conecte-se conosco


Mato Grosso

Supermercados reforçam campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT Unido contra o Coronavírus”

Avatar

Publicado


.

A campanha de apoio aos mais vulneráveis afetados com impacto econômico da pandemia do novo coronavírus em Mato Grosso, Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus – ganhou a adesão de diversas redes de supermercados.

A partir da próxima segunda-feira (30.03), 17 unidades supermercadistas (Biglar, Comper e Atacadão) já contarão com as caixas da campanha liderada pela primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, sob execução direta da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

Na prática, todas as pessoas que estiverem em compras poderão fazer a contribuição solidária no local, entregando alimentos e itens de higiene nas caixas que estarão devidamente identificadas para melhor divulgação da campanha. 

Mesmo estando isolada por pertencer ao quadro de risco à doença, Virginia Mendes tem virtualmente acompanhado de perto as articulações e ações de apoio à campanha, bem como se manifestado agradecida a todas as doações realizadas até o momento.

“O apoio dos supermercados é de suma importância para que mais pessoas conheçam nossa campanha e possam somar esforços. Quero agradecer a todos que estão atendendo nosso chamado a favor dos que mais precisam e que mesmo nesse momento de dificuldades, separam um pouco para ajudar os mais necessitados”, agradeceu Virginia Mendes.

Canais de Doação

A campanha Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus tem por objetivo atender aqueles que serão afetados diretamente pela pandemia do coronavírus, especialmente as famílias que vivem do trabalho informal, do comércio de rua, que dependem exclusivamente dos benefícios sociais e que estão inseridas no Cadastro Único da Assistência Social. 

Podem ser doados cestas básicas e itens alimentícios, tais como arroz, feijão, óleo, macarrão, café, açúcar, sal, sardinha, farinha de trigo, extrato de tomate, café, além de itens de higiene pessoal (sabonete) e de limpeza (sabão em barra e água sanitária). 

A secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, ressalta a necessidade de ajudar o próximo, principalmente os mais vulneráveis. “Estamos passando por um momento delicado. Qualquer ajuda para quem precisa é bem vinda e o pouco doado pode ser muito para aquele que não têm o que comer”. 

O ponto principal de arrecadação é a Arena Pantanal, em Cuiabá, de segunda à sexta, das 08h às 12h e das 13h às 17h.

Quem preferir poderá doar recursos diretamente na conta bancária especial, aberta exclusivamente para isso: Banco do Brasil. Agência 3834-2. Conta bancária número 1.042.810-0. CNPJ 03.507.415/0009-00

Como parte da campanha, foi autorizado pelo governador Mauro Mendes a compra de 50 mil cestas básicas, que também serão distribuídas para todos os municípios do Estado, visando atender estas famílias mais vulneráveis.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Parceria entre Estado e produtores levará primeira etapa de pavimentação a Gaúcha do Norte

Avatar

Publicado


.

Esperada há mais de 30 anos, a pavimentação da rodovia MT-129, que liga o munícipio de Gaúcha do Norte às demais cidades de Mato Grosso, será realizada graças à parceria público-privada conhecida como PPP Social, firmada entre o Governo do Estado e a Associação de Manutenção e Extensão da MT-129 (AMEX).

A assinatura do termo de colaboração foi realizada pelo governador Mauro Mendes, o vice-governador Otaviano Pivetta, o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, o presidente da AMEX, Ari do Prado, e acompanhada pelo prefeito de Gaúcha do Norte, Voney Goiano.

Com a colaboração, o Governo do Estado e associação se unem para pavimentar 39,04 quilômetros da MT-129, no trecho da MT-020 (Rio Alegre) até chegar ao município de Gaúcha do Norte.  Os investimentos serão da ordem de R$ 32 milhões e essa será a primeira etapa das obras de pavimentação.

Do montante investido, R$ 27 milhões serão repassados pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e os outros R$ 4,9 milhões serão a contrapartida da associação, para que possam executar a obra na rodovia, que é uma importante ligação do município com Paranatinga.

De acordo com o presidente da AMEX, Ari do Prado, o interesse da associação por assumir o compromisso de auxiliar o Estado na pavimentação ocorreu em razão da grande dificuldade que os produtores encontram para escoar a produção da região, que tem apenas as rodovias não-pavimentadas MT-129 e a MT-427 e a BR-242 como acessos.

Presidente da AMEX, Ari do Prado, celebrado termo de colaboração

Hoje o município possui mais de 220 mil hectares de Soja, um rebanho Bovino de 170 mil cabeças de gado e um cultivo de um milhão de pés de Seringueira e os produtores demoram cerca de quatro a cinco horas para realizar o trajeto da MT-129, por falta de asfalto.

“Nós unimos os produtores e vamos fazer a colaboração de uma saca de soja por hectare, para que possamos arrecadar o valor e inteirar o que o Estado já está destinando, para poder realizar essa obra. A pavimentação é um clamor geral da população e de todo cidadão de Gaúcha do Norte. Em época de chuva, às vezes, você nem consegue sair do município”, disse.

Ainda segundo Ari, essa primeira parceria social é o pontapé inicial para que novas parcerias para execução das obras de pavimentação possam ser realizadas em prol do município.  “Hoje já estamos conversando para pensar outros projetos, porque esse vai dar certo. Aliás, já está dando certo. Temos também a rodovia MT-427, que é outra ligação de Gaúcha do Norte, que podemos pensar em parceria também. Se Deus quiser a falta de pavimentação será uma realidade que vai ficar no passado”, afirmou o presidente da AMEX.

Para o prefeito de Gaúcha do Norte, Voney Goiano, a associação tem papel fundamental para que a obra seja realizada no município que, com a pavimentação, tende a se desenvolver ainda mais nas áreas econômica, social, de saúde e educação, por exemplo.

“Uma região com pavimentação desenvolve em uma velocidade que não se tem ideia. Através da associação, o Governo viu a facilitação para realizar a obra. Se fosse através da Prefeitura seria mais burocrática. Com a associação, a obra vai chegar numa velocidade que o povo de Gaúcha do Norte merece e espera”, disse.

Parceria foi firmada entre Governo do Estado e Associação 

Ainda segundo o prefeito, a pavimentação é esperada principalmente pelos moradores do município mesmo antes da emancipação, há 24 anos, e é a realização de um sonho. “Isso é de extrema importância e não vamos medir esforços para ajudar e esse asfalto vai chegar em boa hora.  A população de Gaúcha do Norte está muito satisfeita com essa obra”, disse o prefeito.

Para o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, formalizar parcerias sociais é um grande modelo de gestão, adotado pelo Governo do Estado, para atender mais as regiões com serviços de infraestrutura, proporcionar desenvolvimento para todo Mato Grosso e beneficiar o cidadão.

“O trabalho do Governo é esse. Com o pouco que tem, procurar os prefeitos, associações e consórcios para que possamos fazer esse dinheiro render muito. É isso que fizemos ao formalizar essa PPP Social, com um custo quase 40% mais barato do que um orçamento normal, e vamos executar essas obras com orçamento em torno de R$ 600 mil o quilometro. Uma vantagem, pois o Estado faz mais, gastando menos, e a população ganha mais qualidade de vida. E o Estado precisa disso para se desenvolver”, encerrou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

STF suspende requisição administrativa da união e determina entrega de respiradores

Avatar

Publicado


.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a requisição administrativa feita pelo Governo Federal e determinou que a empresa Magnamed Tecnologia Médica S.A. forneça os 50 ventiladores pulmonares (respiradores) comprados pelo Governo de Mato Grosso.

A decisão foi proferida nesta quinta-feira (28.05), quando foi deferida parcialmente a tutela de urgência requerida pelo Estado, afastando todos os argumentos do Governo Federal e da empresa.

A Procuradoria Geral do Estado deve entrar em contato com a empresa nas próximas horas para agilizar o processo de entrega dos equipamentos ao Estado, que serão utilizados em leitos de UTI’s.

Entenda o caso

O Governo de Mato Grosso havia comprado e efetuado o pagamento de 50 respiradores, por meio da Secretaria de Estado de Saúde. Contudo, quando o Estado já aguardava a entrega dos equipamentos, o Governo Federal fez uma requisição administrativa de todos os equipamentos produzidos pela empresa, que atingiu os aparelhos de Mato Grosso.

Por esse motivo, o Estado recorreu ao STF para que fosse garantido a entrega dos respiradores. Na primeira decisão judicial, do dia 1º de maio de 2020, o ministro determinou a entrega dos equipamentos, sob pena de multa diária de R$ 100 mil.

Contudo, após a União recorrer a decisão foi suspensa.

Agora, com a tutela de urgência concedida, o Estado deverá receber os respiradores nos próximos dias.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana