conecte-se conosco


Direto de Brasília

“Médico não abandona paciente”, diz Mandetta sobre pedir demissão

Avatar

Publicado


source
Luiz Henrique Mandetta arrow-options
Isac Nóbrega/PR

Ministro Luiz Henrique Mandetta

O ministro Luiz Henrique Mandetta negou novamente durante em entrevista coletiva nesta sexta-feira (3) que vá pedir demissão do Ministério da Saúde em meio à pandemia da Covid-19 . “Médico não abandona paciente”, afirmou o chefe da pasta. “Eu já peguei plantão e na minha hora de sair o meu colega não apareceu. Eu cheguei a ficar 24 no hospital. O foco é no serviço e a diferença agora é que o paciente é o Brasil”, completou Mandetta.

A manifestação do ministro ocorre um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro dizer que falta “humildade” a ele e negar tenha o desejo de demiti-lo, embora tenha lembrado que nenhum membro da equipe ministerial é “indemissível”.

Leia também: Mandetta quer sair do governo, mas não vai pedir demissão, diz jornal

Na avaliação de Mandetta, é normal que haja conflitos dele com Bolsonaro. “De minha parte isso é tranquilo, eu entendo que as reações sejam assim. O que eu vejo nisso é uma vontade de acertar, de participar. A minha conduta, se estiver certa ou errada, pode ser criticada pelo paciente, que nesse caso é representado pela presidência da República”, afirmou Mandetta.

Sobre continuar seguindo orientações científicas, o ministro garantiu que esse continuará sendo o objetivo da pasta. “Meu compromisso é com a verdade. O presidente me colocou aqui para eu cuidar do Brasil e é isso que eu estou fazendo, nada vai nos abalar nesse compromisso. Não vamos fazer esse caso maior do que ele já é. No final disso tudo talvez seja melhor mais importante eu discutir medidas contra a Covid-19 em outro lugar, vamos ver”, disse.

Comentários Facebook

Direto de Brasília

Soltura de Lula favorece Bolsonaro, diz moro sobre conversa que ouviu no Palácio

Avatar

Publicado


source
Moro
Agência Brasil

Ex-ministro Sérgio Moro


Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro , declarou em entrevista à revista Crusoé, que ouviu de pessoas que trabalham no Palácio do Planalto que soltura do ex-presidente Lula era benéfica do ponto de vista político para o atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido).

Moro não revelou quem fez a declaração, mas disse reprovar a leitrua política da pessoa. Sergio Moro ficou conhecido nacionalmente pela sua atuação como juiz federal de primeira instância na Operação Lava Jato e pela condenação de Lula em 2018.

Leia também: Youtubers que atacam STF foram recebidos por Bolsonaro dias antes de operação

“O que se dizia no Planalto era que a soltura do Lula era bom politicamente para o presidente. Isso foi dito. Eu sou um homem de justiça, um homem de lei, e não acho que é um cálculo político deve ser envolvido nisso”, disse Moro. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Direto de Brasília

Recursos previstos em medidas provisórias contra a pandemia de Covid-19 já somam R$ 319,2 bi

Avatar

Publicado


Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana