conecte-se conosco


Policial

Policiais civis localizam corpo de vítima de homicídio que foi dada como desaparecida

Avatar

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um crime de homicídio ocorrido em Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá) e tratado, inicialmente, como desaparecimento foi esclarecido pela Polícia Civil do município. O suspeito de cometer o crime foi preso e poderá ser indiciado por homicídio e ocultação de cadáver. 

O corpo da vítima, que tinha deficiência auditiva, foi localizado em estado avançado de decomposição na tarde desta quinta-feira (28.05).

As diligências iniciaram no dia 24 de abril, após o proprietário de uma casa, nas proximidades do rio Guaporé, procurar a Delegacia de Comodoro e relatar que Luciano Claudemir de Oliveira, 36 anos,  que era mudo, havia desaparecido.

Conforme o comunicante, Luciano residia no imóvel há cerca de cinco meses e recentemente havia se envolvido em uma ocorrência de  tentativa de homicídio contra outros dois homens. Uma das vítimas da tentativa do homicídio foi levada para o Hospital de Cáceres, onde ficou internada e depois recebeu alta.    

Luciano foi visto pela última vez na noite do dia 20 de abril e depois desapareceu. Testemunhas encontraram somente a motocicleta dele, uma Honda Titan vermelha, e outros pertences da vítima.

Policiais civis de Comodoro passaram a fazer diligências para esclarecer o desaparecimento. Como parte da investigação foi realizada a operação “Porto Seguro”, deflagrada na última sexta-feira (22.05), para cumprimento de três mandados de buscas e apreensões domiciliares, que resultaram na obtenção de provas para o esclarecimento do caso.

A Polícia Civil identificou que a vítima foi morta por disparo de arma de fogo e depois enterrada com o intuito de dificultar ou impedir as investigações. 

O corpo de Luciano foi encontrado em uma área a 110 quilômetros do perímetro urbano, região de mata a dois quilômetros da estrada de acesso ao Porto Municipal de Comodoro. 

Com a localização do cadáver e prisão do suspeito, os policiais civis prosseguem com as diligências para verificar se há outros participantes do crime e posteriormente concluir o inquérito policial. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil prende traficantes com drogas e R$ 1,5 mil em boca de fumo no bairro Alvorada

Avatar

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT    

Mais uma ação realizada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Civil, prendeu dois traficantes e fechou uma boca de fumo que funcionava no bairro Alvorada em Cuiabá. As diligências realizadas na tarde de segunda-feira (07) resultaram ainda na apreensão de porções de entorpecentes e na apreensão de mais de R$ 1,5 mil em dinheiro.

O comércio de drogas que funcionava em uma quitinete  já era monitorado pelos policiais da DRE. Segundo as investigações, o ponto era comandado por dois traficantes identificados como integrantes de uma facção criminosa envolvida em diversos crimes.

Durante vigilância do local, os policiais flagraram o momento em que uma pessoa se aproximou com um veículo e buscou algo. Logo em seguida, os policiais realizaram a abordagem do usuário que foi flagrado com uma substância entorpecente liquida.

Diante do flagrante, os policiais acionaram outras equipes para realizar a abordagem no ponto de venda de drogas. Ao perceber a presença dos policiais, um dos suspeitos tentou fugir alegando que não era morador do local, porém foi detido.

Em buscas na quitinete, foi encontrado R$ 1.522 em dinheiro, em várias cédulas diferentes, além de apetrechos para embalo da droga, faca com resquícios de entorpecentes e uma porções de maconha e pasta base de cocaína embalada para comercialização. No bolso dos dois traficantes, também foram apreendidas pequenas quantias em dinheiro trocado, característico da atividade de tráfico.

Concluídas as diligências, os dois traficantes foram conduzidos à DRE, onde após serem interrogados foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Governo anuncia recondução de delegado-geral para mais dois anos

Avatar

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, anunciou nesta segunda-feira (06.07) a recondução para um mandato de mais dois anos do delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, à frente da instituição.

Conforme o governador, a definição pela continuidade de Mário Demerval como delegado-geral se dá em face dos resultados positivos apresentados pela Polícia Civil, além dos investimentos e esforços realizados para modernizar as atividades da instituição.

“Estou muito satisfeito com o desempenho da Polícia Civil como um todo, a performance das equipes quanto da reorganização e reestruturação da Polícia Civil de Mato Grosso, além dos resultados positivos das nossas forças de segurança nas apreensões, prisões, prestando excelentes serviços à nossa população. E pelo bom trabalho com investimento em tecnologia, quero anunciar que ele vai ficar conosco por mais dois anos, até o final de nosso mandato, como delegado-geral da Polícia Civil. Espero que possamos avançar ainda mais nesse próximo biênio”, reforçou o governador.

O delegado-geral agradeceu a confiança do governador e destacou o esforço da instituição em busca de investimentos e parcerias para modernizar as estruturas policiais e aprimorar a prestação de serviços.

“É com muita satisfação que recebemos o pedido do governador, que é um reconhecimento a toda a diretoria da Polícia Civil, que vem trabalhando em diversos projetos na área operacional e de infraestrutura. Todos os esforços são para que tenhamos cada vez mais equipes preparadas e que nossa infraestrutura e a capacidade investigativa tenham um diferencial, aprimorando as condições de trabalho para os próximos anos. Agradeço a confiança depositada pelo governador, buscando com apoio de todos os servidores da instituição o melhor para a Polícia Civil de Mato Grosso”, afirmou o delegado-geral.

Entre os investimentos da instituição, em andamento, estão a modernização da estrutura de tecnologia, que no ano passado ganhou um centro de TI, com equipamentos modernos e aptos  ao dar suporte à implantação do inquérito policial eletrônico e integração junto ao sistema do Poder Judiciário.

Além da tecnologia, a infraestrutura das delegacias também é um dos focos de investimentos, obtidos por meio de  emendas parlamentares, celebração de cooperações técnicas, convênios e recursos de Termos de Ajustamento de Conduta para conseguir levar em frente os projetos da instituição.

A conclusão das obras de delegacias no interior do Estado, a mudança de sede de unidades da capital e o início da construção da sede própria da Polícia Civil estão entre algumas das metas da instituição para os próximos dois anos e meio.  

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana