO

A defesa pelo senador Jayme Campos (DEM/MT), da necessidade de liberação de recursos de emendas parlamentares para que Estados e Municípios possam planejar o fechamento do atual exercício financeirocomeçou a surtir efeitos positivos, pois foram autorizados R$ 44 milhões para obras de pavimentação em 42 cidades de Mato Grosso e para aquisição de equipamentos e medicamentos para a área de saúde.

Ao todo neste ano de 2020 foram empenhados até agora R$ 23,72 bilhões, sendo que deste total R$ 13,65 bilhões foram liberados, restando ainda R$ 10.07 bilhões a serem confirmados e que podem representar um final de gestão para os atuais prefeitos.

Em reunião com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM/AP), o também senador Jayme Campos sinalizou a necessidade de se ampliar o desembolso dos valores das emendas parlamentares pelo Governo Federal. “Quem melhor do que os parlamentares que conhecem a realidade de seus Estados e Municípios, pois ouvem diretamente a população, para definir as prioridades e a destinação dos recursos”, disse ele que conseguiu do presidente do Congresso Nacional o compromisso de atuar na liberação de recursos para obras que geram emprego e renda e aquecem a economia, além de valorizar imóveis em conjunto com a saúde que vive momentos de necessidade ímpar por causa da pandemia da COVID 19.

“Estamos atentos a questão da saúde pública em tempos de pandemia da COVID 19, mas também na necessidade de obras de infraestrutura que geram emprego e renda para milhares de trabalhadores, sem contar que a pavimentação asfáltica de ruas, avenidas e rodovias, valoriza as cidades, o Estado, as propriedade e chama novos investidores, tão importantes para o crescimento e o desenvolvimento da economia como um todo, sendo que com a economia mais forte, temos mais chances e oportunidades para todos”, assinalou Jayme Campos assinalando que o Governo Federal tem sido sensível quanto a liberação dos recursos das emendas parlamentares.

Segundo Jayme Campos, os recursos para as obras de pavimentação asfálticas em 42 cidades, são oriundos de emendas parlamentares individuais de sua autoria ao Orçamento da União de 2019, com execução neste ano de 2020, através do Ministério do Desenvolvimento Regional. “Esses convênios são todos do ano passado e as ordens bancárias estão sendo pagas este ano. Os recursos dos 42 municípios já foram empenhados e todos os convênios já foram assinados”, explicou o senador.

Jayme Campos afirmou ainda que o dinheiro já foi cem por cento liberado e que diversas cidades do estado já receberam os recursos. “Alguns municípios precisam resolver algumas questões como licença ambiental, outros estão com pendências nos projetos de engenharia, além de falta de licitação das obras. Tudo isso impede a cidade de receber o recurso. Resolvendo as pendências, o dinheiro cai direto na conta da prefeitura”, enfatizou.

Já no tocante a Saúde Pública, o senador mato-grossense também confirmou recursos da ordem de 20 milhões de reais para municípios de Mato Grosso, através de emendas parlamentares de sua autoria ao Orçamento da União e será destinado a aquisição de equipamentos e medicamentos.

“Lamentavelmente, a saúde pública da quase totalidade de cidades no Brasil, vive um caos permanente, com sérias dificuldades para prestar um bom atendimento a população que necessita do SUS – Sistema Único de Saúde. Por ora, estes recursos vão permitir maior celeridade aos serviços oferecidos à população com qualidade e segurança aos pacientes e às equipes hospitalares”, declarou.

Comentários Facebook
Veja Também  Abílio vai correr de debate para não responder perguntas de corrupção e cargos fantasmas
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana