conecte-se conosco


Destaque

Estelionatário aplica golpe em VG e ainda esnoba da vítima em áudio no whatsapp

Publicado

Destaque

Uma jovem moradora de Várzea Grande, procurou a equipe do Site Lapada, desesperada na manhã desta terça feira (16), para informar que tinha caído em golpe, após anunciar em um site de compras e vendas, (OLX), um celular Iphone 8, no valor de R$ 1.600. O golpista entrou em contato com a vítima se apresentando como proprietário de um salão de beleza no Shopping Goiabeiras na Capital, e que tinha interesse no produto.

A jovem pesquisou e viu que realmente o salão existe no local indicado, mas só depois veio a saber que ele usava o nome do estabelecimento para aplicar golpes.  Marcaram de se encontrarem no mesmo Shopping, onde ele dizia ser proprietário do salão de beleza,  para fazerem o negócio.

Segundo a vitima, o golpista chegou em um Voyage vermelho, com placas OBC 0918 de Cuiabá, e simulou ter feito a transferência, momento esse, em que o golpe estava sendo aplicado.

OUÇA  O ÁUDIO

 

O golpista ainda permitiu que a jovem tirasse uma foto dele, dizendo que ela poderia ficar despreocupada que ele era uma pessoa de índole.

Veja Também  Mauro Mendes é chamado de mentiroso em Protesto

Após saber que tinha caído em um golpe, a vítima entrou em contato com o estelionatário, que em tom de deboche, gravado em áudio por meio do aplicativo whatsapp, disse para ela ‘aceitar”, “erguer a cabeça” e “sair com classe”, e disse ainda para ela “correr atrás” , e que o veiculo que ele estava não era dele e sim de aplicativo de transportes.

A vítima ficou  transtornada após o ocorrido, pois estava vendendo seu aparelho de celular por necessidades financeiras para ajudar sua família nas despesas da casa, nesse momento de pandemia.

Um Boletim de Ocorrência foi registrado, e a Policia Civil passa a investigar o caso.

 

 

 

 

Comentários Facebook

Destaque

Justiça determina que Abílio retire propaganda irregular sobre suposta coação de servidores

Avatar

Publicado

A Justiça Eleitoral em Mato Grosso deferiu liminar determinando que o candidato, Abílio Junior (Podemos), pare de veicular propaganda sobre suposta coação de servidores comissionados.
A decisão é do juiz Geraldo Fidelis, da 1ª Zona Eleitoral de Cuiabá, nesta terça-feira (24).

Peça publicitária de Abílio mostrava suposta conduta eleitoral vedada promovida por servidores públicos municipais comissionados, lotados em cargos de chefia, apoiadores da reeleição de Pinheiro.

O áudio clandestino exposto na propaganda apontaria que servidora pública comissionada na Coordenadoria Técnica de Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde e servidor público comissionado na Coordenadoria Técnica de Supervisão Regional Norte da Secretaria Municipal de Saúde promoveram, no local de trabalho, uma reunião política em prol da campanha eleitoral de Emanuel.

Abilio acusou Miriam de Fátima Nascheveng Pinheiro e Gilson Guimarães de Souza. Conforme informado pela assessoria de imprensa de Abílio Junior, Miriam seria prima de Emanuel Pinheiro.

Em sua decisão, Fidelis esclareceu que a peça publicitária visa criar artificialmente na opinião pública estados mentais, emocionais ou passionais. “Ora, quem assiste a propaganda da forma em que foi veiculada, vai concluir que o autor está praticando ilícito durante a sua gestão, ao realizar uso indevido da máquina pública para coagir e ameaçar servidores públicos a apoiá-lo e fazer campanha em seu favor”, explicou Fidelis.

Veja Também  Novatos sucumbem à ''velha política'' antes de tomar posse em Várzea Grande.

Olhar Jurídico 

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

IBOPE pede cautela e diz que pesquisa foi feita por telefone

Avatar

Publicado

Instituto de pesquisas Ibope fez um alerta sobre a pesquisa divulgada nesta segunda-feira pela TV Centro América.
O instituto através do seu site alertou que a amostragem foi realizada por telefone, seguindo as índices amostrais, mas mesmo assim ela pode não retratar totalmente a realidade. “O objetivo de uma pesquisa eleitoral não é antecipar os resultados da eleição, mas sim o de mostrar o cenário no momento em que foi realizada.

A pesquisa é uma fotografia do momento e não tem o poder e nem a intenção de prever o resultado de uma eleição. Por isso, seus resultados não podem ser usados para prever o resultado das urnas”, diz a nota.

A pesquisa mostrou o vereador Abílio Junior (Podemos) como líder com 54% dos votos válidos, contra 46% do atual prefeito e candidato a reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB). A margem de erro é de 4% para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%. O Ibope ouviu 602 pessoas entre 21 e 23 de novembro e a pesquisa foi registrada sob o número 07435/2020.

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA

A pesquisa foi realizada por entrevistadores por meio de abordagem telefônica e os resultados devem ser interpretados com alguma cautela, uma vez que uma pequena parcela do eleitorado não está acessível por telefone. Segundo a PNADC2018, apenas 2% dos domicílios de Cuiabá não têm telefone fixo e nenhum dos seus moradores possui telefone celular. As pesquisas telefônicas são válidas e seguem critérios amostrais, tal qual a pesquisa face a face, incluindo tanto o controle de variáveis de perfil do eleitor (sexo, faixas de idade e de escolaridade), como a dispersão geográfica no município. Seguindo as boas práticas de divulgação de pesquisa e para dar transparência ao processo, cabe-nos informar a ressalva técnica.

* O objetivo de uma pesquisa eleitoral não é antecipar os resultados da eleição, mas sim o de mostrar o cenário no momento em que foi realizada. A pesquisa é uma fotografia do momento e não tem o poder e nem a intenção de prever o resultado de uma eleição. Por isso, seus resultados não podem ser usados para prever o resultado das urnas.

Os resultados completos desta pesquisa estarão disponíveis após a autorização do contratante.

Comentários Facebook
Veja Também  IBOPE pede cautela e diz que pesquisa foi feita por telefone
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana