conecte-se conosco


Economia

Impactada pela covid-19, indústria têxtil não vê mudança no crédito

Avatar

Publicado


.

Pesquisa feita com 225 fabricantes de tecidos e empresas de confecção em todo país, entre 16 e 26 de março, revela que 97% do setor sentem impacto direto da pandemia do novo coronavírus. 

O levantamento mostra que 98% das indústrias indicam que foram atingidas com o cancelamento ou adiamento de pedidos, 41% tiveram abastecimento afetado e 28% reclamam de alteração nos custos dos insumos para produção.

Apesar da adversidade, 70% das empresas pesquisadas informaram não terem obtido nenhuma alteração nas condições de financiamento para obtenção de crédito bancário. Na semana passada, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa básica de juros da economia, a Selic, ao menor valor da história (3,75% ao ano).

Dentre as empresas pesquisadas, 44% reclamam da falta de mudança nos prazos para pagamentos, 23% defendem a postergação do recolhimento de tributos e 21% querem que haja mais crédito para a produção e para o consumo.

A pesquisa foi feita pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit). Por causa da pandemia do novo coronavírus, a entidade está cadastrando empresas pela internet que possam fornecer produtos solicitados pelo governo federal para uso em atendimento emergencial.

Edição: Aline Leal

Comentários Facebook

Economia

Inflação na saída das fábricas fica em 0,12% em abril, diz IBGE

Avatar

Publicado


.

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que mede a variação dos preços dos produtos na saída das fábricas, registrou inflação de 0,12% em abril deste ano. A taxa é inferior às observadas em março deste ano (0,84%) e em abril do ano passado (1,22%). Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O IPP acumula taxas de inflação de 2,13% no ano e de 4,79% em 12 meses, de acordo com os dados divulgados hoje (29).

Em abril, 20 das 24 atividades industriais pesquisadas apresentaram aumentos de preços em seus produtos. Os principais responsáveis pela alta de preços foram os alimentos, que tiveram inflação de 2,09%. Os alimentos já tinham subido 4,23% em março.

Outras atividades que tiveram impacto importante na inflação medida pelo IPP em abril foram os outros produtos químicos (2,12%) e os veículos (1,05%). Por outro lado, a deflação (queda de preços) dos produtos de refino de petróleo e de álcool de 20,99% ajudou a frear a inflação do IPP em abril.

Edição: Maria Claudia

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Auxílio: Caixa conclui pagamento da 1ª parcela a novos aprovados

Avatar

Publicado


.

A Caixa Econômica Federal disponibiliza hoje (29) o saque em dinheiro para mais um lote de beneficiários do auxílio emergencial. O escalonamento é feito de acordo com a data de nascimento do trabalhador ou do número de inscrição do Bolsa Família. Assim, 600 mil novos aprovados no programa, nascidos em dezembro, poderão sacar a primeira parcela e 1,9 milhão de beneficiários do Bolsa Família poderão fazer o saque da segunda parcela.

Segundo o banco, mesmo após o encerramento do calendário de pagamento, os valores do auxílio continuarão disponíveis para recebimento em espécie.

Em razão dos impactos econômicos da pandemia de covid-19, o auxílio emergencial, de três parcelas de RS 600, está sendo pago a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados, integrantes do Bolsa Família e pessoas de baixa renda. De acordo com a Caixa, 57,9 milhões de pessoas já receberam o benefício.

Amanhã (30), o banco começa o pagamento em espécie da segunda parcela para os trabalhadores que receberam a primeira parcela até 30 de abril. A partir desta data, também será possível a transferência do benefício para contas da Caixa ou de outros bancos.

Mais de 2,2 mil agências da Caixa estarão abertas neste sábado, das 8h às 12h, para receber os beneficiários nascidos em janeiro e que queiram fazer o saque em espécie do benefício. Essa etapa vai até 13 de junho, quando os nascidos em dezembro poderão receber o auxílio em dinheiro.

A Caixa lembra que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem às agências durante o horário de funcionamento, das 8h às 12h, serão atendidas. Elas vão receber senhas e, mesmo com as unidades fechando às 12h, o atendimento continua até o último cliente.

O banco explica que o beneficiário não precisa sacar o auxílio para usar o dinheiro. O aplicativo Caixa Tem possibilita ao cidadão fazer transferências bancárias e pagar contas, como água, luz e telefone. Além disso, o aplicativo disponibiliza gratuitamente o cartão de débito virtual Caixa para fazer compras pela internet, aplicativos e sites. O cartão também é aceito em maquininhas autorizadas com a funcionalidade do cartão virtual de débito.

A partir desta sexta-feira, a Caixa está liberando uma atualização do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento por meio de código QR (uma forma mais avançada do código de barras que pode ser lido por câmeras de celulares). Assim, os beneficiários poderão pagar compras por meio do celular em estabelecimentos comerciais com maquininhas da bandeira Elo. Empresas de maquininhas de outras bandeiras poderão aderir livremente à novidade.

Edição: Graça Adjuto

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana