conecte-se conosco


Internacional

Premiê britânico Boris Johnson deixa UTI de hospital em Londres

Avatar

Publicado


.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, deixou a unidade de terapia intensiva do hospital onde está internado em Londres, disse um porta-voz nesta quinta-feira (9).

“O primeiro-ministro foi transferido esta noite dos cuidados intensivos de volta para o quarto, onde receberá um monitoramento rigoroso durante a fase inicial de sua recuperação”, disse o porta-voz.

 

Comentários Facebook

Internacional

OMS: mortes ligadas à Covid-19 dispararam na Europa desde março

Avatar

Publicado


.

Desde o início de março, morreram cerca de 159 mil pessoas a mais do que era esperado normalmente em 24 países europeus, disse nesta quinta-feira (28) uma representante da Organização Mundial da Saúde (OMS), com “proporção significativa” desse pico ligada à covid-19.

Até agora, mais de 2 milhões de pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus na Europa, um aumento de 15% nas duas últimas semanas. Rússia, Turquia, Bielorrúsia e Reino Unido lideram as novas infecções, informaram autoridades europeias da OMS. Mais de 175 mil pessoas já morreram.

Embora o número de mortes em excesso leve em conta todas as causas de mortalidade, Katie Smallwood, uma especialista em emergências da OMS, disse que o fato – registrado no momento em que milhares de pessoas estavam morrendo em unidades de tratamento intensivo em locais como o Norte da Itália, a França, a Espanha o e Reino Unido – mostra o impacto da covid-19.

“O que vimos muito claramente é o que pico de mortalidade em excesso corresponde ao pico da transmissão da covid-19 nesses países”, disse Smallwood aos repórteres. “Isso nos dá uma indicação muito boa de que uma proporção significativa dessas mortes em excesso está ligada e se deve à covid-19”.

Smallwood disse ainda que países como Alemanha, Suíça e outros que podem amenizar restrições a locais como bares, casas noturnas e outros pontos de aglomeração, precisam ter ferramentas robustas de detecção de doenças e sistemas de exame e rastreamento em funcionamento, para ajudar a impedir uma possível “segunda onda” da epidemia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Parlamento da China aprova lei de segurança para Hong Kong

Avatar

Publicado


.

O Parlamento da China aprovou nesta quinta-feira (28) a decisão de levar adiante uma legislação de segurança nacional para Hong Kong. Ativistas pró-democracia da cidade e de países ocidentais temem que a medida afete a liberdadesde Hong Kong e ameace seu papel de polo financeiro global.

A China diz que a legislação visa a combater a separação, a subversão, o terrorismo e a interferência estrangeira na cidade, mas o plano revelado por Pequim na semana passada desencadeou os primeiros grandes protestos em Hong Kong em meses.

O batalhão de choque compareceu em peso, enquanto parlamentares debatiam um projeto de lei para criminalizar o desrespeito ao hino nacional chinês. Os Estados Unidos aumentaram a pressão visando a preservar a autonomia da cidade.

Dezenas de manifestantes se reuniram em um shopping center para gritar frases de efeito, mas não houve tumultos como os do dia anterior, quando a polícia fez 360 prisões enquanto milhares tomavam as ruas revoltados com o projeto de lei do hino nacional e a legislação de segurança nacional propostos pela China.

No ano passado, a cidade foi abalada por manifestações pró-democracia, muitas vezes violentas, durante meses, devido à tentativa fracassada de adotar uma lei de extradição para a China.

A lei de segurança do governo chinês para a cidade está gerando, em Hong Kong e outros locais, o temor de que Pequim esteja impondo sua autoridade e reduzindo o alto grau de autonomia de que a ex-colônia britânica desfruta graças à fórmula “um país, dois sistemas”, desde que voltou ao controle chinês em 1997.

Membros do Congresso Nacional do Povo, o Parlamento chinês, presentes no Grande Salão do Povo, situado a oeste da Praça da Paz Celestial de Pequim, aplaudiram longamente quando a contagem mostrou 2.878 votos a favor, seis abstenções e um voto contra o avanço da legislação.

Acredita-se que os detalhes da lei serão definidos nas próximas semanas e que ela será sancionada antes de setembro.

Autoridades chinesas e o governo de Hong Kong, apoiado por Pequim, dizem que o alto grau de autonomia da cidade não está ameaçado e que a nova lei de segurança terá um foco específico.

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, disse que a lei será boa para a estabilidade e a prosperidade de Hong Kong no longo prazo, e que a fórmula “um país, dois sistemas” continuará sendo uma diretriz nacional.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana