conecte-se conosco


Mato Grosso

Instituições filantrópicas recebem doação de álcool glicerinado da Polícia Civil

Publicado

Mato Grosso


.

Na corrente do bem, cada elo ajuda a quem mais precisa. E nesta rede de auxílio para ajudar na prevenção ao coronavírus, a Polícia Civil de Mato Grosso procura também contribuir com quem está mais vulnerável. Nesta semana, a insituição fez a doação de álcool glicerinado 70% para instituições filantrópicas em Cuiabá, entre elas a Associação dos Amigos da Criança com Câncer (AACC-MT), o Instituto dos Cegos de Mato Grosso, Apae Cuiabá, Abrigo de Idosos Bom Jesus e Lar Casa da Mãe Joana.

A doação faz parte da contribuição que se estabeleceu em todo o Estado, quando diversas empresas se uniram ao Governo do Estado para colaborar com a cessão de produtos que são extremamente necessários para a prevenção, como álcool, equipamentos de proteção individual, produtos de limpeza, entre outros, que foram destinados à forças de segurança pública, aos profissionais da saúde e também a pessoas que fazem parte de grupos de risco.

A Polícia Civil recebeu da Usina Safras, de Sorriso, álcool etílico e, com apoio de outros parceiros como a Fenabrave-MT, que doou glicerina, o álcool foi processado no laboratório do campus Bela Vista do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT). A partir dessa rede de doações, servidores da Polícia Civil e instituições puderam ser beneficiadas.

Veja Também  Governo de MT lamenta falecimento de procuradora de Justiça

“Empresas se uniram ao Governo de Mato Grosso, colaborando com essas doações de materiais imprescindíveis e conseguimos servir nossos policiais e também destinar parte do álcool a instituições que trabalham com grupos em situação de risco, como crianças, idosos, pessoas com deficiência”, destacou o delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval, acrescentando que a parceria com o IFMT permitiu o processamento do álcool com produtos como a glicerina, que dá mais hidratação e o peróxido de hidrônio, com ação bactericida.

Instituição como a AACC, que não deixou, neste período, de atender crianças em tratamento de câncer, necessita de doações de produtos de limpeza e de higiene pessoal, além de alimentos. A coordenadora da Central de Doações da associação, Maria Helena Freire, afirma que o álcool doado será colocado em diversos pontos da casa para higienização de funcionários e das crianças. “As rotinas da casa necessitaram de mudanças, separamos a circulação dentro dos ambientes para garantir melhor prevenção. E o álcool e um os itens importantes, pois dependemos de doações, que reduziram em função do momento que vivemos. Mas continuamos trabalhando de casa, para sensibilizar quem pode nos auxiliar”.

A indicação das instituições a receber o álcool veio da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, que organizou uma campanha para receber alimentos e materiais de higiene e limpeza que serão entregues a famílias em situação de vulnerabilidade.

Veja Também  Todos os municípios de Mato Grosso apresentam risco baixo de contaminação da Covid-19

“Parabenizo a todos da Polícia Judiciária Civil, em nome do Delegado-geral Mário Dermerval, que gentilmente me procurou sabendo do trabalho social que já estamos desenvolvendo por meio da campanha Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus – para atendermos com a doação de álcool instituições que necessitam. Agradeço também a Usina Safras de Sorriso, que fez a doação de álcool etílico, processados pelo IFMT. Deus abençoe e proteja sempre nossos valorosos policiais civis, que também estão à frente de suas funções e ajudando neste momento tão difícil”.

Com um público de atendimento em torno de 120 alunos, o Instituto dos Cegos de Mato Grosso, que funciona no bairro CPA 4, em Cuiabá, precisou suspender as atividades da instituição durante a quarentena. Mas, o auxílio aos alunos permanece sendo prestado pelo instituto, que levará o álcool a quem precisa. “O álcool é imprescindível para o trabalho junto aos nossos alunos na conscientização em torno da prevenção ao coronavírus”, disse a diretora administrativa do instituto, Alexssandra Pereira.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Todos os municípios de Mato Grosso apresentam risco baixo de contaminação da Covid-19

Avatar

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (03.12) o Boletim Informativo nº 270 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

Nesta edição do Boletim, os 141 municípios do Estado configuram na classificação de risco baixo de infecção pelo coronavírus, conforme mostra documento a partir da página 12.

Esse status já se mantém por 31 dias. Em 2 de novembro, Ribeirãozinho foi a última cidade classificada com risco “moderado”. Desde então, nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco muito alto, representado pela cor vermelha e que indica alerta máximo de contaminação, ou amarela, que indica alerta moderado.

O sistema de classificação que aponta o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

Veja Também  Mato Grosso Saúde alerta para cuidados e atenção ao câncer de pele

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Quinta-feira (3): Mato Grosso registra 161.116 casos e 4.164 óbitos por Covid-19

Avatar

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (03.12), 161.116 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.164 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 576 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 161.116 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.975 estão em isolamento domiciliar e 153.477 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 146 internações em UTIs públicas e 123 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 36,23% para UTIs adulto e em 14% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (35.842), Rondonópolis (11.968), Várzea Grande (11.432), Sinop (8.459), Sorriso (6.946), Lucas do Rio Verde (6.302), Tangará da Serra (6.182), Primavera do Leste (5.319), Cáceres (3.625) e Nova Mutum (3.424).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também  Todos os municípios de Mato Grosso apresentam risco baixo de contaminação da Covid-19

O documento ainda aponta que um total de 127.646 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 423 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última quarta-feira (2.12), o Governo Federal confirmou o total de casos da Covid-19 no Brasil 6.436.650 e 174.515 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 6.386.787 casos da Covid-19 no Brasil e 173.817 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de quinta-feira (03.12).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também  Sesp realiza leilão de gado e propriedade rural provenientes de lavagem de dinheiro

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana