conecte-se conosco


Direto de Brasília

Em São Paulo, líderes comunitários têm cargos em gabinetes dos “irmãos Tatto”

Avatar

Publicado


source
homem de terno e gravata falando em microfone
Alex Ferreira / Câmara dos Deputados

Jilmar Tatto

A influência dos irmãos de Jilmar Tatto, pré-candidato do Partido dos Trabalhadores à prefeitura de São Paulo, em comunidades da capital pode ser um ponto positivo para as eleições de 2020. Um levantamento publicado pelo jornal Folha de S.Paulo na manhã desta segunda-feira (25), mostra que pelo menos oito líderes e pessoas atuantes em associações comunitárias foram identificadas como funcionários de gabinetes do PT.

Leia também: PT reforça apelo para que Marta seja vice de chapa em São Paulo

A “família tatto” é formada por dez irmãos, cinco deles com mandatos eletivos pelo Partido dos Trabalhadores. Além de Jilmar, que é pré-candidato à prefeitura, Arselino (vereador), Jair (vereador), Enio (deputado estadual) e Nilto (deputado Federal) formam o “clã” político que atua majoritariamente na região da Capela do Socorro.

A reportagem, dos jornalistas Fábio Zanini e Carolina Linhares, detectou que o líder comunitário da Capela do Socorro, Robson de Oliveira, exerce um cargo de assessor no gabinete do pré-candidato do PT e recebe um salário bruto de R$4,1 mil a ser cumprido a cerca de 25 km de onde mora.

Leia também: MP-SP lança ação contra Haddad por irregularidades no uso de multas de trânsito

Robson garantiu que consegue dividir bem as funções e que, apesar de manter a associação na qual trabalha neutra, ele indica que moradores votem no partido, que, segundo ele, é o único que “não aparece só em ano de eleição”.

Leia também: Ex-deputado Jilmar Tatto é escolhido candidato do PT à prefeitura de São Paulo

Além de Robson, a reportagem também identificou que Claudislei Barbosa de Oliveira, membro da Associação dos Moradores do Jardim Miriam e Marcos Rogerio Lerois, tesoureiro da Sociedade Amiga e Esportiva do Jardim Copacabana, têm cargos na primeira-secretaria da Alesp e no gabinete de Enio. 

Comentários Facebook

Direto de Brasília

Bolsonaro sonda Major Vitor Hugo para Ministério da Educação

Avatar

Publicado


source
major vitor e bolsonaro
Marcos Corrêa/PR/Imagem de arquivo

Líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo, e o presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez novas sondas para ocupar o Ministério da Educação. Dessa vez, o alvo foi o líder do governo na Câmara, o deputado federal Major Vitor Hugo (PSL-GO).

A conversa do presidente com o parlamentar teria começado no domingo (5), por telefone, e se estendeu em um almoço nesta segunda-feira (6). O deputado disse que aceitaria o cargo, após ser perguntado sobre o assunto por Bolsonaro. As informações são de Andréia Sadi.

Nos bastidores da política o nome de Vitor Hugo não agradou e gerou resistências entre os aliados do presidente. Hugo não teria interlocução com setores da educação e não teria currículo com experiência na área, segundo os críticos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Direto de Brasília

Projeto inclui jiu-jítsu como disciplina opcional nas escolas

Avatar

Publicado


.
Renato Araújo/Agência Brasília
Esporte - geral - artes marciais lutas treinamento atletas condicionamento físico atletas
Autor da proposta afirma que a arte marcial pode enriquecer o processo educativo

O Projeto de Lei 4478/19 inclui a prática do jiu-jítsu como opção nos currículos de todas as séries do ensino fundamental. Já aprovado no Senado, o texto está agora na Câmara dos Deputados.

A proposta é de autoria do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) e altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

Rodrigues afirma que houve melhora no rendimento dos alunos de Roraima depois que o jiu-jítsu passou a ser adotado como disciplina opcional em diversas escolas.

“A arte marcial traz benefícios à saúde física, ao equilíbrio mental e à interação social. Também possui potencial para enriquecer o processo educativo”, diz.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Marcelo Oliveira
Com informações da Agência Senado

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana