conecte-se conosco


Mato Grosso

Empaer fará levantamento de agricultores que receberão recursos para propriedades

Avatar

Publicado


.

Com o objetivo de beneficiar mil agricultores familiares de 26 municípios, o Governo de Mato Grosso firmou um acordo de cooperação técnica com o Governo Federal para o repasse de R$ 2,4 milhões, que serão utilizados no fomento às propriedades rurais do Estado. O recurso é destinado às famílias em situação de pobreza pertencentes às comunidades tradicionais e povos indígenas que exerçam as atividades de silvicultores, aquicultores, extrativistas e pescadores. Cada família vai receber o valor de R$ 2.400,00 e precisa estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

O presidente da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Renaldo Loffi, fala que serão destinados 90 técnicos para fazer o levantamento das propriedades, verificando o potencial e a vocação dos agricultores. Em seguida, será feito o diagnóstico socioeconômico que permite avaliar as características das comunidades, habilidades e vantagens, e identificar fatores limitantes que impeçam o seu desenvolvimento.

Os técnicos da Empaer serão responsáveis pela identificação, mobilização, assistência técnica e extensão rural aos agricultores com orientações quanto à aplicação do recurso no projeto produtivo. Loffi explica que a partir da primeira semana de junho, os técnicos já estarão realizando o levantamento nas propriedades rurais. “Esse recurso chega numa boa hora e vai promover a inclusão sócio produtiva dos beneficiários. Esperamos que os agricultores possam aumentar a produção de alimentos, melhorar a renda e colocar mais comida nas suas mesas”, destaca.

O Programa Fomento às Atividades Produtivas Rurais tem como gestores: Ministério da Cidadania / MCSA / Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva Rural, Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf) e Empaer, que será responsável pela execução do Programa nos municípios. A extensionista da empresa, Denise Gutterres, fala que os agricultores vão assinar um termo de adesão ao programa e receber o valor de R$ 2.400 em duas parcelas, a primeira de R$ 1.400 e a segunda de R$ 1.000. As famílias cadastradas receberão assistência técnica por dois anos.

Os agricultores que vão participar do Programa terão acompanhamento individualizado e continuado dos técnicos que vão auxiliar no processo produtivo. Segundo Denise, entre os principais critérios para participar, as famílias devem estar inscritas no Cadastro Único com renda per capita de até R$ 89,00, ter elaborado em conjunto com o técnico responsável, o planejamento produtivo para aplicação dos recursos e residir em municípios com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). 

O Programa vai atender os seguintes municípios: Cuiabá, Várzea Grande, Barão de Melgaço, Peixoto de Azevedo, Cocalinho, Água Boa, Gaúcha do Norte, Nova Xavantina, Campinápolis, Ribeirãozinho, Tangará da Serra, Cáceres, Vila Bela da Santíssima Trindade, Mirassol D’Oeste, Colniza, Confresa, Vila Rica, Alto Boa Vista, Porto Alegre, Canabrava do Norte, Santa Terezinha, São Félix do Araguaia, Bom Jesus do Araguaia, Sorriso e Sinop.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Detran-MT suspende atendimento em 56 cidades e prorroga fechamento temporário de unidades

Avatar

Publicado


.

A partir da próxima segunda-feira (06.07), o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) vai suspender, temporariamente, o atendimento presencial em mais quatro municípios do Estado, totalizando 56 cidades com suspensão temporária do atendimento em Mato Grosso.

Também será prorrogado o prazo de suspensão, por mais 14 dias, dos atendimentos presenciais nas unidades que já se estavam fechadas desde os dias 22 e 25 de junho, respectivamente.

As medidas tiveram como base o Boletim Informativo n° 116 da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), divulgado na quinta-feira (02.07), com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

No dia 22 de junho, o Detran-MT já havia suspendido, temporariamente, o atendimento presencial em 17 municípios do Estado. No dia 25 de junho, foram suspensos o atendimento em mais 36 municípios. Agora, considerando as recomendações de medidas sanitárias em conformidade com a classificação de risco publicada no Boletim da SES-MT, de 02 de julho, o Detran-MT totaliza a suspensão do atendimento presencial em 56 cidades mato-grossenses. CONFIRA AQUI AS UNIDADES QUE ESTARÃO FECHADAS TEMPORARIAMENTE

Os municípios elencados na lista foram considerados de risco muito alto e alto risco de contágio do novo coronavírus, conforme o boletim informativo da SES-MT.

O prazo de suspensão do atendimento deve durar pelos próximos 14 dias, podendo ser prorrogado conforme determinação do Governo do Estado. Por este motivo, o Detran-MT informa que não irá realizar novos agendamentos para atendimento nessas cidades, até a reabertura dessas unidades.

Durante o período de suspensão dos atendimentos presenciais nas 56 cidades, o Detran-MT informa que irá realizar a liberação de veículos removidos que encontram-se apreendidos nos pátios do Detran no Estado aos proprietários que desejarem retirar o veículo.  

Serviços online

Durante a suspensão temporária do atendimento presencial, o Detran-MT orienta a população que verifique se o serviço que deseja está disponível de forma digital, no site da Autarquia (www.detran.mt.gov.br) ou pelo aplicativo MT Cidadão.

Através do site ou pelo aplicativo, podem ser feitas a solicitação da segunda via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), troca para a CNH definitiva, solicitação da Permissão Internacional para Dirigir (PID), além da emissão de taxas como o IPVA, Seguro DPVAT e multas, consulta a informações de veículo, informações de condutor, resultado de Recurso de Infração, Certidão Negativa de Multa, emissão da Certidão de Condutor, validar documentos e Certidão de Propriedade.

Impressão do Licenciamento

Um dos serviços disponíveis online é a impressão do Licenciamento Anual de Veículos, que pode ser feito em papel A4, em qualquer lugar em que o cidadão tenha acesso à impressora e a internet.

O serviço foi autorizado pelo Denatran e disponibilizado pelo Governo do Estado no site do Detran-MT e pelo aplicativo MT Cidadão. O documento em papel A4 tem o mesmo valor jurídico do conhecido “verdinho”, que era impresso em papel moeda.

“O cidadão que já tem o veículo emplacado em seu nome e deseja ter acesso ao documento, este ficará disponível de forma automática após o pagamento de todos os débitos obrigatórios para trafegabilidade do veículo”, reforçou o diretor de Veículos do Detran-MT, Augusto Cordeiro.

Suspensão de prazos

Conforme a deliberação n° 185 de 19 de março de 2020, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), continua valendo a suspensão do prazo para os seguintes serviços:

– Transferência de propriedade do veículo;

– Emplacamento por mudança de cidade ou município;

– Primeiro emplacamento veicular;

– Prazo de validade indeterminado da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Permissão para Dirigir (PPD), para os motoristas que estão com o documento vencido desde o dia desde o dia 19 de fevereiro de 2020.

Emissão de CNH

Mesmo com o fechamento temporário em razão da pandemia do novo coronavírus, o Detran-MT continua emitindo a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) aos condutores que solicitam o documento via aplicativo MT Cidadão.

O documento é enviado pelos correios no endereço cadastrado junto ao Detran-MT ou na unidade escolhida pelo condutor, podendo, neste último caso, ser retirado pelo mesmo assim que a unidade for reaberta para atendimento ao público. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo de MT vai entregar mais 94 UTIs e garante custeio de outras 159 das prefeituras

Avatar

Publicado


.

O Governo do Estado deve entregar mais 20 leitos de enfermaria e 94 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em todas as regiões de Mato Grosso até o final do mês de julho, além de custear outras 159 UTIs que os municípios se comprometeram a abrir.

A confirmação foi feita pelo governador Mauro Mendes nesta sexta-feira (03.07), em entrevista à TV Centro América, e está contida no planejamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) entregue ao Poder Judiciário – veja a lista completa na tabela ao final da matéria.

De acordo com o governador Mauro Mendes, o trabalho para ampliar a capacidade de leitos no estado, de forma a atender aos casos de coronavírus, foi iniciado já no início da pandemia, em março.

Além dos leitos construídos pelo próprio Executivo, o Governo trabalha em conjunto com os municípios. Somente na Baixada Cuiabana, já foram criadas 80 novas UTIs nos últimos meses (50 no Hospital Estadual Santa Casa e 30 no Metropolitano) e a previsão é de entregar mais 50 nas próximas semanas (20 na Santa Casa e mais 30 no Metropolitano).

“O prefeito de Cuiabá assumiu o compromisso de abrir 30. Se ele abrir as 30 dele e nós abrirmos mais essas 50, resolve em parte o problema da Baixada Cuiabana”, afirmou.

No interior, o trabalho também tem se intensificado com novos leitos nos hospitais regionais, contratações de leitos em hospitais filantrópicos e as parcerias com as prefeituras para abertura de UTIs em unidades de saúde municipais.

“Temos 159 a serem abertas no interior, nessa parceria do Governo do Estado com os municípios. Os municípios tomam as providências e o Governo do Estado paga a conta junto com o Governo Federal. São R$ 2 mil por leito, por dia. Temos esse planejamento em várias cidades, Confresa, Nova Mutum, Sinop, Tangará, e muitas outras”, relatou.

Ainda na entrevista, Mendes falou da dificuldade para a contratação de equipes de saúde para que as UTIs possam funcionar.

“O nosso maior problema hoje é a dificuldade de contratação de pessoal. Colocamos um edital público para chamar 50 médicos, 300 enfermeiros, maqueiros, assistentes sociais e estamos tendo dificuldade para encontrar. Subimos o preço, elevamos o patamar salarial e demos ampla publicidade a isso. Estamos fazendo todo o esforço possível”, reforçou.

O governador também orientou a população a procurar ajuda médica já nos primeiros sintomas de covid-19, atitude que tem salvado muitas vidas.

Mendes registrou que o Governo do Estado está comprando medicamentos para distribuir aos municípios, de forma a possibilitar que os pacientes, assim que diagnosticados, possam receber a medicação adequada e tratar a doença já no início, aumentando as chances de cura.

“Hoje muitas pessoas ficam em casa, ignoram os sintomas e aí só quando está grave é que procuram o hospital. Quando chega, já está com o pulmão comprometido e aí é muito tarde, e lamentamos muito.  Por isso a importância do tratamento precoce”, explicou.

Veja a lista completa das UTIs que serão construídas e as que serão custeadas pelo Estado, em parceria com o Governo Federal:

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana