conecte-se conosco


Mato Grosso

Após reforma, UTI do Hospital Regional de Colíder recebe pacientes

Avatar

Publicado


.

Após reforma, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) infantil do Hospital Regional de Colíder passa a funcionar com 10 leitos. Os reparos, viabilizados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), integram o projeto de modernização dos Hospitais Regionais e das Unidades Especializadas, idealizado e colocado em prática pela atual gestão estadual.

“Estamos fazendo uma grande transformação nas unidades que estão sob a gestão estadual e pretendemos entregar uma rede hospitalar remodelada para a população mato-grossense. O intuito é de ampliar o número de leitos e oferecer um serviço de mais qualidade”, declarou o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

No local, a obra foi iniciada em 2015 e paralisada diversas vezes ao longo dos anos. Em 2019, o Governo do Estado, por meio da SES, retomou os serviços de readequação predial e possibilitou a entrega, na última semana, de oito leitos de UTI neonatal e dois leitos de UTI pediátrica.

Conforme a diretora do Hospital, Mirian Alves Moreira, a entrega da UTI é um avanço para a unidade, que atende sete municípios da região Norte do Estado: Colíder, Nova Santa Helena, Itaúba, Nova Canaã do Norte, Nova Guarita e Marcelândia. “A demanda no interior do estado é grande. Com esses leitos, temos mais chance de vida às crianças e familiares que necessitam desse atendimento”, avalia.

Mirian ainda ressalta que a reforma viabilizará a economia com o transporte aéreo para a transferência de pacientes. “Os pacientes que precisavam de UTI neonatal ou pediátrica estavam sendo atendidos normalmente, via sistema de regulação, por meio de transferência para outros hospitais, o que gerava um impacto econômico no orçamento da Saúde do Estado”, explica.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Sorteios voltarão quando Caixa recomeçar extrações da Loteria Federal; programa continua

Avatar

Publicado


.

Os sorteios do Programa Nota MT serão retomados tão logo a Caixa Econômica Federal fixe as datas para as extrações da Loteria Federal. No entanto, as notas fiscais emitidas com CPF nesse período de suspensão não perderão a validade para as futuras premiações.

O mais recente sorteio do programa foi realizado no dia 19 de março passado, o especial de Carnaval, quando foram distribuídos 5 prêmios de 50 mil reais cada. O próximo sorteio mensal estava programado para ocorrer na quinta-feira, dia 09 de abril.

Desde o dia 21 do mês passado a CEF suspendeu algumas de suas loterias pelo prazo de 3 meses, até que, presumivelmente, os efeitos da pandemia do novo coronavírus já estejam amenizados no país. 

Como os sorteios do Programa Nota MT são feitos baseados nas extrações da Loteria Federal, a Secretaria de Fazenda decidiu acompanhar esse procedimento, mantendo a lisura do certame. Ainda esta semana o secretário de Fazenda Rogério Gallo deve assinar uma portaria redefinindo os procedimentos do programa.

Rogério Gallo confirmou que as notas emitidas com CPF nesse período de suspensão de sorteios continuarão tendo validade. “O Nota MT vai continuar premiando normalmente os contribuintes cadastrados que pedirem para colocar o CPF nas suas notas de compras. As notas solicitadas e inseridas no programa nesse período de suspensão continuarão tendo validade, de acordo com normas a serem definidas posteriormente pela Sefaz”, explica ele.

O titular da pasta da Fazenda pede que os contribuintes continuem pedindo a colocação do CPF nas notas, até como forma de manter a arrecadação do Estado, nesse período de dificuldades ocasionado pela pandemia do coronavirus.

“Pedindo para o CPF seja colocado nas notas de compras, o consumidor mato-grossense está contribuindo para que se evite, em parte, a sonegação do ICMS neste momento em que a arrecadação está sabidamente em queda, pela redução do consumo. É uma forma ajudar o estado a manter funcionando os serviços essenciais população”, aponta Rogério Gallo

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Sema retira 240 metros de redes do rio Araguaia

Avatar

Publicado


.

O rio Araguaia passou por fiscalizações  durante o último final de semana (04 e 05 de abril). No extremo Nordeste de Mato Grosso, a Diretoria de Unidade Desconcentrada da Secretaria de Estado de Meio Ambiente em Confresa se uniu à prefeitura de Luciara (a 1.170 km de Cuiabá) e à Polícia Militar para orientar turistas e pescadores sobre a proibição de atividades turísticas na região conforme decreto municipal (n. 012/2020). Durante a patrulha fluvial, foram retirados 170 metros de redes do rio.

Já em Barra do Garças, a regional da Sema no município retirou 70 metros de redes também do rio Araguaia. A rede é considerada um dos instrumentos de pesca predatória mais nocivos aos estoques pesqueiros, tendo em vista que o apetrecho retira uma grande quantidade de uma só vez.

Atividade essencial

As atividades de fiscalização ambiental, que incluem as ações de monitoramento e controle de crimes ambientas como desmatamento e exploração florestal ilegais, pesca predatória, caça illegal, poluição causara por empreendimentos, dentre outros, seguem em pleno funcionamento.

De acordo com artigo 8o., inciso XXVI, do decreto Estadual 432/2020, a fiscalização ambiental é considerada atividade essencial no estado. Ao se deparar com crimes ambientais, o cidadão pode fazer denúncias pelo 0800 65 3838 ou via aplicativo MT Cidadão (disponível para IOS e Android).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana