conecte-se conosco


Internacional

Cientistas descartam que novo vírus tenha origem em mercado em Wuhan

Avatar

Publicado

Pesquisadores na China afirmam que estudos genéticos mostram que o novo coronavírus não teve origem em um mercado de frutos do mar em Wuhan, na província de Hubei, como suspeitava-se inicialmente.

O Jardim Botânico Tropical Xishuangbanna da Academia Chinesa de Ciências publicou em seu site na internet os resultados de estudos conjuntos com pesquisadores de universidades do país.

Eles afirmam ter analisado dados genéticos de 93 amostras do vírus coletadas em 12 países.

Segundo os resultados, o vírus encontrado no mercado em Wuhan espalhou-se rapidamente a partir daquele local, mas teria vindo originalmente de um outro lugar.

Os pesquisadores afirmam que a conclusão que descartou o mercado como epicentro da epidemia é baseada na análise do momento em que os pacientes ficaram doentes.

O grupo acrescenta que houve aparentemente duas ocasiões em que o vírus se alastrou, primeiro em 8 de dezembro e de novo em 6 de janeiro. De acordo com o estudo, transmissões entre humanos podem ter tido início no começo de dezembro ou até mesmo no fim de novembro.

Ainda segundo os pesquisadores, caso um alerta amplo e significativo tivesse sido feito logo após o crescimento no número de casos no início de janeiro, o alastramento das infecções pelo mundo que acabou ocorrendo a partir do fim daquele mês poderia ter sido menor.

Mortes

Autoridades sanitárias chinesas anunciaram neste domingo (23) que mais 97 pessoas morreram após serem infectadas pelo novo coronavírus. Com a atualização, o número total de mortes causadas pela doença na China continental chegou a 2.442. A maioria das vítimas morava na província de Hubei.

Ao mesmo tempo, outras províncias chinesas reduziram o nível de emergência de saúde pública após notarem uma queda no número de novos casos.

No sábado (22), a província de Liaoning, no nordeste chinês, anunciou que baixou o nível de 1, o patamar mais perigoso, para 3 em uma escala onde o número 4 é o menos grave. O governo de Liaoning disse que nenhum caso novo do vírus foi detectado desde segunda-feira (17).

O novo coronavírus já se espalhou para cerca de 30 países e territórios pelo mundo.

Edição: –

Comentários Facebook

Internacional

Bolsas europeias avançam no dia, mas têm pior trimestre em 18 anos

Avatar

Publicado


.

Os mercados acionários da Europa encerraram em alta nesta terça-feira, registrando o seu pior trimestre em quase 18 anos após uma brutal liquidação na esteira do surto do coronavírus.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 1,7% no dia, tendo anteriormente adentrado em território negativo antes de se estabelecer abaixo das máximas intradiárias. Os mercados encontraram sustentação na queda em novos casos na Itália, o país mais atingido da Europa.

Já no trimestre, o STOXX 600 perdeu 23%, ou 2,8 trilhões de dólares, com uma grande quantidade das perdas ocorrendo em março, seu pior mês já registrado, com a rápida disseminação do coronavírus e as medidas subsequentes para combater os efeitos sobre a atividade econômica.

O surto também resultou em um ambiente de negociação muito mais volátil, com o indicador de volatilidade regional girando em torno dos níveis vistos pela última vez durante a crise financeira de 2008.

No entanto, os mercados regionais têm conseguido recuperar algumas de suas perdas ao longo das últimas sessões, embora os analistas continuem céticos quanto à possibilidade de os ganhos se manterem.

“Esses mercados ainda estão extremamente voláteis e serão suscetíveis ao tipo de reversão (de hoje). Ainda tenho receio que seja apenas um rali tendo como base um mercado baixista, mas eu adoraria que provassem que estou errado”, disse Craig Erlam, analista de mercado sênior do Reino Unido e EMEA na OANDA.

No dia, as ações de energia, que estão entre as mais atingidas pelo caos, lideraram os ganhos. Ainda assim, elas perderam cerca de um terço do valor no trimestre, o pior desempenho de todos os tempos.

Ações de viagens e lazer também avançaram no dia, mas registraram desempenho inferior ao de seus pares por uma grande margem ao longo do trimestre, recuando aproximadamente 43%.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,95%, a 5.671 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,22%, a 99.935 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,40%, a 4.396 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,06%, a 17.050 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,88%, a 6.785 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 2,17%, a 4.069 pontos.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Com hospitais sobrecarregados, EUA erguem instalações temporárias

Avatar

Publicado


.

Os Estados Unidos pretendem construir centenas de hospitais temporários para aliviar a pressão sobre os centros médicos que lidam com o aumento de pacientes com coronavírus, disseram hoje (31) autoridades, um dia após nova alta no número de mortes nos EUA.

O Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA, que transformou um centro de convenções de Nova York em um hospital de mil leitos no espaço de uma semana, está procurando hotéis, dormitórios, centros de convenções e amplo espaço aberto para construir até 341 hospitais temporários, disse o chefe da corporação.

“O escopo é imenso”, afirmou o general Todd Semonite ao programa “Good Morning America“, da ABC News. “Estamos analisando agora 341 instalações diferentes em todo o país”, disse.

O número de casos nos Estados Unidos aumentou em mais de 20 mil confirmados na segunda-feira (30), sobrecarregando hospitais que estão ficando sem médicos, enfermeiros, equipamentos médicos e utensílios de proteção.

Número recorde

Ao todo, 575 pessoas morreram – um número recorde -, ultrapassando a marca de 3 mil vítimas fatais, mais do que o número de mortos nos ataques de 11 de setembro de 2001, enquanto o total de casos subiu para mais de 163 mil, de acordo com contagem da agência de notícias Reuters. Autoridades dos EUA estimam que o número de mortos pode atingir de 100 mil a 200 mil.

Em Nova York, a construção de um hospital de campanha com 68 leitos começou no domingo no Central Park.

Outro centro médico temporário da cidade está planejado para parte do local onde é disputado o Aberto de Tênis. Autoridades de Nova Orleans, Los Angeles e Chicago também estão montando hospitais temporários em suas cidades.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana