conecte-se conosco


Direto de Brasília

Para Maia, não é hora de discutir aumento de impostos

Avatar

Publicado


.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que não cabe aumentar impostos para o cidadão neste momento de crise. Segundo ele, não cabe discutir a recriação de uma nova CPMF, porque o governo federal tem recursos para enfrentar a crise e, por isso, não necessitaria de novos impostos.

Michel Jesus/ Câmara dos Deputados
Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Rodrigo Maia, concede entrevista coletiva sobre a crise causada pelo coronavírus.
Para Maia, é preciso haver uma política para isolar idosos vulneráveis

“Vamos taxar o cidadão que vai ficar desempregado com uma nova CPMF? Não acho que dá para tributar mais a sociedade neste momento. A sociedade já paga muitos impostos e, se o governo decretou estado de calamidade, ele tem recursos. Primeiro, é preciso olhar as soluções, depois encontrar as soluções para o pagamento dessa dívida que foi criada”, disse Rodrigo Maia.

Maia reafirmou que, se o governo quiser adotar o isolamento vertical, é preciso urgentemente uma política para isolar idosos vulneráveis em comunidades carentes. Ele disse que o isolamento vertical é uma alternativa possível, mas é preciso realizar um planejamento para proteger os idosos. Sem esse tipo de política, para Maia, é necessário manter o isolamento completo de todos os brasileiros para reduzir o ritmo de contaminação.

“Por enquanto, as pessoas que foram contaminadas pelo vírus são de renda mais alta, essas têm planos de saúde, estão em um bom hospital particular. Temos que ver o impacto disso em pessoas de baixa renda. O isolamento vertical deve ser feito com um planejamento para proteger os brasileiros idosos nessas comunidades, para não criar uma tragédia”, afirmou o presidente.

Ele reafirmou que será necessário reduzir os salários dos servidores públicos, em razão da queda de arrecadação.

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição – Wilson Silveira

Comentários Facebook

Direto de Brasília

Secom divulga nota sobre campanha nas redes sociais

Avatar

Publicado


.

A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República divulgou nota neste sábado (28) em que informa que não há qualquer campanha publicitária ou peça oficial do órgão chamada O Brasil não Pode Parar.

Um vídeo que circula nas redes sociais e é atribuído à campanha sugere a retomada das atividades econômicas no país. De acordo com reportagens veiculadas na imprensa, a campanha teria custado R$ 48 milhões ao governo federal. Segundo a Secom, trata-se de fake news.

“Sendo assim, obviamente, não há qualquer gasto ou custo para a Secom, já que a campanha não existe”, diz o texto. Na sexta-feira (27), a secretaria já havia divulgado nota afirmando que o vídeo foi produzido em caráter experimental, “portanto, a custo zero e sem avaliação e aprovação da Secom”.

 “A peça seria proposta inicial para possível uso nas redes sociais, que teria que passar pelo crivo do Governo. Não chegou a ser aprovada e tampouco veiculada em qualquer canal oficial do Governo Federal”, acrescenta o comunicado.

Edição: Juliana Andrade

Comentários Facebook
Continue lendo

Direto de Brasília

Antônio Felícia, prefeito do PT, morre de coronavírus no Piauí

Avatar

Publicado


source
Antônio Felícia olha para frente arrow-options
Prefeitura de São José do Divino/Divulgação

O prefeito Antônio Felícia (PT) é primeiro óbito por coronavírus confirmado no Piauí


Na última sexta-feira, 27, o Estado do Piauí registrou a primeira morte causada pelo novo coronavírus . Foi confirmado hoje, 28, que a vítima é Antônio Nonato Lima Homes, ou Antônio Felícia , prefeito de São José do Divino filiado ao Partido dos Trabalhadores ( PT ). O prefeito tinha histórico de diabetes, portanto fazia parte do grupo de risco.

Segundo o governo do Estado do Piauí, foi por conta do histórico de diabetes que a doença evoluiu rapidamente. Felícia tinha 57 anos. 

O prefeito chegou a ser atendido no Hospital Dr. José Brito Magalhães, que fica no município de Piracuruca. Ainda segundo o governo, ele realizou dois exames antes de falecer que confirmaram a presença do vírus na manhã de hoje.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana