conecte-se conosco


Polícia Federal

PF apreende máquinas caça-níqueis em camarote no Sambódromo do Rio de Janeiro

Avatar

Publicado


Rio de Janeiro/RJ  – Na tarde de hoje (27/2), a Polícia Federal apreendeu seis máquinas caça-níquel em um camarote corporativo na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro/RJ.

No local, os agentes encontraram, além das máquinas, equipamentos e mesas que supostamente indicam que o ambiente estaria sendo utilizado para jogos clandestinos.

A ação aconteceu a partir de uma denúncia anônima, e as investigações prosseguirão para apurar condutas de suspeitos de participarem dos fatos apurados pela PF.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro
[email protected] | www.pf.gov.br
(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

Comentários Facebook

Polícia Federal

Polícia Federal completa 76 anos

Avatar

Publicado


.

Prezados colegas da Polícia Federal,

Policiais, servidores administrativos, servidores contratados, prestadores de serviço e colaboradores;

Neste 28 de março, dirijo-me a vocês com orgulho por comemorarmos o 76º aniversário de uma das instituições mais respeitadas e admiradas do país e com a consciência da responsabilidade pela manutenção do nível de excelência que atingimos e que levou milhões de brasileiros a terem nossa instituição como fonte de inspiração diária para suas vidas.

A alegria que sentimos hoje, pelas conquistas que atingimos juntos no último ano, contrastam com a consciência do momento extremamente difícil em que nos encontramos.

A decretação da situação de emergência de saúde mundial é tão séria e severa que não permite, sequer, que estejamos juntos na data de hoje, que confraternizemos em nossas unidades.

Mas assim como os serviços de saúde não param, porque as epidemias não dão tréguas; a Polícia Federal não pode parar, seja para atender aqueles que procuram pelos serviços prestados pela PF, seja para enfrentar as organizações criminosas.

A PF se adapta às circunstâncias e vence as dificuldades como sempre fez e sempre fará.

Não tememos os embates da luta, de qualquer luta, da forma como ela se apresente. Os desafios jamais nos intimidaram e, cuidar da própria saúde, da saúde dos nossos familiares e colegas, é uma demonstração de sabedoria e comprometimento com a instituição, com a sociedade e com a vida.

Continuaremos prontos para cumprir com as nossas atribuições constitucionais, dando o suporte necessário a todos os colegas; e, muito em breve, retomando nossa plena capacidade de trabalho e de atenção à população.

Este momento de restrições é passageiro, mas nosso orgulho pela PF é eterno.

Permaneçamos fortes.

Parabéns, Polícia Federal pelos seus 76 anos!!!

 

Maurício Leite Valeixo

Diretor Geral da Polícia Federal

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal prende acusado de homicídio em grupo de deportados que chegou dos Estados Unidos

Avatar

Publicado


.

Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal prendeu, na tarde de hoje (27/3), um homem de 50 anos, foragido internacional, que figurava na lista de Difusão Vermelha da Interpol, assim que desembarcou no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins/MG.

O passageiro chegou ao Brasil em mais um voo oriundo dos Estados Unidos da América, trazendo brasileiros inadmitidos e deportados pelas autoridades norte-americanas.

Ao realizarem os trâmites de controle migratório, os policiais cumpriram o mandado judicial de prisão preventiva que havia contra o viajante, expedido pela Comarca de Conselheiro Pena/MG, pelo crime de homicídio.

O cumprimento da ordem foi possível em razão de uma ação coordenada entre a Polícia Federal, a Agência de Imigração Americana (ICE) e o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) de Governador Valadares/MG, possibilitando deter o foragido em Boston/EUA, para fins de deportação, simultaneamente às prisões que ocorreram no Brasil, durante a deflagração da Operação “La Famiglia” no leste de Minas Gerais.

O preso seria membro de uma organização criminosa conhecida como “Irmandade” ou “Família”, que atuava na mencionada região há pelo menos 20 anos e era composta por policiais militares e civis, agentes penitenciários, políticos, empresários e fazendeiros. A ORCRIM era hierarquizada e possuía sofisticada divisão de tarefas, atuando na prática de diversos crimes como extorsão, corrupção ativa e passiva, concussão e homicídios por recompensa. O foragido teria contratado a morte de pelo menos duas pessoas, antes de fugir para os EUA, em agosto de 2017.

Após exame de corpo de delito, o preso foi conduzido para a Penitenciária Nelson Hungria, onde ficará à disposição do Juízo de Conselheiro Pena/MG. Se condenado, sua pena pode chegar aos 30 anos de reclusão.

 

 

Comunicação Social – PF/MG
[email protected] | www.pf.gov.br
(31) 3330-5270

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana