conecte-se conosco


Mato Grosso

Forças policiais apreendem aeronave com mais de 490 quilos de drogas

Avatar

Publicado

 

.

Ação conjunta das forças de segurança de Mato Grosso, Polícia Federal e Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou, no início da tarde desta sexta-feira (05.06), uma aeronave com mais de 490 quilos de cocaína. A droga foi carregada na Bolívia e o piloto não tinha plano de voo autorizado.

A aeronave adentrou o território mato-grossense e quando passava por Primavera do Leste (a 242 km ao Sul de Cuiabá), foi dada ordem de descida, o que foi descumprido. Neste instante, um tucano, A-29 da FAB começou a seguir e, somente no município de Fernandópolis, em São Paulo, que o piloto pousou a aeronave.

Os suspeitos e os bens apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal em Jales, Estado de São Paulo. Os presos devem responder por tráfico internacional. As investigações vão apurar qual o destino da droga.

A ação contou com o trabalho do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron-MT) e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Empaer desenvolve aplicativo para atender produtores rurais

Avatar

Publicado


.

Para facilitar o acesso do agricultor familiar aos serviços oferecidos pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), um aplicativo está sendo desenvolvido para funcionar como uma solução digital de auxílio aos agricultores na tomada de decisões relacionadas à atividade rural.

O Técnico em Administração Sistêmica da Empaer, Eder Antônio da Silva, explica que a primeira versão do aplicativo estará pronta no final do mês de julho. Ao todo serão seis etapas de desenvolvimento, com o objetivo de promover agilidade nas informações prestadas e qualidade no atendimento.

De acordo com Eder, o novo aplicativo estará interligado com o Sistema de Acompanhamento e Gerenciamento das Atividades da Empaer, o Sagae. Essa plataforma está sendo utilizada para coletar as informações dos serviços prestados ao público alvo, além de avaliar o ganho social dos produtores rurais e o trabalho executado pelos técnicos da Empaer.

“Já cadastramos, pelo Sistema Sagae, mais de 26 mil agricultores familiares de 2.270 comunidades rurais em 123 municípios. A nossa intenção é chegar a 50 mil produtores cadastrados até o final do ano”, esclarece.

Para dar agilidade na produção do aplicativo, foram contratados três analistas de desenvolvimento com recursos do Programa REED+For Early Movers (REM). Eder explica que, entre outras funções, o produtor poderá acessar o histórico de solicitações feitas pelo aplicativo e todos os dados relacionados a sua propriedade, acompanhando inclusive a evolução da produção, com indicadores importados do Sagae.

O presidente da Empaer, Renaldo Loffi, ressalta que o acesso do cidadão aos serviços do Estado a partir de plataformas digitais é uma prioridade do governo Mauro Mendes, e esse aplicativo será inserido na plataforma MT Cidadão.

“Essa ferramenta vai facilitar a rotina dos agricultores e simplificar a vida no campo por meio de uma interação rápida e de fácil manuseio. O produtor vai interagir com uma equipe composta por técnicos, pesquisadores e profissionais de várias áreas aptos a prestarem informações e atendimento”.

Segundo Loffi, através do aplicativo o produtor poderá tirar dúvidas sobre assuntos diversos, como crédito rural e administração da propriedade, obter informações técnicas sobre culturas e criações e solicitar visitas para atendimento in loco na propriedade rural. Além dos produtores, os moradores urbanos, feirantes, diretores de escolas, ou qualquer outra pessoa que tenha alguma dúvida relacionada ao trabalho rural também poderá entrar em contato para obter orientação. Tudo isso diretamente pelo celular.

A nova ferramenta está sendo desenvolvida pelo setor de Tecnologia da Informação com a colaboração da equipe de Comunicação da Empaer, além de técnicos da área de Ater (Assistência Técnica e Extensão Rural), Pesquisa e Fomento. A publicitária e Técnica em Administração Sistêmica da Empaer, Lara Jordani, responsável pela parte visual, fluxo de informações e funcionalidade do aplicativo, comenta que a ferramenta tem por objetivo atender o agricultor e a sociedade em geral de forma mais prática, célere e econômica.

“Cada vez mais a tecnologia faz parte do dia a dia dos empreendimentos rurais, auxiliando na realização das tarefas e possibilitando mais eficiência, produtividade, economia e uso racional dos recursos. O produtor terá um novo canal para troca de informações com a Empaer”, enfatiza.

Conforme Lara, essa será uma ferramenta para levar tecnologia ao campo e tornar o contato com o técnico da Empaer mais fácil e rápido. E além desse atendimento direto ao produtor e a sociedade em geral, o aplicativo também permitirá uma comunicação mais eficiente entre os próprios técnicos de diferentes localidades no Estado, considerando a especialidade de cada um e atendendo, assim, a uma demanda específica que já existia dentro da empresa.

Jordani esclarece que a finalidade é gerar uma troca cada vez maior de informação e conhecimento entre os técnicos de cada área. Tudo para tornar o atendimento no campo ainda mais preciso e eficiente. Isso porque em muitos casos, o município conta com um técnico ou dois, por exemplo, e o atendimento demandando pelo produtor não é da sua área de especialidade.

Para atendê-lo da melhor forma, portanto, o técnico daquele município poderá buscar, pelo aplicativo, outros técnicos da Empaer especialistas naquele determinado assunto e assim, tirar dúvidas e esclarecer pontos importantes ou fundamentais para a correta orientação e acompanhamento do produtor. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Sesp faz reengenharia de recursos humanos e novas nomeações estão suspensas

Avatar

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) está fazendo uma reengenharia, assim como o governador Mauro Mendes tem realizado no Governo de Mato Grosso, para aproveitar melhor os recursos humanos, antes de qualquer nomeação de novos servidores aprovados em concurso público para cadastro de reserva.

“Há decisões tanto do Supremo Tribunal Federal (STF) quanto do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de que o candidato aprovado em concurso de cadastro de reserva são meros detentores de expectativa de nomeação. Não quer dizer que futuramente não possa haver nomeação. Estamos fazendo reengenharia e se tiver que chamar, apenas o faremos se houver necessidade”, destacou o secretário.

Desde 2018, o Governo de Mato Grosso já nomeou 184 agentes penitenciários e 16 profissionais de nível superior aprovados no cadastro de reserva para o Sistema Penitenciário. Conforme o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado entre o Governo de Mato Grosso, Ministério Público Estadual e o Poder Judiciário, a Sesp vai trazer todos os servidores do sistema penitenciário e do socioeducativo que estão cedidos para outros órgãos.  

“Vamos chamar conforme a necessidade.  A Sesp está fazendo planejamento, mas não há prazos e nem datas. Não vamos criar falsas expectativas em quem aguarda ser chamado”, disse o secretário de Segurança Pública.

Em 2019, o Governo de Mato Grosso estava limitado a realizar novos chamamentos pelo decreto de calamidade pública, ainda está acima do Teto de Gastos e com a COVID-19, passou a ser barrado com a lei assinada 173/2020 pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, de que os estados e prefeituras que receberam recursos emergenciais não podem conceder qualquer reajuste financeiro aos servidores públicos ou aumentar gastos com pessoal até dezembro de 2021. 

Eficiência da máquina pública

O governador Mauro Mendes utilizou o mesmo mecanismo de reengenharia para otimizar recursos humanos na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), ao assumir a gestão em janeiro de 2019.

“Em 2018, a Seduc tinha na sede de 1100 a 1200 pessoas, hoje tem 600 servidores e a secretaria está funcionando do mesmo jeito. Isto é um exemplo que dá para fazer mais com menos. No sistema prisional assinamos um TAC e esse TAC prevê construir quase 4 mil vagas nos próximos 3 anos. Podemos ter a necessidade de mais servidores, se precisar vamos chamar, mas antes de chamar, a Sesp vai fazer a reengenharia e otimizar os espaços”, destacou Mauro Mendes.

O governador destacou ainda como medida, também prevista o TAC, o fechamento de pequenas cadeias com poucos presos. Já foram fechadas cinco unidades de pequeno porte e o Governo deve investir em tecnologia como trancas aéreas, reduzindo assim a mão de obra, sem a necessidade dos policiais penais entrarem nos corredores.

Mauro Mendes ressalta também que busca uma gestão eficiente, com uso de tecnologias para que a sociedade tenha um melhor resultado. “O Governo de Mato Grosso está fazendo trabalho como os bancos fizeram há mais de 20 anos, reduzindo papeis, colocando mais sistemas e reduzindo a necessidade de muitas pessoas. Isso vai baratear o custo da máquina pública e trará mais eficiência uma melhor prestação de serviço ao cidadão”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana