conecte-se conosco


Esportes

Ex-capitã pede sequência de Pia na seleção feminina: "Melhor do mundo"

Avatar

Publicado

O trabalho de Pia Sundhage na seleção feminina de futebol está apenas no início, mas um dos maiores nomes da história da modalidade no Brasil defende que a técnica sueca tenha, ao menos, a garantia de mais um ciclo de trabalho, independente do resultado nos Jogos de Tóquio (Japão). Ex-zagueira e capitã da seleção, pela qual atuou entre 2004 e 2013, Aline Pellegrino acredita que o papel da treinadora será fundamental, principalmente na transição entre a geração das craques Marta, Cristiane e Formiga e a seguinte.

“Se olharmos para a primeira Copa do Mundo, em 1991, e a primeira Olimpíada [com futebol feminino], em 1996, nunca tivemos um técnico por quatro anos inteiros. Que bom que ela começou antes [de um ciclo completo]. Acho que tem de ser cobrança zero [por resultados em Tóquio]”, declarou Aline à Agência Brasil durante evento na unidade Interlagos do Sesc, em São Paulo.

“O que imagino da Pia? É na hora que uma Marta, Formiga e Cristiane estiverem saindo. Acho que, se não tivesse uma Pia, elas estariam mais perdidas. Hoje, elas têm uma comandante, sabem onde seguir. Na hora da transição, já se terá um caminho trilhado”, afirmou.

Os números de Pia são positivos. Em oito jogos, são seis vitórias e dois empates no tempo normal (a seleção perdeu duas disputas na disputa de pênaltis, para Chile e China). Foram 24 gols marcados e dois sofridos, com 42 atletas diferentes convocadas e 38 testadas no período. Nessa sequência, destaque para as goleadas sobre México (6 a 0) e Argentina (5 a 0), ambas em São Paulo, e vitórias sobre seleções à frente no ranking mundial como Inglaterra (2 a 1) e Canadá (4 a 0). Para o Torneio amistoso da França, entre 2 e 11 de março, a sueca chamou nesta terça-feira (18) duas caras novas: a goleira Natascha, do Paris (França), e a lateral Jucinara, do Corinthians.

A técnica assumiu o time brasileiro em julho no lugar de Vadão, que deixou a seleção após a eliminação nas oitavas de final da última Copa. Pia chegou credenciada pelo bicampeonato olímpico no comando dos Estados Unidos (2008 e 2012) e pelo prêmio de melhor treinadora de futebol feminino pela Fifa em 2012. Na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, conquistou a medalha de prata com a Suécia, batendo a equipe de Marta e companhia nas semifinais.

“É a melhor técnica do mundo”, afirmou Aline. “Espero que Pia esteja sendo feliz aqui no Brasil, com as jogadoras e o que está sendo oferecido, para que ela deseje seguir por muito tempo. Ela esteve acompanhando os jogos do Campeonato Brasileiro, do Paulista e de outros estaduais. É a característica dela. Gosta de estar perto dos clubes, das organizações. Estamos no caminho e temos que aproveitar essa experiência dela”, completou.

Diretora de futebol feminino da Federação Paulista (FPF) desde 2016, Aline atuou profissionalmente entre 1997 (quando tinha apenas 15 anos) e 2013. Pela seleção, fez parte da geração medalhista de prata nãos Jogos de Atenas (2004), foi vice-campeã mundial em 2007, na China, e foi superada nas quartas de final da Copa de 2011, na Alemanha, pelos Estados Unidos (à época comandados exatamente por Pia). Após a carreira como jogadora, foi técnica do Vitória das Tabocas (PE) e supervisora do time formado na parceria Corinthians/Audax, precursora da atual equipe feminina do timão, antes de assumir o cargo na FPF.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook

Esportes

Coletivo de torcedores do Bahia cria campanha para ajudar ambulantes

Avatar

Publicado


.

“Fiado Invertido: compro e não nego, pego quando puder”. Esta é o lema da campanha para ajudar vendedores ambulantes no período de suspensão do futebol, em tempos de pandemia do novo coronavírus (covid-19). A iniciativa partiu da Frente Esquadrão Popular, um coletivo de torcedores, conselheiros e sócios do Bahia. A iniciativa tem o apoio do clube e, além de beneficiar os camelôs que atuam no entorno da Arena Fonte Nova, também deve ajudar os trabalhadores informais que comercializavam produtos nas imediações dos estádios de Pituaçu e Barradão. O coletivo publicou ainda um vídeo explicativo no Youtube mostrando, passo a passo, como fazer a contribuição financeira.     

O objetivo é que os torcedores comprem agora as mercadorias e as recebam depois do fim do perído de distanciamento social, ou seja, após o retorno dos jogos. As contribuições são realizadas online, pela internet, diretamente nas contas dos ambulantes. Existe a possibilidade ainda das pessoas simplesmente doarem determinado valor como ajuda a quem não vai poder trabalhar nas próximas semanas, em decorrência do risco de contaminação pela covid-19.

Os organizadores chamaram os ambulantes mais conhecidos do público para estrelarem a campanha e esperam que a proposta possa se multiplicar em outras torcidas e equipes.  Afinal, trata-se de uma questão de sobrevivência. Segundo o último levantamento do IBGE, quase 55% dos trabalhadores baianos vivem na informalidade.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Neymar responde críticas de jornal espanhol sobre quarentena do atleta

Avatar

Publicado


.
“Filho de Deus, pai, feliz e ousado!”. Essa é a descrição do perfil do Neymar no seu twitter oficial. Quem acompanha o craque desde os tempos do Santos sabe que a ousadia sempre foi a marca do atacante. Dribles desconcertantes, golaços e algumas polêmicas ao longo da carreira, dentro e fora de campo.

Para o jornal Mundo Deportivo, Neymar teria ultrapassado o limite da ousadia. Isto porque o craque da seleção brasileira e do Paris Saint-Germain (PSG) publicou em sua conta da rede social Instagram uma imagem com amigos e seu filho, Davi Lucca, em uma quadra de vôlei de praia. Crítico, o diário catalão afirmou que Neymar não estava seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para combater a propagação do novo coronavírus (covid-19).

O texto do Mundo Deportivo ressalta que a OMS aconselha as pessoas a ficarem trancadas em casa, em distanciamento social, o que implica manter ao menos uma distância de um metro entre as pessoas. Além disso, diz que Neymar parece ignorar as medidas ao se socializar com amigos.

Ouça na Rádio Nacional

Desde o início da pandemia da covid-19, Neymar decidiu passar o período de quarentena no Brasil. Ele vem publicando fotos de treinos físicos e mensagens defendendo o confinamento para frear a disseminação do novo coronavírus. Em uma de suas postagens, pede para a população seguir as recomendações. O craque também fez um vídeo aplaudindo os médicos pelo trabalho durante o período da pandemia.

Diante da repercussão da matéria veiculada pelo jornal Mundo Deportivo, a assessoria de imprensa de Neymar publicou uma nota oficial rebatendo as críticas recebidas. Confira abaixo a nota na íntegra.

Em matéria publicada na Espanha e reproduzida no Brasil, Neymar Jr é acusado de não respeitar a regra de distanciamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde.

A foto que motivou tal matéria, publicada em sua conta de Instagram, mostra Neymar Jr ao lado de outras pessoas que estão em quarentena com ele, pessoas que moram e viajaram juntos de Paris para o Brasil. Neymar Jr ofereceu a sua casa para que todos passassem lá estes primeiros 14 dias antes de encontrarem suas respectivas famílias.

A casa onde o atleta cumpre a quarentena é completamente isolada, permite paz e serenidade pra seguir treinando e cuidando dos seus, nesse momento de dor mundial e confinamento.

Não há visitas ou reunião de negócios na casa, até porque o próprio condomínio só permite acesso a moradores. A exceção nas visitas foi seu filho, Davi Lucca, que veio ficar com o pai. Davi, sua mãe, padrasto e irmão estavam em Paris dias antes para visitá-lo.

Neymar Jr mantém distanciamento de outros familiares, como sua mãe, irmã e avó, por exemplo, por entender ser este um momento que exige esforço para o bem comum.

O atleta segue fazendo seu trabalho diário, de prevenção de lesões e manutenção de sua forma física, com seu preparador físico Ricardo Rosa, aguardando ansiosamente o fim desse triste momento da humanidade e a consequente retomada da atividade profissional.

Nossa assessoria sempre esteve a disposição da imprensa, pra informações e dúvidas sobre o atleta, e assim seguirá, justamente pra que não tenhamos informações distorcidas como essa.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana