conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil fecha duas empresas clandestinas de transportes de passageiros em Sorriso

Avatar

Publicado


.

Assessoria | PJC-MT

Duas empresas clandestinas de transporte de passageiros que funcionavam na zona Leste de Sorriso (442 km ao Norte de Cuiabá) foram fechadas, na terça-feira (24.03), em ação conjunta da Polícia Civil e do Núcleo Integrado de Fiscalização (NIF) do município.

O trabalho resultou na prisão de duas pessoas, proprietários das empresas, e na apreensão de material que comprova a prática ilegal. Os suspeitos responderão pelo crime de exercer atividade econômica ou anunciar que exerce, sem preencher as condições a que por lei está subordinado a seu exercício, previsto no Decreto lei 3688/41.

Segundo o delegado de Sorriso, André Eduardo Ribeiro, as empresas funcionavam em duas pequenas salas comerciais na zona Leste, onde eram vendidas as passagens e foram apreendidos diversos materiais como cadernos com anotações com datas e horários de viagens.

O proprietário de uma das empresas confessou que os ônibus faziam viagens até de ida e volta até o nordeste do país, sendo apreendido um ônibus utilizado para fazer o transporte dos passageiros. O delegado recomenda a população tomar muito cuidado ao comprar passagens em empresas de origem duvidosa.

“A PRF vem fiscalizando as estradas e a Polícia Civil e o NIF está atuando nas fiscalizações das empresas. A empresa que atua de foram clandestina não tem compromisso com os clientes e cuidados com seus veículos que muitas vezes não apresentam condições de viagem. Estejam sempre atentos em procurar empresas corretas para não ter maiores prejuízos”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil prende suspeito de ordenar morte de idoso em Várzea Grande

Avatar

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) prendeu nesta sexta-feira (03.04) um suspeito pelo crime de homicídio que vitimou Benedito Pio de Siqueira, 71 anos, morto em março deste ano no bairro Jardim das Oliveiras, em Várzea Grande.

O mandado de prisão temporária contra o suspeito foi representado pelo delegado Olímpio da Cunha Fernandes Júnior à 1a Vara Criminal da Comarca de Várzea Grande. Além da prisão, foi cumprido mandado para apreensão de aparelhos celulares e cadernos com anotações que podem auxiliar na responsabilização pelo crime cometido.

De acordo com o delegado, são três suspeitos de envolvimento no homicídio, sendo que os outros dois já estão presos.

Conforme a investigação, os suspeitos pertencem a uma facção criminosa. Dois deles teriam cumprido a ordem do suspeito preso nesta sexta-feira, apontado como “disciplina” da facção no bairro Jardim das Oliveiras e deu ordem para que a vítima, morador antigo do local, fosse morta. Os suspeitos teriam sequestrado a vítima em sua chácara, praticaram tortura e depois a mataram com golpes de faca, sem que o idoso pudesse se defender.

Crime

O corpo de Benedito Pio foi encontrado em uma área de chácaras, próxima ao rio Cuiabá, na manhã do dia 03 de março deste ano. Ele tinha um bar no Jardim das Oliveiras e era morador antigo do bairro.

A polícia foi acionada por moradores, quando crianças brincavam de soltar pipas e avistaram o corpo, que estava encoberto por galhos e folhas. A vítima apresentava ferimentos na parte lateral da cabeça. O corpo foi reconhecido por um irmão de Benedito Pio.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito paga R$ 60 em tornozeleira eletrônica e é preso pela Rotam

Avatar

Publicado


.

Na tarde desta sexta – feira (03.04), policiais militares do Batalhão Rotam  flagraram um homem de 22 anos utilizando uma tornozeleira eletrônica desligada e que não lhe pertencia, ele foi preso no bairro Pedregal. O suspeito confessou que comprou o equipamento de monitoramento de outra pessoa para mostrar que é perigoso.

Os policiais realizavam patrulhamento de rotina na Rua Mamoré quando visualizaram o suspeito com mais dois homens em uma esquina, em fundada suspeita. Durante abordagem pessoal, o policial notou que o suspeito utilizava a tornozeleira eletrônica e que ela estava desligada.

O homem relatou que pagou a um usuário de drogas a quantia de R$ 60 pelo equipamento para, segundo ele, “ostentar e pagar de perigoso”. O irmão do verdadeiro dono da tornozeleira estava entre o grupo abordado pela PM. Inicialmente ele chegou a passar um nome falso, mas acabou confessando que o equipamento é do irmão. A PM também conduziu o suspeito de 21 anos para a delegacia.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana