conecte-se conosco


Saúde

Mortes por novo coronavírus sobem para 57 no Brasil

Avatar

Publicado


.

O número de mortes decorrentes do novo coronavírus (covid-19) chegou a 57, conforme atualização do Ministério da Saúde publicada hoje (25). Pela primeira vez desde o início da pandemia, foram registradas mortes fora dos epicentros do surto no país, São Paulo e Rio de Janeiro. Falecimentos em razão da covid-19 ocorreram em Pernambuco, no Rio Grande do Sul e no Amazonas.

O total de mortes marca um aumento de 11 em relação a ontem, quando a contabilização marcava 46 vítimas que vieram a óbito por conta da infecção. Na segunda-feira, eram 25 falecimentos. 

Do total, 48 foram em São Paulo, seis no Rio de Janeiro, uma no Amazonas, uma no Rio Grande do Sul e uma em Pernambuco.

O total de casos confirmados saiu de 2.201 ontem para 2433 casos. O resultado de hoje marcou um aumento de 28% nos casos em relação ao início da semana, quando foram contabilizadas 1.891 pessoas infectadas.

Como local de maior circulação do novo coronavírus no país, São Paulo também lidera o número de pessoas infectadas, com 862 casos confirmados. Em seguida, o Rio de Janeiro (370), Ceará (200), Distrito Federal (160), Minas Gerais (133) e Rio Grande do Sul (123).

Também registram casos confirmados Santa Catarina (109), Bahia (84), Paraná (81), Amazonas (54), Pernambuco (46), Espírito Santo (39), Goiás (29), Mato Grosso do Sul (24), Acre (23), Sergipe (16), Rio Grande do Norte (14), Alagoas (11), Mato Grosso (oito), Maranhão (oito), Piauí (oito), Roraima (oito), Tocantins (sete), Pará (sete), Rondônia (cinco), Paraíba (três), e Amapá (um).

O Ministério da Saúde recomenda o isolamento a quem apresenta sintomas da covid-19 e a moradores da mesma residência do paciente sintomático, bem como a idosos acima de 60 anos, pelo prazo de 14 dias. Uma vez terminado esse período, não haveria mais necessidade da medida, a não ser em casos de uma condição médica específica.

Acompanhe ao vivo

 

Rio de Janeiro mantem isolamento

A cidade do Rio de Janeiro manterá as medidas de isolamento social por pelo menos mais 15 dias, de acordo com o prefeito Marcelo Crivella. Escolas permanecem sem aula, o comércio continua restrito e os transportes públicos seguem circulando com a recomendação de não aglomerarem pessoas. As medidas foram tomadas para conter o avanço da pandemia de covid-19. 

“Esses próximos 15 dias são importantíssimos. O sacrifício que estamos fazendo agora dará bons frutos. Nós vamos vencer essa crise”, disse o prefeito em coletiva de imprensa online transmitida na manhã de hoje (25). “É fundamental, mais que necessário, incontornável e inadiável mantermos nossa medidas de afastamento social nos próximos 15 dias. Peço a vocês que considerem isso como fundamental para que a vida volte ao normal”.

Justiça de São Paulo libera cultos religiosos

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco, suspendeu uma liminar que determinava proibição de cultos religiosos e sanções para casos de descumprimento dos decretos referentes à pandemia pelo novo coronavírus.

Para o magistrado, cabe aos líderes religiosos orientar os fiéis. “Aos líderes religiosos, no desempenho da função acolhedora, pacificadora e de propalada preocupação com seus fiéis, cabe mostrar como desempenham esse papel em momento de grave crise sanitária.”

Distrito Federal tem primeira paciente curada

A advogada brasiliense Daniela Teixeira recebeu uma ótima notícia nesta semana quando soube que seu segundo exame para o novo coronavírus deu negativo. Ela foi a primeira paciente do Distrito Federal a ter sido curada do contágio, após semanas de medo e apreensão. Ela conversou com a Agência Brasil sobre a experiência e destacou a importância das ações de prevenção e combate à epidemia.

Medidas contra coronavírus na assistência social

O governo federal definiu medidas, no âmbito da rede de assistência social pública e privada, para enfrentamento da emergência em saúde pública decorrente do novo coronavírus. A portaria do Ministério da Cidadania foi publicada hoje (25) no Diário Oficial da União e destaca a importância de o Estado brasileiro garantir a oferta regular de serviços e programas socioassistenciais voltados à população mais vulnerável e em risco social.

Edição: Liliane Farias

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook

Saúde

Prefeitura do Rio de Janeiro prorroga medidas de afastamento social

Avatar

Publicado


.

A prefeitura do Rio de Janeiro vai manter todas as medidas de afastamento social para evitar a propagação do novo coronavírus na cidade. O anúncio foi feito pelo prefeito Marcelo Crivella, em transmissão ao vivo pelas redes sociais na noite de ontem (5).

Segundo ele, o comitê científico da prefeitura discutiu a questão por duas horas e foi unânime em recomendar a prorrogação das ações, após analisar a curva de contaminação da covid-19 na cidade.

“Há uma pressão enorme de setores da nossa população e da economia para se começar a relativizar e abrir aos poucos o setor do comércio. Mas não há, por parte da comunidade científica do Rio de Janeiro, a menor chance para se fazer isso”, disse Crivella.

Ele lembrou que a indústria continua trabalhando, assim como as atividades essenciais do comércio. O prefeito reforçou a proibição de aglomerações.

“Está proibido o sujeito descer no condomínio, dar uma volta? Não!  Está proibido as pessoas andarem na beira da praia? Não! Está proibida aglomeração. A pessoa ir andando, sozinha ou distanciada dois metros dos outros, também não. Não pode é ter aglomeração, lavando as mãos e o local onde as pessoas tocam”.

Medidas sociais

Segundo a prefeitura, apenas 16 idosos e quatro acompanhantes foram instalados em hotéis até o momento, dentro das mil vagas disponibilizadas para abrigar os maiores de 65 anos que tenham dificuldade para se isolar e morem em comunidades da zona sul, onde começou o surto de covid-19 na cidade. O prefeito pediu que os idosos que já foram contactados aceitem o serviço.

“São quartos excelentes, com televisão a cabo, com incontáveis canais, internet banda larga, a pessoa pode ficar em contato dia e noite com a família, banheiro no quarto, camas espetaculares, ar condicionado, café da manhã servido no quarto, almoço, lanche da tarde, jantar. Qualquer problema que tiver aperta o botão, tem o nosso grupo para atender, tem fisioterapeuta, enfermeiro”.

Para a população em situação de rua, o abrigo instalado no Sambódromo poderá receber hoje (6) mais 60 pessoas, que também serão vacinadas contra a gripe. Quem optar por sair do abrigo durante o período de isolamento não poderá retornar, já que a intenção é manter a quarentena para todos.

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos também iniciou a distribuição de cestas básicas para 5 mil idosos atendidos pelos centros de Convivência e para os taxistas que pagam diárias.

Os restaurantes populares de Bangu, Bonsucesso e Campo Grande passaram a funcionar também para o jantar, ficando abertos de segunda a sexta-feira das 17h às 20h. O valor da refeição é o mesmo cobrado no almoço, R$ 2.

A Secretaria Municipal de Educação disponibilizou os ônibus escolares para o transporte dos profissionais de Saúde, da Guarda Municipal e Assistência Social que moram na Baixada Fluminense, em Niterói e São Gonçalo.

Decreto

Foi publicado hoje (6) no Diário Oficial do Município o decreto que acrescenta dispositivos às medidas de enfrentamento à pandemia, determinando turnos para o funcionamento da indústria e do comércio, conforme anunciado ontem pela prefeitura.

Com isso, os estabelecimentos “exclusiva ou predominantemente comerciais” deverão iniciar a jornada após as 9h. Os “exclusiva ou predominantemente industriais” terão início do trabalho antes das 6h.

Ficam mantidas as determinações de tipos de estabelecimentos autorizados.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Australianos descobrem remédio que mata o novo coronavírus em 48 horas

Avatar

Publicado


source

A corrida por remédio ou vacina que seja capaz de combater o Sars-CoV-2 de forma eficaz é mundial. Na Austrália, uma pesquisa realizada pela Universidade de Monash, em Melbourne, teve um ótimo resultado: descobriu um remédio que mata o novo coronavírus em 48 horas. A  ivermectina , porém, foi utilizada apenas em laboratório, in vitro, e ainda é necessário determinar se a dose permitida para o corpo humano será tão eficaz quanto a utilizada na cultura do vírus. 

remédio arrow-options
Pixabay/TheDigitalWay

Ivermectina matou o novo coronavírus em 48 horas em teste feito em laboratório

Leia também: Covid-19: cloroquina é promissora, mas não deve ser comprada nas farmácias

No estudo, os pesquisadores infectaram células com o Sars-CoV-2 e testaram a eficácia do antiparasitário que é vendido em todo o mundo. Em 24 horas foi notada redução significativa do material genético do novo coronavírus. Após 48 horas ele havia sido erradicado. Em outras pesquisas laboratoriais a ivermectina também se mostrou eficaz contra o HIV, o influenza, a dengue e o zika. 

Kylie Wagstaff, principal responsável pelo estudo realizado na Austrália, diz que é importante encontrar um remédio ou coquetel que já esteja disponível em todo o mundo e que seja eficaz no tratamento da Covid-19. “Isso ajudará as pessoas mais cedo”, afirma. 

O uso da ivermectina no tratamento da Covid-19 depende de mais testes laboratoriais e clínicos. 

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana