conecte-se conosco


Várzea Grande

Várzea Grande prorroga validade de Concurso público e convocará novos servidores

Avatar

Publicado


.

09/04/2020    5

Acolhendo recomendação da prefeita Lucimar Sacre de Campos, o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus  –  Covid – 19, que centraliza todas as decisões administrativas da segunda maior cidade de Mato Grosso, determinou a prorrogação dos concursos públicos realizados em 2018 e que vencem neste primeiro semestre de 2020.

O maior concurso realizado dos últimos anos, para mais de 2,6 mil vagas, os mesmos serão prorrogados por mais dois anos, portanto até 2022, como prevê a legislação, em que pese, as duas principais secretarias municipais, com mais de 60% das vagas, Saúde e Educação, já terem convocados mais de 90% dos aprovados e em alguns casos chamados até classificados, que são aqueles que ficaram além das vagas disponíveis, mas podem ser chamados diante da necessidade do Poder Público.

“As prioridades são para Saúde e Educação até para se garantir o atendimento às pessoas que necessitam neste momento de dificuldades”, disse o presidente do Comitê de Enfretamento e secretário de Governo, Kalil Baracat.

Os secretários de Saúde, Diógenes Marcondes e de Educação, Silvio Fidélis assinalaram que paulatinamente nos últimos meses houve convocações, mas diante do crescimento da necessidade, é possível que classificados sejam convocados para assumirem as vagas diante da necessidade provocada pela pandemia que exige de ambas as áreas uma ampliação dos serviços prestados nestas duas áreas essenciais.

“A rotatividade na área da Saúde é muito grande e sempre temos mais demandas, inclusive porque, novas unidades serão entregues nos próximos dias, para reforçar a Atenção Básica, deixando as unidades de urgência e emergência como as UPAS e o Hospital e Pronto Socorro para os casos que exigem maiores cuidados, pois 90% dos problemas são solucionados na Atenção Básica”, disse Diógenes Marcondes da Saúde de Várzea Grande.

Ele ponderou que quando a prefeita Lucimar Sacre de Campos assumiu em 2015, Várzea Grande não atendia nem 20% de cobertura na Atenção Básica e com as obras que serão entregues neste ano, atingirá a 90%, sinalizando que a cidade cresce, como também sua população uma média de 7% ao ano e isto exige mais investimentos e mais pessoal especializado.

Já para o secretário de Educação Silvio Fidélis, a grande maioria dos aprovados no último concurso já foram convocados e também já chamados os classificados. “Professores foram todos convocados para assumirem e já chamamos classificados, assim como outras funções primordiais para a Educação Pública”, explicou.

Ele ponderou que várias medidas estão sendo executadas e outras planejadas para atender as demandas em tempo de pandemia. “Estamos planejando para eventualmente atender as exigências do ano letivo, seja com materiais pedagógicos para os alunos cumprirem seu aprendizado, seja com a reposição das aulas necessárias .Se este quadro perdurar vai demandar mais pessoal e mais investimentos”, disse Silvio Fidélis.

“Estaremos preparados para evitar que os alunos da Rede Pública Municipal de Várzea Grande tenham prejuízo no seu aprendizado e no ano letivo de 2020”, sinalizou o secretário de Educação que cuida de mais de 29 mil alunos.

 

Por: Da Redação – Secom/VG

Comentários Facebook

Várzea Grande

Comitê esclarece recentes óbitos por Covid-19 em Várzea Grande

Avatar

Publicado


.

28/05/2020    1

O Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (Covid –  19) e a Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande, lamentam informar o oitavo  e nono óbitos ocorridos no Município de Várzea.

O oitavo óbito referente a morador de Várzea Grande, ocorrido na, terça-feira, 26 de maio, no início da madrugada, mas só confirmada no dia 27 em virtude de avaliação clínica e teste rápido para  Covid -19.

O paciente Maurício Apolônio da Silva, 42 residente na Vila Arthur, era técnico em telecomunicações e tinha doença cardiovascular crônica e estava internado na Amecor em Cuiabá.

Já o nono (9º) óbito se trata da paciente Gabrielle Aparecida Araujo Bastos , 17, que estava internada desde o dia 17 de maio na UTI do Hospital Sotrauma em Cuiabá e era residente em Várzea Grande, mais precisamente na Cohab Canellas.

Segundo relato, Maurício Aparecido Apolônio , começou a ter sintomas nos últimos 08 dias, como dores nas costas e febre durante dois dias, além da perda de apetite e paladar. No último fim de semana apresentou quadro de melhora, mas no domingo apresentou mal-estar pelo corpo. De segunda para terça-feira iniciou quadro com falta de ar quando procuraram o Hospital Amecor e veio a óbito no início da madrugada de ontem, (terça-feira, 26 de maio).

Já a paciente Gabrielle Aparecida Araújo Bastos de 17 anos, era obesa e apresentava quadro de rinite alérgica.

A paciente apresentou sintomas de febre, tosse, desconforto respiratório, dispneia, ausência de olfato e paladar sendo atendida no Hospital Santa Rita onde foi constatada infecção pulmonar que levou a mesma a ser transferida para a UTI do Hospital Sotrauma.

O Comitê de Enfrentamento e a Secretaria Municipal de Saúde, ambos de Várzea Grande, voltam a reafirmar a necessidade do isolamento social para aqueles que podem realizar trabalhos em casa Home Office e medidas de segurança como distância de 1,5 metros entre as pessoas, uso de máscara constantemente e de luvas quando necessários, além de meios de higienização rigorosos como forma de debelar o COVID 19.

Lembram ainda a necessidade do alerta para qualquer sintoma e a busca de tratamento urgente.

Reforça o empenho da Administração Municipal para o atendimento daqueles que necessitam do Sistema Único de Saúde – SUS, que é gratuito, e a vigilância constante na propagação da pandemia. A Vigilância Epidemiológica irá promover o acompanhamento dos parentes próximos da vítima.

 

Por: Da Redação – Secom/VG

Comentários Facebook
Continue lendo

Várzea Grande

Lucimar garante calendário de pagamento de salários e mantém investimentos

Avatar

Publicado


.

27/05/2020    5

Em reunião com a equipe econômica e resguardando a correta distância entre os titulares das pastas por causa da pandemia do Coronavírus (Covid-19), a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, reforçou seu compromisso em não atrasar o pagamento de salários dos servidores e abrir mão de regras aprovadas em Lei pelo Congresso Nacional que preveem a suspensão nos pagamentos das dívidas do Poder Executivo Municipal com o Governo Federal ou com bancos oficiais enfim toda e qualquer pendência das finanças públicas serão mantidas e recolhidas como determina a legislação em vigor.

A folha de pagamento de Várzea Grande soma pouco mais de R$ 31 milhões e atende a 8 mil servidores entre a Prefeitura de Várzea Grande, o Departamento de Água e Esgoto – DAE/VG e a Previdência do Servidor – PREVIVAG.

“Os salários do funcionalismo público referente ao mês de maio serão quitados nesta sexta-feira, 29 de maio, bem como os compromissos com fornecedores de serviços, empreiteiros, enfim, toda e qualquer despesa que estiver regular e cumprida será quitada dentro da normalidade. Por enquanto não haverá medidas excepcionais que não as ligadas a área de Saúde Pública por causa da pandemia do Covid- 19”, disse Lucimar Sacre de Campos.

Ela sinalizou que se percebe uma queda na arrecadação de impostos se comparados com meses anteriores, mas que é possível se manter o controle geral, apertando os gastos, enxugando despesas e sempre buscando a melhor otimização, os melhores resultados para que os recursos públicos sejam aplicados em prol da população e da cidade de Várzea Grande.

Segundo a secretária de Gestão Fazendária, Lucinéia dos Santos Ribeiro, Várzea Grande, vem desde 2015, quando a prefeita Lucimar Sacre de Campos assumiu, adotando medidas eficientes em busca de melhores resultados para a cidade e para sua população quanto as políticas públicas de saúde, educação, segurança, social e obras, e devido a essas medidas, mesmo com uma queda de arrecadação estimada em 37%, este ano, é possível manter o calendário de pagamento do funcionalismo público e de fornecedores, em dia.

A secretária também explica que sempre é previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA) uma queda de arrecadação, por isso a gestão econômica da Prefeitura de Várzea Grande não sofre impactos negativos com a crise da pandemia no país. Contudo medidas para elevar a arrecadação foram tomadas como a prorrogação do pagamento de vencimento de impostos e a manutenção de obras públicas que estimulam as pessoas a pagarem seus impostos, pois recebem os benefícios de volta.

“Todos sabemos que a pandemia do novo Coronavírus causou impacto na economia de todo o país, e, Várzea Grande também sentiu esse impacto. A previsão da queda da arrecadação é comparada à previsão da LOA. Deixamos de arredar em abril mais de R$ 4 milhões, mas se compararmos com o mesmo quadrimestre do ano passado, arrecadamos mais este ano. E, como já vínhamos com as despesas enxutas, está equilibrado. Desde que assumiu a gestão, a prefeita Lucimar Campos, adotou medidas econômicas e eficientes para se trabalhar, o que mantém a saúde econômica do município. Agora estamos correndo atrás para elevar a arrecadação com várias ações de cobrança, execução de devedores, prorrogação de prazo de pagamento dos impostos como IPTU e ICMS, entre outras”, detalhou Lucinéia dos Santos Ribeiro.

Já para a prefeita o momento é de unir esforços para resguardar a saúde de todas as pessoas e para vencer os obstáculos impostos pela pandemia do Coronavírus.

“Estamos vivendo momentos que exigem o esforço e a conscientização de todos para que possamos vencer mais este desafio e reafirmo que vamos ter o que comemorar em um futuro próximo quando a normalidade voltar a ser a palavra de ordem para todos os setores da economia e da população em geral. Estamos investindo em Saúde, com mais leitos e equipamentos, endurecemos a fiscalização para fazer cumprir o Decreto Municipal, mantemos as obras e serviços públicos em funcionamento tomando todas as medidas sanitárias e, não esquecemos das ações assistências necessárias como a entrega de cestas básicas a pessoas em situação de vulnerabilidade. Precisamos manter a economia ativa e cuidar da saúde das pessoas”, declarou Lucimar Sacre de Campos.

A prefeita também lembra que o Comitê de Enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid- 19) se reúne diariamente e apresenta relatórios de acompanhamento e avaliação que também são compartilhados com a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso e com a Secretaria de Saúde de Cuiabá para que o monitoramento aconteça de forma eficiente.

 

 

 

Por: Rafaela Maximiano – Secom/VG

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana