conecte-se conosco


Meu Pet

Em vídeo hilário, cadela corre para ajudar filhote a pegar graveto gigante

Avatar

Publicado

A cadela Harper cresceu ao lado de sua mãe Willow, que a ensinou muitas coisas. Hoje, com dois anos, a filhote já faz praticamente tudo sozinha, mas, às vezes, ainda precisa da ajuda da mãe – principalmente quando está fazendo um dos seus hobbies: carregar gravetos gigantes na boca.

Mãe e filha carregando 'graveto' na boca arrow-options
Reprodução Instagram

Mãe e filha carregando ‘graveto’ na boca

Leia também: Vídeo de cadela colocando brinquedo “para dormir” é muito fofo

Por sorte, Willow não se importa de ajudar a filha quando ela escolhe um “graveto” maior do que consegue carregar. É isso que mostra um vídeo hilário da dupla em um parque: Harper não consegue resistir a um galho de árvore enorme e fica tentando carregá-lo sozinha, sem sucesso, Willow chega para ajudá-la.

 “As duas são muito determinadas e sempre ficam orgulhosas quando conseguem o que querem. Elas amam carregar gravetos gigantes, de vez em quando o levam por cerca de 1 Km. É muito legal ver Harper aprendendo e repetindo tudo que Willow gosta de fazer”, disse Tanya, dona das cadelas, ao site The Dodo. 

Comentários Facebook

Meu Pet

Jovem salva animais deixados para trás na quarentena em Wuhan

Avatar

Publicado


source

O surto do Covid-19 teve seu início na cidade de Wuhan, na China. Assustadas, muitas pessoas abandonaram suas casas para sair da cidade, ou por estarem internadas em hospitais devido à contaminação, deixando os pets para trás. Para tentar ajudar nessa situação, o jovem Ye Jialin se voluntariou para ir até a casa dessas pessoas e cuidar dos seus animais de estimação. 

Jovem colocando ração para gato em seu pote arrow-options
Reprodução/ Youtube

Ye Jian alimenta, dá água e limpa a sujeira dos pets

“As pessoas foram forçadas a evacuar Wuhan quando o coronavírus atingiu seu pico lá. E quem não estava na cidade não pôde voltar. Muitas pessoas deixaram apenas água e comida suficiente para alguns dias para seus animais pensando que voltariam rapidamente. Mas eles não foram capazes de voltar tão rápido. Muitos animais morreram”, contou Ye ao site One Green Planet.

Leia mais: Empresa brasileira disponibiliza testes de Covid-19 para pets

O rapaz recebia instruções dos tutores de como alimentar os pets, dar água fresca e limpar suas sujeiras. Alguns donos mandavam as chaves de suas casas e outros permitiam que ele arrombasse a porta. Alguns registros podem ser vistos em vídeo publicado pelo The Guardian, no Youtube.

Leia mais: Cadela faz companhia a profissionais que lutam contra coronavírus em hospital

“Eu não tenho medo”, diz o jovem no vídeo. “O que me assusta é chegar nessas casa, e o animal já estar morto.” Ye ainda diz estar feliz por poder fazer algo importante nessa luta contra a pandemia. Até agora, o jovem já ajudou de 20 a 30 animais de estimação.

Fonte: IG PET

Comentários Facebook
Continue lendo

Meu Pet

Mulher publica vídeo confessando ter matado cão: “Estava me dando prejuízo”

Avatar

Publicado


source

Darla Ester Farina, que vive em São Paulo, publicou um vídeo em seu Facebook nesta quarta-feira (1), onde confessou ter matado seu cão Duque. A mulher explica que enforcou o cachorro e isso teria sido um “sacrifício” pelo mau comportamento dele. “Estava me dando muito prejuízo”, disse. 

De acordo com Darla, o filhote brigava com o outro animal da família, fazia xixi no seu colchão e mordia várias coisas pela casa. Comportamentos típicos de cães novinhos. “Ele fazia xixi no colchão, e colchão é caro.”

Leia mais: Filhotes de cachorro abandonados em sacola são resgatados pela Polícia Militar

Além disso, a mulher também fala no vídeo que optou pelo enforcamento pois não tinha veneno na casa. “Se eu fosse uma psicopata eu teria passado a faca no pecoço do cachorro, teria comido o cachorro, mas eu o enforquei, porque não tem veneno aqui em casa.”

Mulher segurando cão filhote arrow-options
Reprodução/ Facebook

Darla afirma ter enforcado o cão porque estava dando muito prejuízo

Apesar do ato ser considerado maus-tratos, Darla acredita que era o certo a se fazer. “Se isso é crime, eu vou na delegacia e pago pelo que eu fiz”, disse em conversa com vizinhos que repudiaram sua atitude. Tobi, seu outro cachorro, foi levado por um dos moradores do bairro e agora a mulher exige o cão de volta. “Eu posso ter cachorro, o problema não é o cachorro, era o Duque, ele não era um bom cachorro.”

Leia mais: Empresa brasileira disponibiliza testes de Covid-19 para pets

Nas redes sociais, a atitude da mulher vem sendo repudiada, com comentários do tipo “Vai se tratar!”, “Você é um monstro”, entre outros. Luisa Mell compartilhou o vídeo de Darla dizendo que nunca escutou tanta barbaridade e que pode resgatar o outro cachorro que está com os vizinhos. “Eu assumo o cachorro! Eu assumo o processo! Processa a mim sua psicopata! Assassina!”, escreveu a ativista. 




Fonte: IG PET

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana