conecte-se conosco


Destaque

Prefeita Lucimar determina fechamento de shopping, bares e casas noturnas devido ao coronavírus

Avatar

Publicado

Academias, cinemas e casas de shows terão o funcionamento suspenso também. Serviços essenciais como de farmácias, distribuidoras, postos de gasolinas e supermercados são mantidos, com limitação de pessoas.

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos publicou, na tarde desta quarta-feira (26),um novo decreto que reforça as medidas emergenciais para enfrentar o avanço do Covid-19. Entre as determinações, está o fechamento de alguns estabelecimentos comerciais, como de shopping, bares, feiras, além de casas noturnas e academias.

DECRETO N° 21, DE 26 DE MARÇO DE 2020.
Altera o Decreto Municipal 20/2.020, o qual dispõe sobre a adoção de medidas temporárias e emergenciais de prevenção ao contágio do Coronavírus (COVID-19), e dá outras providências.
LUCIMAR SACRE DE CAMPOS, Prefeita do Município de Várzea Grande, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 69, incisos V e VI, daLei Orgânica do Município;
Art. 1º Altera o art. 12, do Decreto Municipal nº 20/2.020, que passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 12. A Prefeitura Municipal de Várzea Grande determina o fechamento de estabelecimento comercial, incluindo shopping center, bares, restaurantes, feiras, casas noturnas, academias e afins, evitando, assim, a aglomeração de pessoas, pelo prazo de 30 (trinta) dias, a contar da publicação do Decreto Municipal nº 20.
§1º Ficam suspensos todos os eventos, incluindo aqueles que exijam licença do poder público, em especial as inaugurações, congressos, conferências e etc.
§2º Fica autorizado os serviços de entrega (delivery), drive thru e/ou retirada no local/balcão de restaurante, café, padaria, conveniência, distribuidora de bebidas, açougue e peixaria, sendo vedado consumo no local, devendo os estabelecimentos que farão o uso desses serviços seguirem as recomendações dos órgãos de saúde, sob pena de responsabilização conforme legislação vigente, quanto:
a) limitação de pessoas a serem atendidas, quando o serviço for de retirada no balcão; b) redução do número de funcionários ou revezamento dos mesmos, com vedação compulsória do trabalho de pessoas consideradas do grupo de risco; c) higienização dos produtos a serem comercializados;
d) higienização do ambiente do trabalho; e) disponibilização de álcool 70% (setenta por cento) para os funcionários e consumidores; f) distância mínima entre as pessoas de um metro e cinquenta centímetros.
Art. 2º Altera o art. 13, do Decreto Municipal nº 20/2.020, que passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 13. Fica autorizado, como forma a garantir e resguardar o exercício dos serviços públicos e atividades essenciais inadiáveis à comunidade, o funcionamento das seguintes atividades privadas, da forma posta, inclusive, pelo Decreto Federal 10.282, de 20 de Março de 2020, com o respeito ao distanciamento entre pessoas e demais medidas de normas sanitárias de prevenção e combate ao Coronavírus (COVID-19):
I – hospitais, clínicas médicas e odontológicas, farmácias, drogarias e laboratórios; II – lavanderias e serviços de higienização; III – hotéis; IV – funerárias e serviços relacionados; V – clínicas veterinárias, pet shop e comércio de alimentos e medicamentos destinados a animais; VI – estabelecimentos bancários e lotéricas; VII distribuidoras de água e gás; VIII – serviço de segurança privada; IX – serviços de táxi e aplicativo de transporte individual, X – loja de venda de materiais de construção e produtos para casa, mediante delivery; XI – postos de combustíveis; XII – transportadoras; XIII – supermercado, minimercados, comércio de produtos naturais, atacadista, frigorífico, açougue; XIV – borracharia e oficina de manutenção e reparos mecânicos, incluindo, de concessionárias; XV – estabelecimentos que comercializam autopeças, materiais elétricos e de construção; XVI – serviços agropecuários; XVII – setores industriais; XVIII – papelaria; XIX – empresas de embalagens; XX – empresas de manutenção em geral; XXI – guincho; XXII – lava jato; XXIII – transporte de numerário.
§1º Nos estabelecimentos comerciais que houver atendimento ao público, somente estará autorizado se seguirem as recomendações dos órgãos de saúde, sob pena de responsabilização conforme legislação vigente, quanto:
a) limitação de pessoas a serem atendidas, quando o serviço for de retirada no balcão; b) redução do número de funcionários ou revezamento dos mesmos, com vedação compulsória do trabalho de pessoas consideradas do grupo de risco; c) higienização dos produtos a serem comercializados;
d) higienização do ambiente do trabalho; e) disponibilização de álcool 70% (setenta por cento) para os funcionários e consumidores; f) distância mínima entre as pessoas de um metro e cinquenta centímetros;
Art. 3º Altera o art. 14, do Decreto Municipal nº 20/2.020, que passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 14. O transporte público funcionará em regime especial, no período de 23 de Março de 2020 a 05 de Abril de 2020, com frota reduzida em 50%
(cinquenta por cento), devendo todos os passageiros se encontrarem sentados, em poltronas alternadas, sendo proibido que o passageiro viaje em
pé.
Art. 4º O presente Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Paço Municipal Couto Magalhães, Praça dos Três Poderes em Várzea
Grande – MT, 26 de Março de 2020.
LUCIMAR SACRE DE CAMPOS
Prefeita Municipal

Comentários Facebook

Destaque

Em Cuiabá homem é sequestrado dentro de casa e morto com tiros na cabeça

ALCICLEI SANTOS

Publicado

 

A Polícia Militar foi acionada na noite desta quinta feira (5) para atender uma ocorrência em que a esposa dizia que três homens armados invadiram sua residência. e  sequestraram o marido.

Em rondas pela região, os policiais encontraram o corpo da vítima na região da Ponte de Ferro, em Cuiabá. Identificado como  Everson Leão do Espírito Santo, de 40 anos.

Everson foi alvejado com tiros na cabeça e morreu no local. A esposa disse aos policiais que seu marido era usuário de drogas, mas não soube dizer as razões de terem levado ele e matarem.

A Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), passa a investigar o caso.

 

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Morre Antônio Sanches dono da Fazenda Serra Negra e da Empreiteira Sanches e Tripolloni

Rodrigo Oliveira

Publicado

Nota de Pesar

Nesta quarta-feira, (03/06) Morreu o dono da Fazenda Serra Negra e da Empreiteira Sanches e Tripolloni  o Sr. Antônio Sanches.

Deixa hoje uma dor imensa aos familiares e amigos, pelos quais era grandemente considerado e admirado.

À família e amigos enlutados apresentamos nossos sinceros sentimentos de solidariedade e respeito, bem como nossas condolências por esta inestimável perda.

EQUIPE LAPADA LAPADA PONTES E LACERDA MT 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana