conecte-se conosco


Polícia Federal

PF investiga fraude em compras da PRF em Mato Grosso do Sul

Avatar

Publicado


.

Campo Grande/MS – A Polícia Federal deflagrou hoje (4/6) a Operação TNT, com o objetivo de investigar pregão eletrônico promovido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), para aquisição de máscaras cirúrgicas, no Mato Grosso do Sul.

Uma equipe de 20 policiais federais deu cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão, em Campo Grande/MS. As medidas judiciais foram expedidas pela 3º Vara Federal de Campo Grande/MS, através de Inquérito Policial instaurado pela PF.

Após ser informada pela PRF, a PF iniciou investigação para apurar suposta fraude na licitação e possível crime contra a economia popular, em cotação eletrônica efetuada pelo Órgão, ao perceber os preços muito acima do mercado oferecidos pelas empresas participantes do certame.

O pregão é destinado à aquisição de materiais de higienização e prevenção à COVID-19, sendo que as empresas que se habilitaram são de SP, MG, e RJ. A PRF pretendia adquirir 100 mil unidades de máscaras cirúrgicas, com características específicas.

Porém, com o resultado da classificação dos fornecedores, cinco empresas apresentaram preços aparentemente abusivos, se comparados com o valor de referência. Máscaras que eram comercializadas por R$ 0,12 centavos a unidade foram oferecidas por até R$ 20,00 a unidade.

 

Contato: (67) 3368-1105
E-mail: [email protected]

 

***O nome da operação, TNT, é uma referência ao tipo de material usado na fabricação  das máscaras.

Comentários Facebook

Polícia Federal

PF investiga organização criminosa dedicada ao tráfico internacional de drogas no Amazonas

Avatar

Publicado


.

Manaus/AM – A Polícia Federal (PF)  deflagrou, na manhã desta terça-feira (7/7), a Operação Schelde, para dar prosseguimento à fase ostensiva de Inquérito Policial, por meio do qual são investigados fatos relacionados a possíveis práticas de crimes, como pertencimento a organização criminosa, tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e uso de documentos ideologicamente falsos.

A Justiça Federal da Seção Judiciária do Amazonas deferiu parcialmente representação da Polícia Federal e expediu 7 mandados de busca e apreensão, 3 de prisão temporária e 1 de prisão preventiva, os quais são cumpridos nas cidades de Manaus e Tabatinga, Estado do Amazonas, nessa etapa da investigação criminal.

O Inquérito Policial foi instaurado pela PF após tomar conhecimento da apreensão, no Porto de Antuérpia, na Bélgica, de 250 kg de cocaína, que estavam sendo transportados, ocultados em vigas de madeira, com destino à Holanda.

Durante a investigação a PF identificou uma possível organização criminosa dedicada à logística do tráfico internacional de drogas. Para isso, os envolvidos se utilizam de empresas “de fachada” para, em meio a produtos aparentemente lícitos destinados à exportação, transportar drogas desde os países produtores vizinhos, passando pelo Amazonas e outros estados brasileiros, até a Europa.

Ademais, suspeita-se da utilização de nomes falsos por parte de alguns dos indivíduos pertencentes à organização criminosa transnacional, na tentativa de se esquivar da aplicação da lei penal.

 Os indiciados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes supramencionados, cujas penas, somadas, podem ultrapassar os 30 anos de prisão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amazonas

Contato: (92) 3655-1548
E-mail: [email protected]

 

*** O nome da operação é uma referência ao Rio Schelde, à margem do qual se situa o Porto da Antuérpia, na Bélgica, local da apreensão de drogas que ensejou o início dessa investigação

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

Operação Apate combate crimes previdenciários na Paraíba

Avatar

Publicado


.

João Pessoa/PB – A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (7/7) a operação Apate, que visa a desarticular crimes previdenciários ocorridos em detrimento do INSS, na Paraíba.

A operação foi deflagrada por policiais federais e servidores da Força-Tarefa Previdenciária e Trabalhista, do Ministério da Economia, com o cumprimento de mandado de busca expedido pela Justiça Federal da Paraíba.

A investigação apura a ocorrência de delitos cometidos com falsificação de documentos particulares e inserção de dados falsos em sistemas governamentais para a obtenção de benefício assistencial (BPC/LOAS), condutas, em tese, tipificadas como estelionato qualificado e inserção de dados falsos em sistemas de informações, sem prejuízo de outros delitos evidenciados com o decorrer do inquérito.

 

Comunicação Social da Polícia Federal na Paraíba

Contato: (83) 3565-8510
E-mail: [email protected]

 

*** Segundo a mitologia grega, “APATE” era um espírito que personificava o engano, o dolo e a fraude.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana