conecte-se conosco


Esportes

Covid-19: Federação atesta 1ª morte de jogador de futebol na Bolívia

Avatar

Publicado


.

A Federação Boliviana de Futebol (FBV) confirmou oficialmente a primeira morte de um jogador profissional no país vítima do novo coronavírus (covid-19). Deibert Román Guzmán, de 25 anos, faleceu no último dia 19, mas somente ontem (30) a FBV ofcializou falecimento do atleta. Ele defendia o Clube Universitário de Beni, da segunda divisão do campeonato nacional. Até ontem, a Bolívia registrava 9.592 casos confirmados e 310 mortes por covid-19.

 

No último domingo a FBF, por meio de sua conta no Twitter, já hava homenageado o atleta, com a mensagem: “A Federação Boliviana de Futebol expressa suas sinceras condolências à família e aos amigos de Deibert Román Guzmán, pedindo a Deus renúncia e força nesses tempos difíceis”.

Apesar do primeiro caso fatal, a entidade manteve agendada para a próxima sexta-feira (5) uma reunião com dirigentes de clubes para discutir a retomada da primeira divisão campeonato nacional, suspenso desde o dia 16 de março devido à pandemia.

Em entrevista à Agência Brasil, o jornalista Rainer Alberto Duran Urquizu, do jornal El Deber, de Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), afirmou que ainda não há consenso sobre o retorno dos treinos presenciais. “A ideia dos clubes é continuar o campeonato, mas a direção da FBF ainda não tem uma definição, alguma data para tentativa [de retorno], alguma proposta. Isso gerou alguns protestos de dirigentes de diferentes clubes, que questionam o porquê de a Federação ainda não estar trabalhando neste sentido. Então, na sexta-feira é muito possível que se esclareça o panorama. A FBF criou uma comissão que está elaborando um protocolo para voltar os treinos e retomar o campeonato”.

Urquizu alerta ainda para a vulnerabilidade dos atletas, tendo em vista que não podem contar com um tratamento diferenciado em relação a qualquer outro cidadão que tenha sido infectado no país.

“O tratamento que os jogadores de futebol e atletas, em geral, recebem na Bolívia, nestes casos de covid-19, até onde temos conhecimento, é igual para qualquer outra pessoa. Não existe um tratamento preferencial. As condições na Bolívia não são das melhores, os hospitais estão saturados”, revela o jornalista. 

A competição nacional foi interrompida na 12ª rodada, com o The Strongest na liderança (21 pontos). Segundo Urquizu, está previsto para o próximo dia 10 de junho, um anúncio do Ministério dos Esportes da Bolívia comunicando as datas de retorno das práticas esportivas no país. 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook

Esportes

Flamengo e Fluminense estão na final da Taça Rio

Avatar

Publicado


.

Flamengo e Fluminense vão decidir a final da Taça Rio de 2020. O rubro-negro confirmou o favoritismo derrotando neste domingo (5) o Volta Redonda por 2 a 0, no Maracanã. O tricolor segurou o empate em hoje 0 a 0 com o Botafogo, no Estádio Nilton Santos, e se classificou por ter sido o primeiro do Grupo B no segundo turno.

Antes do clássico começar, jogadores de Fluminense e Botafogo estenderam uma faixa de protesto escrita “respeitem nossa história”. Além disso, os atletas trocaram uniformes dos times. No sábado (04), os clubes divulgaram um manifesto com críticas à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e às decisões no retorno do Campeonato Carioca.

Com a bola rolando, o Fluminense conseguiu manter a posse no primeiro tempo, mas só chegou com perigo ao gol de Gatito Fernández em cobranças de faltas de Nenê. Por outro lado, o Botafogo era mais objetivo e teve a chance de abrir o placar aos 17 minutos, com um belo arremate de Pedro Raul, que obrigou Muriel a fazer grande defesa.

Precisando da vitória, o Botafogo partiu para o ataque no segundo tempo. Apesar de levar perigo ao adversário, o alvinegro deu espaços para os contra-ataques do Fluminense e o jogo ficou aberto. Aos 14 minutos, Fred perdeu a melhor oportunidade do tricolor. Yago avançou com velocidade pela direita e lançou para Wellington Silva. Ele passou para Fred que, sem marcação, chutou torto, à esquerda de Gatito Fernández.

O Botafogo respondeu aos 28 minutos. Honda deu bom passe para Bruno Nazário. Ele dominou e chutou de direita para explodir a trave esquerda do Fluminense. O alvinegro tentou o gol da vitória até o último minuto, mas Muriel salvou o tricolor após chute de Rafael Navarro aos 50 do segundo tempo.

No Maracanã, deu a lógica. O Flamengo não teve dificuldade para passar pelo Volta Redonda, com dois gols de Bruno Henrique. O rubro-negro abriu o placar aos 20 minutos do primeiro tempo. Filipe Luís passou para Gabigol, que tocou de primeira para Bruno Henrique vencer o goleiro Douglas Borges. A segunda etapa começou com outro gol de Bruno Henrique. Aos três minutos, o camisa 27 recebeu outro passe de Gabigol e fechou o placar.

Flamengo e Fluminense se enfrentam quarta-feira pela final da Taça Rio, às 21h30. Não há vantagem de empate, contudo, se o rubro-negro derrotar o tricolor, será campeão carioca sem necessidade de disputa de uma “finalíssima” do Campeonato Estadual, já que venceu a Taça Guanabara e tem a melhor campanha geral da competição.

Edição: Bruna Saniele

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Valtteri Bottas vence GP da Áustria na abertura da Fórmula 1

Avatar

Publicado


.

A Fórmula 1 abriu a temporada de 2020 com uma vitória tranquila de Valtteri Bottas, da Mercedes, mas com muita emoção para o restante dos pilotos.

O finlandês conquistou sua oitava vitória na carreira e ficou à frente de seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, durante toda a corrida. Hamilton chegou a se aproximar do líder algumas vezes, principalmente após as entradas do safety car, mas não ameaçou a vitória de Bottas. 

“Lewis foi muito rápido hoje, mas eu consegui gerenciar tudo. Não há melhor maneira de começar a temporada”, disse Bottas,

Apesar de terminar em segundo na pista, Hamilton ficou apenas na quarta posição, fora do pódio. O britânico recebeu uma polêmica punição de cinco segundos por evitar a ultrapassagem de Alexander Albon, da Red Bull Racing (RBR). Albon acabou saindo da pista e perdeu a possibilidade de pontuar.

A segunda colocação ficou com Charles Leclerc. Largando na sétima posição, o monegasco de 22 anos fez uma boa corrida e acelerou no fim, mesmo com uma Ferrari com muitos problemas e longe de ser a ideal. O piloto não escondeu a surpresa.

“É uma surpresa enorme, mas é boa. Acho que fizemos tudo perfeito hoje e tivemos um pouco de sorte, mas faz parte da corrida também. Este era o objetivo, aproveitar todas as oportunidades”, disse Leclerc.

Quem completou o pódio foi Lando Norris, da McLaren. O piloto largou em quarto e, e após um duelo com Sergio Perez, da Racing Point, recuperou a posição. Com a punição a Hamilton, Norris foi premiado com o terceiro lugar. Na linha de chegada, o britânico de apenas 20 anos cravou a volta mais rápida da corrida, com 1min07seg475.

“Estou sem palavras. Houve alguns pontos que pense ter errado um pouco, mas consegui passar o Perez e terminar no pódio. Estou muito feliz e orgulhoso da nossa equipe”, disse Norris.

O GP da Áustria foi marcado por muitos abandonos, foram nove no total. Dentre eles, o experiente Kimi Räikkönen, da Alfa Romeo, e o bom piloto da RBR Max Verstappen, que largou em terceiro e representava uma ameaça aos carros da Mercedes.

Além das ultrapassagens, abandonos e de surpresas, o GP da Áustria também foi marcado por um protesto anti-racismo. Vestindo uma camisa com a frase End racism (Fim ao racismo), os pilotos se reuniram em duas filas e se ajoelharam. Hamilton, único piloto negro da Fórmula 1, utilizou a camisa com a frase Blak LivesMatter (Vidas negras importam). Max Verstappen, Antonio Giovinazzi, Carlos Sainz, Charles Leclerc, Kiki Räikkönen e Daniil Kvyat permaneceram em pé.

A Fórmula 1 volta no próximo fim de semana, no mesmo circuito de Spielberg, na Áustria, mas com nome diferente: GP da Estíria, estado onde está localizada a cidade de Spielberg.

Confira a classificação final do GP da Áustria

1.      Valtteri Bottas – Mercedes

2.      Charles Leclerc – Ferrari

3.      Lando Norris – McLaren

4.      Lewis Hamilton – Mercedes

5.      Carlos Sainz – McLaren

6.      Sergio Pérez – Racing Point

7.      Pierre Gasly – AlphaTauri

8.      Esteban Ocon – Renault

9.      Antonio Giovinazzi – Alfa Romeo

10.  Sebastian Vettel – Ferrari

11.  Nicholas Latifi – Williams

12.  Daniil Kvyat – AlphaTauri

13.  Alexander Albon – Red Bull Racing

Abandonos:

Kimi Räikkönen – Alfa Romeo

George Russel – Williams

Romain Grosjean – Haas

Kevin Magnussen – Haas

Lance Stroll – Racing Point

Daniel Ricciardo – Renault

Max Versatappen – Red Bull Racing

Edição: Fernando Fraga

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana