conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre prisão de mulher por latrocínio ocorrido em 2012 em Várzea Grande

Avatar

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A autora de um latrocínio ocorrido no ano de 2012 em Várzea Grande teve o mandado de prisão cumprido, pela Polícia Civil nesta terça-feira (02.06), através da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). Considerada foragida, a suspeita estava com sentença condenatória expedida pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ/MT).

Após receberem informações sobre o possível paradeiro da procurada, os policiais da DHPP com apoio do Núcleo de Inteligência da unidade foram até o endereço indicado, uma empresa na região da Avenida Fernando Corrêa, na Capital.

Em checagem no sistema, foi constatado o mandado de prisão preventiva em aberto decorrente de sentença condenatória pelo latrocínio que vitimou um eletricista na região conhecida como “Zero”, em Várzea Grande.

Depois de ter a ordem de prisão cumprida, a suspeita foi conduzida a DHPP, posteriormente encaminhada para realização do exame de corpo de delito e em seguida para o Presídio Maria Couto, onde ficará a disposição da justiça.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

CAAPORA III: PRF apreende mais de 800 m³ de madeira ilegal em Mato Grosso

Avatar

Publicado


.

Além do combate ao transporte irregular de produto florestal, equipes realizaram fiscalização de emissão de poluentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou, entre os dias 2 e 8 de julho, a terceira etapa da Operação Caapora. Em mais uma ação de combate aos crimes ambientais com foco na fiscalização de produto florestal a PRF apreendeu 842 m³ de madeira e carvão vegetal. Foram também registradas 14 ocorrências envolvendo cometimento de crime de poluição.

As fiscalizações ocorreram na BR-174, em Comodoro/MT e contaram com uma equipe de aproximadamente 16 PRFs. O INDEA (Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso) também participou das fiscalizações com 2 servidores, além de militares do Exército Brasileiro.

As cargas de madeira necessitam ser acompanhadas de nota fiscal e documento de origem florestal ou guia florestal. Qualquer irregularidade entre os documentos ou entre eles e a carga, tornam os documentos inválidos e a carga ilegal.

Com relação aos crimes de poluição, as ocorrências foram por irregularidades com ARLA 32, que é o Agente Redutor Líquido de Óxido de Nitrogênio Automotivo. Trata-se de um reagente utilizado juntamente com o Sistema de Redução Catalítica (SRC) para reduzir a emissão de óxido de nitrogênio nos gases de escape de veículos à diesel.

Confira os resultados da Operação em Mato Grosso:

Veículos fiscalizados 629
Veículos apreendidos 39
Ocorrências 41
Madeira apreendida 842 m³
Pessoas detidas e encaminhadas 41

No ano de 2019, Mato Grosso foi o estado que mais apreendeu madeira no país, totalizando 7.000 m³. Em 2020 (de 01 de janeiro à 08 de julho), os números já somam 5.840 m³, mais que o dobro em relação ao mesmo período em 2019 (2.340 m³).

Mesmo em tempos de pandemia, a PRF vem atuando fortemente no combate aos crimes ambientais afim de garantir um meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum e direito de todos, previsto constitucionalmente.

SECOM PRF MT

 

 

 

 

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Rapaz é preso após incendiar casa da própria mãe, em Jauru

Avatar

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um jovem acusado de atear fogo na casa da própria mãe na noite de domingo (12.07) em Jauru (425 km a oeste de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil do município, com apoio da Polícia Militar. O suspeito de 21 anos foi autuado em flagrante pelos crimes de incêndio e resistência à prisão.

Policiais civis e militares foram acionados para atender a uma ocorrência de incêndio em uma casa no centro da cidade. No local, testemunhas informaram que o responsável pelo fogo era o filho da moradora, de 51 anos. 

Conforme informações apuradas, o rapaz chegou na residência bastante alterado e exaltado e discutiu com o avô e a mãe. Em seguida, ele foi até o fundo da casa e usando gasolina ateou fogo em um cômodo de madeira, que ficou totalmente destruído pelas chamas, junto com os móveis.

O fogo somente foi contido após atendimento realizado pelo Corpo de Bombeiro Militar. Logo que abordado, o suspeito tentou resistir, no entanto, acabou contido e levado para a Delegacia de Polícia de Jauru.

O conduzido foi interrogado pelo delegado Maurício Maciel Pereira Junior e assumiu os fatos. Ele contou que usou o combustível de sua motocicleta para iniciar o incêndio. O crime foi motivado pelo uso de droga e álcool. Após a confeção dos procedimentos, o rapaz foi colocado à disposição da Justiça.

 

 

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana