conecte-se conosco


Polícia Federal

PF apura prática de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no Acre e em outros estados

Avatar

Publicado

Rio Branco/AC – A Polícia Federal deflagrou na sexta-feira (14/2) a Operação Presságio, para investigar a prática dos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, quadrilha ou bando, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, supostamente cometidos por agentes políticos, servidores da Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul e por gestores de uma ONG que prestava serviços à prefeitura.

Foram cumpridos 7 mandados de prisão, 38 mandados de busca e apreensão nos estados do Amazonas, Acre, Rondônia, Minas Gerais, Sergipe e no Distrito Federal. Além disso, a Justiça decretou o bloqueio de quase R$ 4 milhões dos investigados. 

A referida ONG, fundada em 1967 em Minas Gerais, foi contratada com dispensa de licitação pela prefeitura. Entretanto, jamais prestou os serviços que são objeto dos termos de colaboração firmados com o ente municipal. Ao todo foram firmados cinco termos com diversas secretarias da prefeitura, no valor de mais de R$ 52 milhões. Até o fim do exercício de 2019, ela já havia recebido cerca de R$ 27 milhões.

Durante a investigação, apurou -se que os serviços licitados pela prefeitura não foram efetivamente cumpridos, e sequer existe a possibilidade de que venham a sê-lo, até o fim da vigência dos contratos com a ONG supracitada. A referida ONG deveria até 2021 tornar Cruzeiro do Sul autossuficiente na produção de energia por meio do aproveitamento do lixo produzido no município. Com efeito, o serviço de coleta de lixo prestado em Cruzeiro do Sul está muito distante disso.*

O “modus operandi” da organização criminosa era complexo e envolvia diversas pessoas, tanto físicas quanto jurídicas. A grosso modo, os pagamentos que ela recebia da prefeitura eram utilizados para o pagamento de uma empresa contratada pela própria ONG. Essa empresa, que fora criada especificamente para prestar serviços à ONG em Cruzeiro do Sul, repassava os valores para diversas empresas de fachadas. Essas pessoas jurídicas, por sua vez, distribuíam o dinheiro entre os membros da organização criminosa.

A operação foi batizada OPERAÇÃO PRESSÁGIO em razão de a equipe investigativa ter detectado que os integrantes da suposta organização criminosa pressentiam e temiam que logo o esquema seria descoberto e eles presos.

 

Contato: Fone: (68) 3212-1200 / 3212-1211/ 3212-1213
E-mail: [email protected]

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook

Polícia Federal

PF realiza apreensão de um caminhão carregado com 300 caixas de cigarros paraguaios

Avatar

Publicado

Terra Roxa/PR – No sábado (22/2), mais uma grande apreensão foi realizada por equipes que participam da OPERAÇÃO HÓRUS, integrada pela POLÍCIA FEDERAL, COBRA/BPFRON/PMPR, COE/PMPR, TIGRE/PCPR, BOPE/PMMS, FORÇA NACIONAL e pelo EXÉRCITO BRASILEIRO, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP.

Durante patrulhamento na zona rural de Terra Roxa, policiais visualizaram movimentação suspeita e resolveram realizar aproximação para melhor fiscalização. Na tentativa de abordagem, o motorista empreendeu fuga em alta velocidade, mas acabou sendo abordado.

No local foi apreendido um caminhão boiadeiro carregado com aproximadamente 300 caixas de cigarro paraguaios. O motorista, por ser menor de idade, foi apreendido e encaminhado para Polícia Civil e os materiais apreendidos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal de Guaíra, para os procedimentos de praxe.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Guaíra/PR
Disque denúncia: (44) 3642-9131

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal prende homem por tráfico de droga em Céu Azul/PR

Avatar

Publicado

Foz do Iguaçu/PR – Na sexta-feira (21/2), policiais federais prenderam em flagrante um homem por tráfico de entorpecente. A prisão ocorreu durante operação da PF no posto da PRF em Céu Azul/PR.

Durante fiscalização em ônibus que fazia a linha Foz do Iguaçu/PR-Rio de Janeiro/RJ, com auxílio de cães detectores de drogas, foi encontrado em uma mala de viagem quase 12 kg de maconha, fracionados em 21 tabletes.

Um passageiro de 23 anos foi identificado como responsável pelo entorpecente, tendo afirmado que embarcou em Foz do Iguaçu/PR e tinha como destino final a cidade de Florianópolis/SC, onde pretendia vender a droga no período de carnaval.

Diante dos fatos, o preso e o entorpecente foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Matelândia para a lavratura do auto de prisão em flagrante.

 

Comunicação Social da Polícia Federal Foz do Iguaçu
Contato: (45) 3576-5515

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana