conecte-se conosco


Esportes

Sesi paulista demite mais 250 professores de esportes

Publicado

Esportes


.

A assessoria de impresa do Sesi de São Paulo confirmou à Agência Brasil que a entidade demitiu metade do quadro de professores de esporte. O total de profissionais desligados em 53 cidades paulistas foi de 250.

Em nota, o Sesi-SP explicou a decisão à Agência Brasil e disse que “a crise do coronavírus tem castigado todos os setores da economia. O Sesi-SP tem feito todos os esforços para preservar seu quadro funcional. Entretanto, é impossível ignorar a queda de arrecadação causada pela desaceleração da economia, a redução compulsória de 50% da receita nesses meses e o nível de inadimplência, que é imprevisível. Além disso, estamos impossibilitados de manter funcionando as áreas esportivas e culturais. É um momento difícil para todos e até lá o Sesi-SP trabalhará com afinco para que o impacto seja o menor possível”.

Segundo a assessoria de imprensa da entidade,  os desligamentos foram em sua maioria de funcionários das academias e das aulas de ginástica e não só professores do esporte/modalidades. A assessoria também garantiu, mesmo sem informar o valor da bolsa, que cerca de 740 atletas das categorias de base/formação (idade limite de 21 anos) seguem recebendo uma ajuda de custo.

Veja Também  Surto de covid-19 no Flamengo deixa Sindicato de Atletas em alerta

É importante destacar, que no departamento de esportes, o Sesi-SP fez os primeiros ajustes financeiros logo no início da pandemia da covid-19.  Após a decisão do encerramento antecipado da Superliga de Vôlei masculino 2019/2020, nenhum contrato da tradicional equipe paulista foi renovado, inclusive o técnico Rubinho. O único que permanece no clube é o atual líbero Murilo. O medalhista olímpico e campeão mundial pela seleção brasileira aceitou um contrato com uma remuneração reduzida até a volta das competições. 
Ainda segundo a assessoria, outras equipes de destaque como a de basquete masculino, sediada em Franca, e a de vôlei feminino, que atua em Bauru, não tem definição sobre cortes e terão os casos tratados individualmente por terem parcerias locais.

As fortes equipes de modalidades individuais de alto rendimento mantidas pelo Sesi não foram afetadas até o momento.  A entidade mantém fortes equipes de karatê, Wrestling, natação, judô, entre outras. O departamento paralímpico, que tem destaques com a equipe de goalball e de vôlei sentado, também segue sem alterações até o momento.

Veja Também  Brasileiro Feminino: Palmeiras vence Santos, e Corinthians agradece

Edição: Narjara Carvalho

Comentários Facebook

Esportes

Copa do Brasil: Atlético-GO marca nos acréscimos e elimina Fluminense

Avatar

Publicado


.

Com amplo domínio da partida, o Atlético-GO sufocou o Fluminense do início ao fim e saiu de campo com a vitória por 3 a 1, nesta quinta (24), no Estádio Olímpico (GO). Com o resultado, a equipe do técnico Vagner Mancini avançou para as oitavas de final da Copa do Brasil, já que o Tricolor havia vencido o confronto de ida apenas por 1 a 0, no Maracanã.

Dragão é o dono do jogo

Precisando vencer, o Atlético-GO começou o jogo partindo para cima do Fluminense. Logo aos 3 minutos, Marlon Freitas aproveitou boa jogada de Janderson pela direita e chutou cruzado, passando perto do gol Tricolor. Aos 9 minutos, o Dragão contou com uma grande ajuda de Muriel para abrir o placar. Hyuri lançou Ferrareis pela esquerda, o camisa 11 cruzou na área em bola fácil para Muriel. No entanto, na hora de encaixar a defesa, o goleiro acabou entregando a bola nos pés de Chico, que não teve problemas para fazer o primeiro.

Veja Também  Surto de covid-19 no Flamengo deixa Sindicato de Atletas em alerta

Mesmo diminuindo o ritmo na parte final do primeiro tempo, o Atlético-GO criou boas chances para ampliar, sendo a melhor aos 42 minutos. Dudu avançou pela direita e jogou na área do Fluminense. Ferrareis cabeceou com perigo, tirando tinta da trave direita de Muriel.

Na única oportunidade real de gol que teve, o Fluminense empatou aos 50 minutos da etapa inicial. Cobrança de escanteio de Egídio pela esquerda e Luccas Claro subiu mais que toda a defesa para cabecear com força e deixar tudo igual.

O segundo tempo começou em ritmo mais lento, mesmo assim o Atlético-GO continuou melhor. O Fluminense mal conseguiu passar do meio de campo e o Dragão não criava muitas chances para finalizar.

A partir dos 25 minutos, o Atlético-GO começou a chegar com mais perigo. Primeiro com Matheus Vargas, que finalizou de perna direita para Muriel encaixar. No minuto seguinte, Janderson avançou pela direita e tentou cruzamento. O atacante quase marcou o gol mesmo sem querer.

Aos 33 minutos, o Atlético-GO marcou o segundo. Janderson soltou a bomba e Muriel fez grande defesa. No rebote, Marlon Freitas estufou as redes do Fluminense. Cinco minutos depois, Matheus Vargas invadiu a área e, na hora de chutar, Luccas Claro conseguiu evitar o gol da classificação do Dragão.

Veja Também  Caso Breonna Taylor: atletas condenam decisão de inocentar policiais

O Fluminense teve a chance do empate aos 44 minutos. Nenê entrou na área pela esquerda e finalizou rasteiro, cruzado. A bola desviou na zaga e foi pela linha de fundo.

O Atlético-GO garantiu a vaga nas oitavas de final aos 47 minutos do segundo tempo. Matheuzinho subiu pela esquerda e tocou na medida para Matheus Vargas chutar, decretar a vitória por 3 a 1 e colocar o Dragão na próxima fase da Copa do Brasil.

Veja a tabela da Copa do Brasil.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Bayern de Munique conquista Supercopa da Europa

Avatar

Publicado


.

O Bayern de Munique (Alemanha) conquistou a Supercopa da Europa nesta quinta (24) após derrotar o Sevilla (Espanha) por 2 a 1 em partida realizada na Puskas Arena, em Budapeste (Hungria).

A competição, que coloca frente a frente o campeão da Liga dos Campeões (Bayern) e o vencedor da Liga Europa (Sevilla) foi o primeiro evento esportivo organizado pela Uefa desde o início da pandemia do novo coronavírus (covid-19) que contou com a presença de público.

Segundo a Uefa, a presença de torcedores foi limitada a 30% da capacidade do estádio, ou seja, pouco mais de 20 mil pessoas. Assim, o jogo funcionou como teste para a entidade, que tenta viabilizar a volta do público aos torneios por ela realizados.

Empate nos 90 minutos

O jogo começou com as equipes se estudando muito. O Bayern mantinha mais a posse de bola, enquanto o Sevilla se fechava bem atrás, obrigando a equipe alemã a arriscar lançamentos longos.

A partida começou a ficar mais animada aos 10 minutos, quando o meia croata Ivan Rakitic (que reestreava na equipe espanhola após longa passagem pelo Barcelona) foi derrubado dentro da área por Alaba. Pênalti, que o argentino Lucas Ocampos cobrou, com categoria, para abrir o marcador.

A partir daí o time alemão assume o controle da partida, e começa a bombardear a meta adversária em busca do gol do empate. E, de tanto tentar, consegue aos 33 minutos, quando Müller manda de trivela para Lewandowski, que faz o pivô para o meia Goretzka chegar batendo de primeira.

Na etapa final a dinâmica permaneceu muito parecida, o Sevilla se fechava atrás, enquanto o Bayern esperava as melhores oportunidades para chegar ao gol da vitória.

Veja Também  Governo promove debate sobre prevenção ao suicídio por meio do esporte

O time alemão chegou a marcar com o polonês Lewandowski, aos 5, e com o alemão Sané, aos 17, mas os dois gols foram anulados por irregularidades.

Já a equipe espanhola se dedicou à defesa, tendo uma chance cristalina aos 41 minutos, quando o marroquino En-Nesyri aproveita vacilo dos jogadores do Bayern para avançar sozinho, em contra-ataque, e finalizar com liberdade. Porém, o goleiro alemão Neuer faz grande defesa para segurar a igualdade até o final dos 90 minutos, o que levou a partida para o tempo extra.

Gol decisivo na prorrogação

E logo no primeiro minuto da prorrogação Neuer volta a aparecer novamente com uma grande defesa, quando En-Nesyri puxa contra-ataque, chuta e o goleiro alemão defende com o pé para evitar o gol.

Porém, foi apenas um susto, pois o Bayern conseguiu garantir a vitória aos 13 minutos do primeiro tempo da prorrogação. Alaba chuta para defesa parcial do goleiro Bono, e o espanhol Javi Martínez cabeceia com categoria para fazer 2 a 1.

Com esta conquista, o Bayern vence pela segunda vez a Supercopa da Europa, após o triunfo de 2013.

Veja Também  Presidente do COI expressa otimismo sobre realização de Jogos em 2021

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana