conecte-se conosco


Cuiabá

Cuiabá é modelo em ações de reinserção dos reeducandos no mercado de trabalho

Avatar

Publicado

Cuiabá já se tornou modelo no país  em razão da contratação de reeducando para a prestação de serviços à Prefeitura desde o ano de 2018, atuando nas demandas de zeladoria em todas as regiões da cidade. A iniciativa motivou a visita do desembargador do Tribunal de Justiça, Orlando Perri, na tarde de segunda-feira (17) ao prefeito Emanuel Pinheiro. O trabalho foi firmado por meio de um termo de Cooperação entre o Executivo municipal e a Fundação Nova Chance (Funac).

A partir de então, esses reeducando passaram a fazer parte do quadro de funcionários da Secretaria de Serviços Urbanos da Capital, sendo eles, do Centro de Ressocialização de Cuiabá, antiga cadeia pública do Carumbé.

Na oportunidade, o desembargador fez um convite ao chefe do Executivo Municipal para ampliar essa rede de atendimento, consequentemente, contribuir ainda mais para reinserção dessa população no convívio social. “Estou pronto para contribuir no que for necessário com o Judiciário nesse trabalho de valorização da pessoa. Quero deixar bem claro que vou deixar à disposição todo meu secretariado para somar com essa importante causa social. Nós, enquanto poder público, estamos fazendo pouco, podemos fazer muito mais. Com essa união de esforços os resultados serão ainda melhores”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

De acordo com levantamento apresentado pelo desembargador, a Capital abriga hoje mais de quatro mil pessoas no sistema penitenciário. “Viemos solicitar essa parceria com o prefeito uma vez que a nossa preocupação é preparar o cidadão para quando ele sair. Por isso a importância desse trabalho integrado com a saúde, educação, serviços urbanos, obras públicas e assistência social. Quando a pessoa se sente valorizada e preparada, o risco dela voltar para criminalidade é bem menor. Devemos contribuir para ajudar, se assim dizer impedir que a situação se repita”, esclareceu o desembargador.

“Podem contar com o total apoio da Prefeitura. Reinserção significa avanço social, humanização, sendo essa a principal marca da gestão Emanuel Pinheiro”, concluiu o prefeito.

Participaram da reunião o juiz  Geraldo Fidelis, vereador Marcos Veloso, secretário de Educação, Alex Vieira Passos, de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa e Obras Públicas, Valderlúcio Rodrigues, além de representantes do Tribunal de Justiça e demais segmentos da sociedade.

Comentários Facebook

Cuiabá

Técnicos são capacitados para ajudar no trabalho de desinfecção de pontos de ônibus e unidades de saúde

Avatar

Publicado


.

Técnicos de borrifação da Unidade de Vigilância em Zoonoses ligada à Secretaria Municipal de Saúde passaram nesta sexta-feira (03), por um treinamento  em relação ao uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) e desinfecção de ambiente por agente biológico. O objetivo da capacitação será somar um maior número de agentes aptos a integrar juntamente com as equipes montada pela Secretaria de Serviços Urbanos um trabalho mais abrangente de desinfecção de pontos críticos na capital e nas unidades de saúde para evitar a propagação do Coronavírus.

Ao todo, oito técnicos passaram pelo treinamento que foi ministrado pelo Capitão do Corpo de Bombeiros Militar, Sabóia. A higienização, com o produto a base de cloro, tem se mostrado eficaz em outros centros urbanos que também adotaram essa medida.

A operação tem como prioridade o atendimento de espaços por onde fluxo de pessoas é maior. Nesse período em andamento, já foram atendidas as policlínicas do Pedra 90, Pascoal Ramos, Coxipó, Verdão, Posto de Saúde do Jardim Leblon, Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá e Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) — Dr. Leony Palma de Carvalho. 

Além das unidades de saúde, o trabalho alcançou ainda as praças Maria Taquara, Bispo Dom José, Ipiranga, Alencastro, bem como as estações e pontos de embarque e desembarque de passageiros instaladas nelas. A área frontal do Palácio Alencastro também recebeu a operação de higienização e desinfecção. 

 

Veja medidas já adotadas:

 

– Aulas em creches, escolas e CMEIs continuam suspensas de 06/04 até 10/05. Merenda continuará sendo fornecida para todos alunos em vulnerabilidade social da rede municipal de ensino. Alunos do ensino fundamental e EJA continuarão com acompanhamento pedagógico on-line. 

 

– Atendimentos nos CRAS, CREA, albergues/abrigos apenas de forma individual, suspensão de atividades coletivas de 06/04 até 10/05.

 

– Restaurante Popular funcionará exclusivo para entrega de marmitex para pessoas em situação de rua.

 

– Suspensão do passe livre estudantil, tarifa social e cartão melhor idade de 06/05 a 10/05.

 

– Ônibus circularão 30%, sendo 10% exclusivamente para os profissionais da rede de saúde pública e privada. Já outros 20% só para usuários de atividades essenciais.

 

– Empresas de ônibus deverão disponibilizar álcool em gel, higienização a cada ponto final e lotação máxima de 50% da capacidade.

 

– Prorrogado por 90 dias os prazos de vencimento da taxa de vistoria de veículos, taxa de ocupação de solo, lincenciamento e funcionamento , ISSQN fixo anual, a contar do dia 01/04.

 

– Home office para para servidores municipais de 06/04 a 10/05 (não se aplica a servidores da área fim da saúde, fiscalização e demais funções essenciais).

 

– Fica estabelecido o antigo Pronto-socorro como unidade de referência ao covid-19 e Upa Verdão será unidade de apoio aos hospitais no combate ao coronavírus.

 

– Suspensão das férias e licença prêmio dos servidors da área fim da saúde.

 

– Fechamento de estabelecimentos comerciais e de serviço de 06/04 a 21/04 (shopping center, restaurantes, bares, lanchonetes, academias, clubes e similares e feiras livres e exposições em geral).

 

– Não se aplica aos seguintes estabelecimentos: Hospitais, clinicas e consultórios médicos, clnicas veterinárias e odontológicas em situação de urgência e emergência, supermercados e congêneres (padarias, açougues, lojas de conveniência, vedado consumo no local), farmácias, laboratórios, funerárias, bancos, lotéricas, transporte de valores, distribuires de água e gás, segurança privada, serviços de táxi e aplicativo de transporte, lavanderias e higienização, materiais de construção, combustíveis, callcenter, transporte de cargas que possam acarretar desabastecimento, autopeças, borracharias e oficinas de manutenção e reparos mecânicos, construção civil sem atendimento ao público, agropecuárias com venda de insumos, medicamentos e produtos veterinários, pet shops mediante agendamento e transporte de animais, correios, compercio de produtos naturais, suplementos e fórmulas sem consumo no local, fábricas e lojas de bolo sem consumo no local, lojas de cosméticos, perfumaria e higiene pessoal, lava jatos exclusivamente para recepção e entrega dominicilar de veículo, empresas de controle de vetores e pragas.

 

– Igrejas e templos religiosos poderão manter suas portas abertas simbolicamente, vedada a celebração de cultos, missas e rituais coletivos.

 

– Os estabelecimentos deverão adotar medidas de controle de acesso e limitação de público de modo a evitar aglomerações e resguardar a distância mínima de 2 metros por cliente, bem como todas as recomendações preconizadas pelos órgãos de saúde. 

 

– Horário de atendimento de supermercados, mercearias, açougues e similares: segunda a domingo e feriados, das 8h às 19h. (padarias poderão funcionar das 06h às 19h).

 

– Uso obrigatório de máscaras e luvas aos funcionários que atendem o público.

 

– Disponibilização de álcool em gel 70% e/ou produtos similares de esterelização para os consumidores.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Empresário apoia decreto que restringe funcionamento do comércio e garante isolamento social de funcionários

Avatar

Publicado


.

Empresário cuiabano preocupado com a Covid-19 apoia a restrição de funcionamento do comércio na Capital para evitar a propagação da doença. O decreto municipal ampliando  medidas de prevenção foi anunciado no último final de semana. Após o anúncio, Anesio Kokura decidiu suspender o funcionamento da Padaria Moinho, tradicional em Cuiabá.  Há 20 anos no mercado a padaria ficará fechada a partir desta segunda-feira (6), até a onda de contaminação ser superada.

O empresário Anésio Kokura disse que apesar de todos os cuidados que vinham sendo tomados, inclusive com algumas medidas inéditas no Estado, se assustou ao perceber que a população não se conscientizou e não percebeu a gravidade da situação.  “Antes mesmo da orientação para o isolamento domiciliar no dia 23 de abril, nos já havíamos tomado a decisão de fechar o restaurante e a padaria, só permanecendo aberto o empório”, contou o empresário.

A fim de garantir a segurança dos clientes e dos cerca de 100 funcionários, a empresa passou a adotar medidas rigorosas de higienização, com a utilização de gás ozônio para desinfetar carrinhos, aparelhos para medição da temperatura de clientes e orientação para que fosse mantida a distância e controle de acesso e clientes. “Apesar de todos os cuidados percebemos que é impossível evitar a contaminação e garantir 100% da saúde dos nossos funcionários e clientes”, disse Kokura.

“Iremos garantir o isolamento social pelo tempo que for necessário. Sabemos que estamos em meio a uma grave crise econômica. Muitas pessoas perderão seus empregos, mas temos que evitar o contágio e o colapso da nossa saúde. Hoje, não existe uma pessoa no mundo que não esteja preocupado com um parente. Iremos honrar nossos compromissos com funcionários e fornecedores enquanto pudermos. É uma questão de empatia, humanidade e atitude”, disse ele.

Decreto

O novo decreto, de nº 7.868, ampliando a quarentena foi anúnciado no último sábado (04), consolidando medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus (covid-19).

O prefeito Emanuel Pinheiro disse que as medidas são orientadas por autoridades e especialistas da área de saúde, que preveem o pico da disseminação do novo coronavírus a partir de 10 de abril de 2020.

Entre as medidas anunciadas, o decreto permitiu a abertura dos supermercados nos feriados – obedecendo todas as medidas de higiene e segurança necessárias, no período de 06 a 21 de abril, com horário de atendimento ao público de segunda a domingo e feriados, das 08h às 19h. O decreto isentou também as padarias, que podem funcionar a partir das 6h até as 19h.

“Todas as medidas exigem sacrifícios e precisamos ter consciência do papel de cada um nessa crise. Sabemos que serão tempos difíceis, mas sabemos também da dedicação dos cuiabanos e da coragem do nosso povo. Juntos vamos reerguer a pujante economia do município”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana