conecte-se conosco


Tecnologia

Inteligência artificial consegue adivinhar personalidade de pessoas

Avatar

Publicado


source

Olhar Digital

inteligência artificial
Unsplash/Franck V

Sistema define personalidade através de imagens


Pesquisadores de duas universidades de Moscou, a Escola Superior de Economia da Universidade Nacional de Pesquisa (HSE) e a Universidade Aberta de Ciências Humanas e Econômicas, se uniram a uma startup russo-britânica chamada BestFitMe para treinar redes neurais em cascata com o objetivo de obter julgamentos de personalidade confiáveis baseados em fotografias de rostos humanos.

O desempenho do modelo resultante foi superior ao relatado em estudos anteriores usando aprendizado de máquina ou avaliadores humanos. Foi usado o modelo “Big Five”, que descreve os cinco principais fatores da personalidade humana como sendo abertura para a experiência (openness to experience), conscienciosidade (conscientiousness), extroversão (extroversion), neuroticismo ou instabilidade emocional (neuroticism) e amabilidade (agreeableness)

O estudo foi realizado em uma amostra de 12.000 voluntários que preencheram um questionário medindo seus próprios traços de personalidade com base no modelo “Big Five” e enviaram um total de 31.000 selfies. Os entrevistados foram divididos aleatoriamente em um grupo de treinamento e um grupo de teste. Uma série de redes neurais foi usada para pré-processar as imagens para garantir qualidade e características consistentes e excluir rostos com expressões emocionais, além de fotos de celebridades e gatos.

Leia também: China cria a primeira apresentadora de jornal baseada em inteligência artificial

Em seguida, uma rede neural de classificação de imagens foi treinada para decompor cada imagem em 128 recursos invariantes, seguida por um perceptron (classificador linear) de várias camadas que usava estes recursos para prever traços de personalidade.

Os resultados indicam que a IA conseguiu determinar corretamente a posição relativa de dois indivíduos escolhidos aleatoriamente em uma dimensão de personalidade em 58% dos casos, em oposição aos 50% esperados pelo acaso.

Isso indica que uma rede neural artificial baseada em imagens faciais estáticas supera um avaliador humano médio que encontra o alvo em pessoa, sem conhecê-lo previamente. A conscienciosidade foi o fator mais facilmente reconhecível entre as características. As previsões em rostos femininos pareciam ser mais confiáveis do que as de rostos masculinos.

Há um grande número de usos em potencial que podem ser explorados. O reconhecimento da personalidade a partir de fotos pode complementar as abordagens tradicionais de avaliação em situações em que alta velocidade e baixo custo são mais importantes que alta precisão. Uma inteligência artificial pode ser usada para propor produtos mais adequados à personalidade do cliente ou para selecionar as “melhores correspondências” possíveis para indivíduos em interações como atendimento ao cliente, namoro ou tutoria on-line.

Comentários Facebook

Tecnologia

Inteligência artificial recria jogo de Pac-Man do zero

Avatar

Publicado


source

Olhar Digital

Pac-Man inteligência artificial
Unsplash/Sei Kakinoki

Pac-Man é recriado por inteligência artificial


Pesquisadores da Nvidia , empresa influente no mercado de computação visual, desenvolveram um sistema de inteligência artificial capaz de recriar o jogo Pac-Man a partir somente de análises visuais do game em execução. Em comemoração aos 40 anos do jogo, a companhia produziu uma versão do produto original que deve ser disponibilizada ao público em breve.

A reprodução, no entanto, ainda não é perfeita. Como mostra um vídeo publicado pela Nvidia, as imagens do jogo são borradas e o sistema não conseguiu capturar com precisão os comportamentos específicos dos fantasmas. Cada um deles é programado com diferentes características que determinam seus movimentos no game.

Leia também: Com saudade dos amigos? Veja 7 jogos para se divertir com eles online

Ainda assim, o projeto da Nvidia conta com a dinâmica básica do Pac-Man : o jogador deve comer os pontos, evitar os fantasmas e comê-los nas situações apropriadas, além de tentar não morrer. 


O programa responsável pelo produto é chamado de GameGAN. O termo GAN faz referência a redes generativas adversariais, uma tecnologia aplicada a processos de machine learning (aprendizado de máquina). O sistema conta com duas redes neurais: uma delas tenta replicar o jogo a partir dos dados visuais obtidos, a outra compara o resultado com a fonte original.

Se as informações geradas pela máquina e o modelo base não corresponderem, o sistema descarta os dados incongruentes e repete o processo para aperfeiçoar o produto com base nos feedbacks gerados na tentativa anterior. A ideia é fazer ajustes continuos até que o resultado apresente a maior similaridade possível com o original.

Leia também: Nintendo poderá monitorar saúde do jogador e usar resultados em pontuação

Para produzir a versão comemorativa de Pac-Man , a inteligência artificial da Nvidia foi exposta a 50 mil clipes de execução do jogo. “Ele [o sistema] aprende todas essas coisas apenas assistindo”, disse Rev Lebaredian, vice-presidente de tecnologia de simulação da Nvidia,em entrevista a jornalistas. “É como se um programador humano pudesse assistir a muitos episódios do Pac-Man no YouTube e inferir quais são as regras dos jogos e reconstruí-las”, completou.

Módulo de memória

Sistemas de inteligência artificial capazes de gerar mundos virtuais, como jogos eletrônicos, não são novidade. O modelo da Nvidia, no entanto, apresenta um diferencial: os pesquisadores da empresa introduziram um “módulo de memória” que permite à ferramenta armazenar o mapa interno do jogo.

Isso ajuda o modelo a reproduzir mapas consistentes, uma qualidade fundamental para recriar os labirintos do Pac-Man. Os módulos de memória ainda ajudam a máquina a distinguir elementos estáticos do jogo, como os labirintos, dos elementos dinâmicos, como os fantasmas.

Alguns processos, no entanto, ainda precisam ser melhorados. Em entrevista a jornalistas, Sanja Fiedler, diretor do laboratório de pesquisa da Nvidia em Toronto, no Canadá, disse que, para obter os clipes necessários para o treinamento da máquina foi preciso recorrer a outra solução de inteligência artificial capaz de jogar Pac-Man e gerar os dados.

Leia também: O jogo Gartic, de desenho no celular, cresce 1600% durante quarentena

A máquina, no entanto, apresentou um desempenho tão bom que quase nunca morreu. Isso dificultou que o GameGAN capturasse detalhes das dinâmicas e situações do jogo em que o jogador falha em se manter vivo.

Os pesquisadores da Nvidia reforçam que a recriação de Pac-Man mostra como a inteligência artificial pode ser uma ferramenta importante para o design de games no futuro. Desenvolvedores poderiam, por exemplo, aplicar um de seus games a uma inteligência artificial e usar o sistema para criar variações do jogo ou mesmo novos níveis e desafios. “Você pode usar isso para misturar diferentes jogos”, disse Sanja Fidler.

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Passando muito tempo no YouTube? Conheça a ferramenta que ajuda a diminuir o uso

Avatar

Publicado


source

Olhar Digital

YouTube
Unsplash

YouTube permite definir lembrete para interromper reprodução


Com a reprodução automática do YouTube , é bastante normal que os usuários percam a noção do tempo ao começar a ver vídeos sem parar. Para tentar resolver isso, a plataforma agora permite definir um lembrete para ser avisado quando é hora de dormir, por exemplo.

É possível escolher o horário de início e de término da visualização do conteúdo no menu ‘Configurações’. Além disso, a funcionalidade permite definir quando o lembrete para interromper a reprodução deve aparecer – se durante o vídeo ou após o término. Independente da escolha, o usuário pode ignorar a notificação e continuar a assistir a um vídeo – ou dez, se preferir.

Leia também: Google Play Música será extinto, dando espaço ao YouTube Music

A implementação do recurso faz parte da expansão das opções de gerenciamento de tela e bem-estar digital que a empresa trouxe para a plataforma há algum tempo. Dentre as funcionalidades integradas nos últimos dois anos, estão as estatísticas de exibição do conteúdo diário e semanal, possibilidade de desativar notificações do aplicativo em certos momentos do dia e exibição do total de minutos gastos no aplicativo.

A opção de lembrete para interromper a exibição de vídeos no YouTube está disponível para iPhone ( iOS ) e Android  desde quarta-feira (20). Nos próximos dias, a plataforma deve disponibilizar a novidade para outros dispositivos com acesso ao serviço.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana