conecte-se conosco


Policial

Operação resulta em oito prisões, apreensões de armas de fogo e recuperação de produtos furtados

Publicado

Policial


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Operação Ordenha, realizada nesta sexta-feira (22.05) pela Polícia Civil no município de São José dos Quatro Marcos e em mais quatro cidades da região oeste, resultou no cumprimento de seis mandados de prisões preventivas, duas prisões em flagrante, apreensões de armas de fogo e munições de diversos calibres e recuperação de produtos furtados. Outros oito mandados de buscas e apreensões também foram cumpridos durante a operação que investiga crimes de roubos de veículos e homicídios ocorridos na região.

Os mandados de prisões foram cumpridos em Araputanga, Mirassol d’Oeste e Comodoro. Durante as buscas foram aprendidas cinco armas de fogo, entre elas espingardas.

Coordenada pelo delegado de São José dos Quatro Marcos, Edison Pick, a operação é resultado de uma investigação iniciada em setembro de 2019, após a ocorrência de roubo de veículos com restrição de liberdade das vítimas, na zona rural do município. Homens armados ameaçaram as vítimas e roubaram veículos em uma propriedade na comunidade Caeté.  A partir da investigação desse roubo, a Polícia Civil do município levantou diversas informações e chegou à identificação de alguns suspeitos que estavam ligados a outros crimes na região.

Veja Também  Mudança temporária no atendimento da Central de Flagrantes de Várzea Grande

“Mostramos para sociedade o resultado de nossas investigações, que seguem para esclarecer todas as informações apuradas com a operação Ordenha. Agradeço o empenho de todas as equipes envolvidas com o trabalho da Polícia Civil”, disse o delegado.

A operação Ordenha teve apoio de equipes policiais das Delegacias de Mirassol d’Oeste e de Porto Esperidião, da Delegacia Especial de Fronteira (Defron) e do 17º Batalhão da Polícia Militar.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil cumpre mandados contra grupo envolvido na tentativa de roubo no Atacadão

Avatar

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), deflagrou na manhã desta quarta-feira (22.09), operação para dar cumprimento a ordens judiciais de prisão contra três criminosos envolvidos na tentativa de roubo, no supermercado Atacadão, ocorrido em maio de 2019. As ordens judiciais foram expedidas pela Terceira Vara Criminal da Capital.

O crime ocorreu no dia 10 de maio quando o grupo criminoso associado, fortemente armado, tentou atacar o carro forte da empresa Brinks, no momento em que era realizado o abastecimento dos terminais de auto atendimento (caixas eletrônicos) instalados no supermercado.

O roubo não foi consumado devido a intervenção imediata da equipe da GCCO, assim como pela ação do vigilante da empresa, resultando na morte de três dos criminosos.  Durante a ação, não houve terceiros feridos, seja dentro do estabelecimento, com a reação justa e necessária do vigilante, seja na parte externa com a intervenção dos policiais, repelindo iminente e injusta agressão.

Com os criminosos, foram encontradas diversas armas de fogo, sendo uma pistola canadense, calibre .45, com 13 munições .45 intactas e uma munição .45 deflagrada; submetralhadora,, calibre .40, patrimônio da Polícia Judiciária Civil, com um carregador com 12 munições .40 intactas; e uma pistola, calibre .380, patrimônio da Polícia Militar, com um carregador com uma munição .380 intacta e três munições .380 deflagradas.

Veja Também  Empresário é morto a tiros com espingarda calibre 12 dentro da empresa

O mesmo grupo criminoso inicialmente identificado no dia dos fatos,era investigado também pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá por diversos crimes patrimoniais anteriores, investigação que auxiliou no levantamento de provas técnicas da participação deles no crime.

Em continuidade a investigação, a GCCO apurou o envolvimento de outros três criminosos, após incessante trabalho policial que reuniu esforços em Inteligência Policial, análises de vínculos, de imagens, diligências em campo e perícias requisitadas.

Ainda no dia dos fatos, foi aventada a possível participação de uma vigilante da própria empresa Brinks, sendo o seu envolvimento apontado pela esposa de um dos criminosos mortos na ação. Nas investigações foi comprovada a atuação da vigilante no planejamento da ação dos criminosos, fornecendo informações precisas e imprescindíveis, enviando fotos, dados sigilosos e localizações dos pontos de abastecimento de caixas eletrônicos de diversos clientes da empresa onde trabalhava.

A investigação ainda demonstrou o vínculo da vigilante com um conhecido criminoso, já envolvido em diversos crimes relacionados a caixas eletrônicos, também investigado e preso pela GCCO na operação Luxus.

Veja Também  Pré-candidato a vereador por Cuiabá é encontrado morto com tiro na cabeça dentro de apartamento

Um dos alvos da operação já se encontrava preso no Centro de Ressocialização de Cuiabá, bem como dois mandados de busca e apreensão. Os presos serão interrogados na GCCO e o inquérito policial finalizado em dez dias.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Mudança temporária no atendimento da Central de Flagrantes de Várzea Grande

Avatar

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Diretoria Metropolitana, comunica que as ocorrências atendidas pela Central de Flagrantes de Várzea Grande estão sendo provisoriamente atendidas na Central de Flagrantes de Cuiabá ou no Plantão de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e Sexual, de acordo com a natureza do fato. A mudança inicia nesta terça-feira (22), a partir das 19 horas e segue até o dia 13 de outubro de 2020.

A medida de caráter extraordinário e emergencial foi tomada em virtude do número de servidores diagnosticados positivamente para coronavírus e, por consequência, afastados das atividades laborais.

Desde o início da pandemia de Covid-19, a Diretoria Metropolitana e a Diretoria de Atividades Especiais montou uma escala de reforço com policiais das respectivas delegacias de cada diretoria a fim de suprir o atendimento nas centrais de flagrantes da região metropolitana e mantê-las em funcionamento ininterrupto.

Além do aumento de policiais diagnosticados positivos para o vírus, há também um expressivo número de servidores, especialmente da Diretoria Metropolitana, que pertence ao grupo de risco para a Covid e que estão impossibilitados de realizar o trabalho presencial.

Veja Também  Saveiro é recuperado logo depois de ter sido roubado em Cuiabá

Desta forma, os atendimentos de flagrantes ocorridos em Várzea Grande serão encaminhados às duas unidades de plantão de Cuiabá, respeitando a natureza das ocorrências.

A Polícia Civil reitera seu compromisso e atuação laboral em prol da sociedade e da segurança pública de Mato Grosso.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana