conecte-se conosco


Destaque

Prefeitura de Cuiabá acolhe moradores de rua em hotel durante pandemia

Publicado

Destaque

 

De banho tomado, cabelo cortado e barba feita, Roberto Alves não conseguia esconder tamanha alegria e satisfação pela oportunidade de mudar de vida. Agora, sua única certeza é de que não quer voltar mais a morar na rua. “Agora vou para o hotel albergue e vou poder procurar um emprego. Estou muito grato”. O trabalho de acolhimento, que teve início na manhã desta quinta-feira (23), é desenvolvido pela Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, com apoio do Núcleo da Primeira-dama.

As abordagens são mais um plano de ação colocado em prática com a atenção voltada especificamente as pessoas em situação de rua nesse momento de enfrentamento ao novo Coronavírus. A Pasta tem realizado constantemente abordagens em pontos de grande concentração dessas pessoas, de forma a sensibilizar e orientar sobre a importância do isolamento social para evitar a disseminação da pandemia no Município.

“Esta é mais uma ação em parceria com a Secretaria de Assistência Social em prol das pessoas em situação de rua. Temos realizado muitas abordagens pela cidade, porque sabemos da importância em não deixar ninguém sem amparo, muito menos nesse momento de enfrentamento a pandemia”, comentou a primeira-dama Márcia Pinheiro.

Os interessados estão sendo encaminhados para o Ginásio Dom Aquino para o cadastro. Lá, eles recebem todas as informações sobre acolhimento, kits de higiene pessoal, toalhas, cabide solidário, corte de cabelo, atendimento médico com vacinas e podem tomar banho. Em seguida, os que aceitam, são levados para o hotel. Nesse primeiro dia, cerca de 50 pessoas foram acolhidas e encaminhadas ao “Hotel Albergue”. O projeto segue até sexta-feira (24) ou até o encerramento das 120 vagas disponíveis no “Hotel Albergue”.

Veja Também  Condenada por matar Isabele sai de isolamento após 7 dias e passará a conviver com outras menores em socioeducativo

“Essa importante parceria com a Rede de Hotéis Mato Grosso foi efetivada graças ao apoio que temos da gestão, do prefeito Emanuel Pinheiro e da primeira-dama Márcia Pinheiro. Serão 120 novas vagas, o que irá resultar numa capacidade de abrigamento de 270 pessoas, somadas as vagas já existentes nos três albergues Municipais”, pontuou Wilton Coelho, secretário de Assistência Social. Hoje a rede abriga 110 pessoas, tendo 40 vagas em aberto.

A aceitação é gradativa, porém, a equipe está preparada para ofertar um atendimento de excelência e dignidade a essa população. De acordo com o secretário, essa população tem uma certa resistência, pois a grande maioria está nas ruas em razão de conflitos familiares. Com isso, muitos fizeram a opção de estar nessa situação.

No entanto, já sabendo dessa resistência, a equipe está treinada para explicar a intenção da Prefeitura. “Deixamos bem claro que não estamos querendo forçar ninguém a aceitar. O que queremos é proteger essas pessoas, evitar que eles fiquem doentes e explicar qual o principal objetivo desse trabalho de humanização e valorização do ser humano da gestão Emanuel Pinheiro”, disse o secretário.

No “Hotel Albergue” serão executados os mesmos procedimentos aplicados nas unidades Municipais, com regras e normas a serem seguidas e respeitadas pelos albergados. Foi firmado um contrato de seis meses, podendo ser suspenso a qualquer momento, no valor de R$ 80,00 a diária por abrigado, já inclusas todas as refeições. O objetivo dessa prestação de serviço é atender aos moradores de rua enquanto estivermos nesse momento de pandemia. “Se for necessário a ampliação de novas vagas, outras parcerias serão firmadas. O que o prefeito Emanuel Pinheiro quer é não deixar que ninguém fique desamparado nesse momento de crise e angústia de toda população, e essa é a nossa meta”, reforçou Coelho.

Veja Também  PM recupera carreta com 50 toneladas de defensivo agrícola roubado no estado do Pará

Para atender aos que forem acolhidos, foram contratadas 20 pessoas que irão trabalhar por escala, com plantões diurnos e noturnos. O processo de contratação está sendo executado pela Secretaria Municipal de Saúde.

 

OUTRAS AÇÕES

 

Também vem sendo desenvolvida a distribuição de alimentos para pessoas carentes. Na ação, realizada em parceria com o Restaurante Popular desde o dia 23 de março, são distribuídas 450 refeições todos os dias. Mais de 7 mil marmitas já foram entregues na região Central, Rodoviária, Aterro Sanitário e Porto.

Além da alimentação, são entregues kits de higienização pessoal e cobertores. A população recebe também orientações sobre as formas de prevenção ao novo Covid-19. Vendedores ambulantes e até taxistas estão sendo beneficiados com essa iniciativa. Para o futuro, planos de ações estão sendo traçados tendo como parceiros o Ministério Público Estadual e Defensoria Pública.

Comentários Facebook

Destaque

Rotam desmonta quadrilha e recupera peças de celulares furtadas em tombamento na Serra de São Vicente

Avatar

Publicado

 

Equipes da Rotam prenderam nesta terça-feira (26.01), oito homens por formação de quadrilha, receptação, porte ilegal de arma de fogo, furto e tráfico de droga. Na ação, foram recuperados 71 frentes de celulares, 33 baterias e 90 placas de aparelhos. E apreendidas duas espingardas de calibres 22 e 28, uma pistola calibre 22, nove celulares, 17 munições e porções de maconha e cocaína.

Os policiais realizavam patrulhamento e foram informados que um grupo de pessoas estaria em um lava jato, no bairro São João Del Rey, vendendo e comprando peças novas de celulares.

No local estavam cinco homens, sendo que um deles confirmou a informação e contou que as peças foram furtada de um caminhão tombado na Serra de São Vicente, na segunda (25). Parte do material foi encontrada em sua casa e o restante teria dividido com outros homens que moravam em chácaras na Serra de São Vicente.

No imóvel denunciado, o proprietário confirmou o crime e mais peças foram encontradas, além de uma pistola e munições. Ele apontou a casa dos comparsas onde estaria o restante das peças.

Veja Também  Fugitivo de unidade prisional do Pará é recapturado pela Polícia Civil

No imóvel seguinte, o dono assumir ter furtado o material e o restante estaria em um dos cômodos da casa. Ele apontou seu vizinho também envolvido na ação criminosa.

Na outra chácara, o suspeito também confessou ter participado do furto e o resto dos produtos encontrados em um dos cômodos da propriedade. Na vistoria, os militares ainda encontraram duas espingardas, porções de maconha e cocaína e cartuchos.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Outras duas pacientes de Rondônia chegam a MT e são internadas na UTI do Hospital Metropolitano

Avatar

Publicado

 

Mais duas pacientes de Rondônia foram transferidas para Mato Grosso na madrugada desta quarta-feira (27.01). Duas mulheres, de 60 e 53 anos, foram transferidas de Porto Velho para Várzea Grande e deram entrada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Metropolitano.

Transportadas pela aeronave do Corpo de Bombeiros de Rondônia, as pacientes desembarcaram às 5h no Aeroporto Marechal Rondon e foram conduzidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) à unidade hospitalar.

Até o momento, um total de quatro pacientes foram transferidos de Rondônia para Mato Grosso. Eles apresentaram quadro clínico de emergência, com a necessidade de atendimento imediato, sendo transportados após a disponibilização de leitos por parte do estado.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira (26.01), o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, disse que é preciso levar em consideração a universalidade do Sistema Único de Saúde (SUS) e ser solidário aos familiares e pacientes que anseiam pela assistência hospitalar.

“Dentro do princípio de que é o SUS, não existe leitos exclusivos de Mato Grosso, de São Paulo ou do Rio de Janeiro. Existem leitos do Sistema Único de Saúde e, neste momento, levando em consideração a nossa taxa de ocupação que está em 67% para UTIs adulto, temos que ser solidários com os estados que estão colapsados precisando de leitos”.

Veja Também  PM recupera carreta carregada de defensivo agrícola, motocicleta e dois carros em Cuiabá, Primavera do Leste e Nova Nazaré
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana