conecte-se conosco


Internacional

China registra 55 novos casos de covid-19

Avatar

Publicado


.

A China anunciou hoje 55 novos casos de covid-19, quase todos oriundos do exterior, no momento em que o país suspendeu temporariamente a entrada de cidadãos estrangeiros, incluindo residentes.

As autoridades de saúde chinesas informaram que 54 casos são importados, ou seja, pessoas que estão voltando do exterior, e apenas um caso de contágio local, também detectado na província de Zhejiang, no leste do país.

A Comissão de Saúde da China disse que, até a meia-noite dessa quinta-feira (26), morreram mais cinco pessoas no país, devido à infecção pelo novo coronavírus, o que eleva para 3.292 o número de mortes.

Wuhan, no centro da China, onde foram detectados os primeiros casos de covid-19, teve quatro das cinco mortes, o que aumenta para 2.535 o total de mortes na cidade.

Quando a doença começou a atingir o resto do mundo, muitos chineses regressaram ao país, que passou a registrar centenas de casos procedentes do exterior.

Para impedir uma segunda onda de contágios, o governo chinês impôs uma quarentena rigorosa de 14 dias a quem entrar na China.

Na quarta-feira (25), o governo anunciou a suspensão temporária da entrada no país de cidadãos estrangeiros, incluindo quem tem visto ou autorização de residência, como medida de prevenção contra a propagação do novo coronavírus.

A medida abrange estrangeiros com visto de negócios ou de estudo, ou com autorização de residência, por motivos de trabalho ou reunião familiar, de acordo com um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O número de casos diagnosticados na China continental, que exclui Macau e Hong Kong, desde o início da pandemia, é de 81.340, entre os quais 74.588 receberam alta, após terem superado a doença.

O número de infectados ativos é de 3.460, entre os quais 1.034 permanecem em estado grave.

Desde o início do surto, em dezembro passado, 697.470 pessoas em contato próximo com infectados estiveram sob vigilância médica, incluindo 16.005 ainda sob observação, de acordo com dados oficiais.

No último dia 12, o governo chinês declarou que o pico das transmissões terminou no país, embora tenha lançado medidas adicionais para evitar novos surtos, devido ao aumento de casos importados.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já infectou mais de 500 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 23 mil.

Dos casos de infecção, pelo menos 108.900 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar situação de pandemia.

O Continente europeu, com quase 275 mil infectados e 16 mil mortos, é onde surge atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais mortes: 8.165 em 80.539 casos registrados até agora.

A Espanha é o segundo país com maior número de mortes, registrando 4.089, entre 56.188 casos de infecção confirmados.

Vários países adotaram medidas excepcionais, incluindo o regime de quarentena e o fechamento de fronteiras.

*Emissora pública de televisão de Portugal

Comentários Facebook

Internacional

Coronavírus mata 5.690 pessoas na Espanha

Avatar

Publicado


.

As mortes na Espanha pelo novo coronavírus subiram em 832 em um dia, chegando a 5.690, com hospitais e necrotérios sobrecarregados e um chefe de polícia que lutou contra as lágrimas para anunciar a morte de um colega.

Atrás apenas da Itália em mortes, a Espanha também viu o número de infecções crescer para 72.248 neste sábado (28). Eram 64.059 no dia anterior.

O chefe de saúde de emergência, Fernando Simon, afirmou que a epidemia parecia ter chegado ao seu pico em algumas áreas, mas que a nação estava sem leitos de tratamento intensivo suficientes. “Continuamos a ter um grande problema com a saturação da UTI [Unidade de Tratamento Intensivo]”, disse Simon.

Com a Espanha preparando-se para entrar em sua terceira semana de quarentena, um prédio público não utilizado conhecido como “O Donut” foi o último a ser transformado em um necrotério improvisado, depois de um rinque de gelo municipal semana passada, afirmou a imprensa espanhola, incluindo o jornal El País.

Governo compra 1,2 milhão de máscaras

O chefe da Guarda Civil, José Manuel Santiago, ficou emocionado ao fazer homenagem ao chefe do grupo de ação rápida da sua organização, que morreu ontem de coronavírus.

Uma entrega de 1,2 milhão de máscaras compradas da China pelo Ministério do Transporte para funcionários da saúde, transporte e correios chegou ao aeroporto de Madri, afirmou o governo.

Escolas, bares, restaurantes e lojas de produtos não essenciais não funcionam desde 14 de março, e a maioria da população da Espanha está em casa na tentativa de limitar a expansão do vírus.

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Casos de coronavírus disparam e Rússia vai fechar todas as fronteiras

Avatar

Publicado


.

A Rússia fechará todas suas fronteiras na próxima segunda-feira (30), afirmou hoje (28) o governo, intensificando as restrições depois de o país relatar um maior crescimento em um dia em casos do novo coronavírus.

As autoridades disseram que registraram até agora 1.264 casos confirmados, crescimento de 228 em 24 horas, e ordenaram que todos os pontos de acesso por carro, trem e a pé, assim como as fronteiras marítimas do país, fossem fechados a partir de segunda-feira.

A Rússia já havia colocado no chão todos seus voos internacionais e declarou que não haverá trabalho na próxima semana, o que não se aplica a funcionários de negócios essenciais, como farmácias e supermercados, em uma tentativa de limitar a disseminação do vírus.

Comércio não funcionará

Moscou, a área mais afetada da Rússia, fechou até 5 de abril todos seus cafés, restaurantes e lojas, exceto as que vendem comidas e remédios.

Sergei Sobyanin, prefeito de Moscou, pediu que os moradores fiquem em casa durante o feriado prolongado anunciado pelo presidente Vladimir Putin, semana passada.

Em carta aos usuários de sites de Moscou, Sobyanin afirmou que o feriado de uma semana tem que ser levado a sério. “Não é um feriado extra, mas uma medida-chave para lutar contra a disseminação do coronavírus”, explicou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana