conecte-se conosco


Mato Grosso

Foco e determinação foram fatores essenciais para alunos se destacarem no Enem

Avatar

Publicado

Os oito quilômetros de estrada de chão, percorridos todos os dias para chegar até a escola, nunca foram empecilhos para Pedro Paulo Ribeiro, 17 anos, estudar. Aluno da Escola Estadual Pio Machado, localizada no município de Acorizal (a 62 quilômetros de Cuiabá), o adolescente sempre enfrentou os desafios com positividade e determinação, requisitos fundamentais para que concluísse o ensino médio e conquistasse uma vaga para o curso de Agronomia na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Filho de um agricultor e de uma enfermeira, ele sempre morou na zona rural e estudou em escolas públicas. Para chegar até o centro da cidade, onde a escola está localizada, ele dependia do transporte escolar.

“Estudei nessa escola por cinco anos e o aprendizado sempre foi muito bom. Contamos com ótimos professores, que faziam redações semanalmente com os alunos. Mas o que me marcou muito e jamais vou esquecer foi o carinho que recebi de todos os profissionais”, relata o aluno, acrescentando que tem muitas expectativas para o futuro e já pensa na pós-graduação e mestrado. “Quero continuar avançando nos meus estudos”.

Além de Pedro, a escola Pio Machado teve outros quatro alunos que também conseguiram vaga em universidades públicas, entre eles o aluno Alex da Silva Arruda, 17 anos, que passou para Ciências Contábeis, também na UFMT.

O aluno destaca que, mesmo com todo os conteúdos aplicados na sala de aula, entre eles os simulados e as redações uma vez por semana, ele nunca deixou de estudar em casa. “Estudava com materiais próprios para vestibulares. Além disso, também revisava o que já havia estudado na escola”.

A paixão pela matemática influenciou Alex na escolha pelo curso de Ciências Contábeis. “Sempre tive curiosidade em aprender mais sobre essa área e fazer esse curso era um objetivo. Estou ansioso para começar a estudar nessa nova instituição, mas nunca vou me esquecer daqueles que me ajudaram a chegar até aqui”.

O apoio dos pais também foi essencial para chegar até a UFMT. “Acho de extrema importância que os pais apoiem seus filhos em suas decisões, pois quando se fala em educação e construção de um novo indivíduo, os pais precisam estar presentes para que seja dado todo o apoio possível, principalmente apoio emocional”, observa.

Conforme explica a professora de Língua Portuguesa Luana Soares, ao longo do ano de 2019, eles produziram mais de 30 redações sobre diversos temas. “A prática foi fundamental para o desenvolvimento da coesão, coerência e argumentação”, explica.

Ela ressalta que a escrita foi trabalhada como um processo de construção da identidade, como uma forma de expressão de ideias e opiniões dos alunos. “Portanto, mais do que produzir uma redação que atingisse os objetivos propostos pelo exame, priorizamos a voz do aluno e seus saberes acumulados ao longo da vida”, observa.

“Esses resultados mostram que a educação pública tem força. O trabalho coletivo desenvolvido pelos alunos e pela equipe escolar da Pio Machado foi fundamental para o sucesso no Enem”, acrescenta.

É possível sonhar

No município de Nobres (a 146 quilômetros de Cuiabá), a Escola Estadual Professor Nilo Póvoas também comemora a aprovação de seus alunos no Enem. O professor de Língua Portuguesa Agnaldo Périgo explica que desenvolveu um projeto de intervenção, com foco na melhoria das notas de redação no Enem. Com o apoio da equipe da escola, o projeto contou com oficinas para que os alunos percebessem que a escrita é um processo e um exercício e que é possível sonhar com resultados melhores.

O professor destaca que o projeto foi muito significativo para os alunos, com destaque para as alunas Amanda Camila da Silva Campos, que obteve 880 pontos na redação e passou para o curso de Ciência e Tecnologia na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), e Edilaura Vitória de Moraes, com 800 pontos e conquistou vaga para o curso de Administração na Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat).

As alunas Edilaura e Amanda

“Desta forma fica evidente que sempre podemos incentivar uma aprendizagem que leve a transformação, que isso é possível nas escolas públicas, que sempre lutam para transpor as barreiras sociais, financeiras e burocráticas para a promoção de uma educação de qualidade”, destaca o professor.

A aluna Edilaura conta que o processo de estudo na escola Nilo Póvoas foi muito produtivo e construtivo, pois a instituição possui um ambiente agradável e estruturado. “Tivemos ótimos profissionais, que proporcionaram nos proporcionaram transmitir um pouco dos nossos conhecimentos e adquirir muitos outros. Proporcionou também a pensarmos além daquilo que está sendo proposto, e isso me ajudou a desenvolver um pensamento crítico, habilidade extremamente importante em minha vida”.

A escolha pelo curso de Administração se deu pelo fato ser uma área com ampla atuação no mercado de trabalho. “Busco mudanças em minha vida pessoal e profissional para encarar novos desafios, que me levem a realização dos meus sonhos e metas. Sou muito grata a todos os educadores da escola, colegas e todos que me cercaram durante todo meu trajeto até está nova etapa que se inicia”, ressaltou a aluna.

A aluna Amanda Camila destaca que o segredo para conquistar uma boa nota no Enem é estudar não apenas os conteúdos em sala de aula, mas também em casa. “É importante sempre revisar em casa o que aprendeu com os professores”, acrescenta.

Enfrentando dificuldades

Renan Ribeiro, aluno da Escola Estadual Plena Santa Elvira, localizada no município de Juscimeira (a 157 quilômetros de Cuiabá), conquistou uma vaga para o curso de Sistemas de Informação, na UFMT. As dificuldades enfrentadas ao longo dos anos como aluno nessa escola nunca foram pretexto para desanimar ou desistir dos estudos.

Renan, de camiseta branca e azul, durante a formatura do terceiro ano

O aluno destaca que hoje a escola tem uma ótima estrutura física e está adequada para atender os alunos, mas nem sempre foi assim. Ele e os colegas já chegaram a estudar em salas de madeira e embaixo de árvores. “A nossa trajetória aqui foi um pouco complicada, passamos por altos e baixos, mas nunca desistimos e hoje a estrutura melhorou. Isso foi um avanço pra gente”.

Para o adolescente, o apoio dos profissionais da educação foi essencial para o seu sucesso. “Os professores aqui participam da nossa vida, tanto dentro da escola como fora. Eles são muito mais que professores, são nossos amigos também e isso ajuda muito na aprendizagem. Aqui dá gosto estudar”, elogia.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Segunda-feira (30): Mato Grosso tem 18 casos confirmados de coronavírus

Avatar

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (30.03), 18 casos confirmados de coronavírus em Mato Grosso. Um aumento de 6 casos, desde a divulgação da Nota Informativa da última sexta-feira (27.03)

Os casos confirmados da Covid-19 são em Cuiabá (12), Rondonópolis (3), Nova Monte Verde (1) e Várzea Grande (2). Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada pela SES (anexada a este texto).

Dos 18 casos confirmados de Covid-19 em Mato Grosso, 4 estão hospitalizados, sendo todos em leitos privados; dois estão em Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) e dois em enfermaria.

A Nota Informativa com dados atualizados é divulgada diariamente neste link a partir das 17h – horário em que também ocorre a coletiva de imprensa virtual com o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, transmitida pelo Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Assembleia Legislativa aprova decreto de calamidade pública

Avatar

Publicado


.

                                                                                     
O decreto editado pelo poder Executivo que declara estado de calamidade pública em toda a administração estadual de Mato Grosso foi aprovado pela Assembleia Legislativa em sessão nesta última sexta-feira (27.03). O objetivo da medida é auxiliar o Estado a reduzir os impactos socioeconômicos e financeiros causados pelo novo coronavírus.

De acordo com o decreto 424/2020, publicado em edição extra do Diário Oficial no dia 25 de março, o governo isentou a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre produtos destinados ao combate da propagação do novo coronavírus (Covid-19). A isenção é válida para itens doados para entidades governamentais ou assistenciais reconhecida como de utilidade pública, e para o transporte das doações.

Conforme o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, o decreto foi formulado com base nas informações técnicas do Gabinete de Situação, que atua para monitorar e traçar estratégias de combate a pandemia, e segue o que diversos estados têm feito como forma de auxiliar os municípios.

A partir do decreto de calamidade, será possível que cada uma das 141 prefeituras possa adotar ações sem muita burocracia para atender as ações urgentes de combate ao coronavírus, de acordo com a situação de sua região.

A situação de calamidade pública tem a duração estipulada de 90 dias, a contar de forma retroativa desde o dia 16 de março.

Estado de calamidade pública

O governo federal teve calamidade pública reconhecida no país pelo Congressso Nacional no dia 20 de março, o que representa a possibilidade de alocar recursos para gastos emergenciais importantes para conter o avanço da doença.

Como prevê o art. 65 da Lei Complementar Federal nº 101, de 04 de maio de 2000 – que trata das normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal – com a autorização do Legislativo estadual, Mato Grosso passa a atender a mesma flexibilização, que suspende a contagem de prazo para adequar a despesa total com pessoal que ultrapassar o limite de 40,9% da receita corrente líquida, e para diminuir o percentual de endividamento do estado.

O governo considerou o estado de emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN), decretado pelo Ministério da Saúde, e a declaração de transmissão pandêmica, isto é, pelo território mundial em todos os continentes, e também o caráter de transmissão comunitária reconhecido pelas autoridades de Saúde, que significa que o contágio pode acontecer em qualquer ambiente, e por qualquer pessoa, inclusive de pessoas assintomáticas.

Confira o decreto da íntegra aqui.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana